"A Sallve não existiria se não fossem as pessoas"

Conheça mais um integrante do time de Community Partnerships & Communications.

Guilherme Dionísio, 26 anos, descobriu o caminho para a comunicação depois de passar brevemente por faculdade de Engenharia. Hoje, o Gui, como conhecemos aqui na Sallve, é parte do nosso time de Community Partnerships & Communications.

“Todo mundo quando me conhece, acha que comunicação tem tudo a ver comigo, mas se engana se você pensa que eu sempre fui assim. Durante a época do Ensino Médio, eu era aquele aluno nota dez em exatas, tanto que fui fazer Engenharia assim que terminei o colégio. Mas é, não durou. No primeiro ano, eu entendi que não era para mim, e procurei seguir uma outra linha, e cá estou”, conta o nosso analista, que é formado em Relações Públicas.

Além de cuidar das nossas amadas Colabs e também atuar junto ao time que escolhe os influenciadores que trabalham com a Sallve, ele é um apaixonado por cultura brasileira, literatura, cinema e música, principalmente.

“Se você me perguntar o que eu mais gosto de fazer, eu vou te dizer que é ir a shows. Ano passado, comecei a contar, e fui a 54 shows. Se eu fosse me definir em uma música, seria "Mistério do Planeta", dos Novos Baianos:

"Vou mostrando como sou, e vou sendo como posso, jogando meu corpo no mundo. Andando por todos os cantos e, pela lei natural dos encontros, eu deixo e recebo um tanto".

Eu brinco também que o que me motiva a viver o ano inteiro, é a energia que o Carnaval me dá, sem dúvidas, essa é uma das minhas paixões”, revela.

Animado, sim ou sim? Conheça mais sobre o Gui e o que ele faz no nosso super time de Community Partnerships & Communications:

O que você faz na Sallve?

Sou do time de Community Partnerships & Communications, trabalho junto com a Nati, que já passou por aqui! Dou suporte para ela na parte de influenciadores e estou sempre de olho em nossa comunidade, planejando a experiência que podemos entregar como marca a eles, e tudo que vai além dos produtos. Cuido dos eventos e Colabs, que é sempre muito gratificante quando você vê acontecendo.

Como virou essa chave e viu que seu futuro profissional era em comunicação?

Sempre gostei muito de exatas, então, eu meio que segui para esse caminho sem olhar muito ao meu redor. E foi, já na faculdade, conhecendo outras pessoas, e conversando mais, que acabei me interessando muito por essa parte de comunicação social. Me vi super dentro de RP, que foi para onde eu segui. E fico feliz demais por ter virado essa chave, foi bem importante para mim.

Você cuida das Colabs. Por que é bacana reunir as pessoas nesses eventos?

A gente sempre fala que a Sallve não existiria se não fossem as pessoas, as colabs são muito importantes por isso, é dali que surgem ideias de produtos, retorno do que eles têm visto da marca, do produto, e vamos desenvolvendo juntos. É uma troca muito gostosa de se fazer, é sempre um aprendizado. As pessoas chegam sempre com muitas ideias, dúvidas, e criar e fortalecer essa relação de fato é muito maior do que o ato de vender produtos somente.

Como é a comunidade da Sallve? Como é essa troca de experiências?

A comunidade da Sallve é incrível, eles estão sempre ali para falar com a gente, e vice e versa. Gostamos de deixar essa porta sempre aberta. Então, quem já é de casa, sabe que pode contar tudo. Quem vem chegando, a gente vai cuidando pra que ela se sinta confortável pra isso. Estamos sempre co-criando e por isso é fundamental o papel da nossa comunidade. É muito incrível quando você pensa com todo carinho em um evento e quando ele está acontecendo, você vê que está todo mundo gostando bastante. É dessa forma que a gente gosta de retribuir essa experiência com eles.

O que você acha que é mais inspirador na sua área e o que você gostaria que todo mundo soubesse sobre esse time?

A gente sempre tenta pensar como a nossa comunidade. O que eles gostariam de ver como conteúdo dos nossos influenciadores? O que essa pessoa gostaria de ter como experiência nesse evento? Não é nada aleatório o que fazemos, é tudo muito bem pensado com todo carinho. E sobre esse time? Além de que nesse time só tem gente maravilhosa e que faz tudo com a maior paixão do mundo, a gente tenta levar essa mesma energia em tudo que fazemos e que esse nosso amor chegue até a pessoa. É muito mais do que só fazer, a gente sempre pensa: "como a nossa comunidade vai receber isso?".

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading