Ácido tranexâmico, o ingrediente amigo de quem tem melasma

O ativo é poderoso quando o assunto é suavizar manchas na pele, sabia?

acido tranexamico

O ácido tranexâmico, uma das estrelas da fórmula do nosso Sérum Uniformizador, pode até ser considerado por muita gente como um novo queridinho do mundo do skincare, mas saiba que ele já está por aí faz algum tempo. Utilizado na medicina como um antifibrinolítico, ele foi usado pela primeira vez para tratar um caso de melasma em 1979, no Japão. Ou seja, não é exatamente uma novidade, não é mesmo? 

O que é ácido tranexâmico?

O ácido tranexâmico é um aminoácido sintético derivado da lisina. Nos dermocosméticos, é um ingrediente tópico usado para atenuar a aparência de vários tipos de pigmentação excessiva da pele, incluindo o melasma.

+ Jornada da pele com melasma - por Cassandra Velloso

Já falamos de melasma algumas vezes por aqui, mas é sempre bom relembrar: essa doença crônica causa hiperpigmentação em áreas da pele expostas ao sol. As causas ainda não são claras, mas entre os fatores que podem desencadear o aparecimento dessas manchas, estão: radiação ultravioleta, terapia hormonal, genética, disfunções na tireoide, cosméticos e gravidez.

+ Acne e melasma gestacionais e o mito do “brilho de grávida”

Além de atuar em manchas de melasma, o ácido tranexâmico também pode ser usado para tratar outros casos de hiperpigmentação, como marcas de acne e outras manchas causadas pela exposição ao sol.

Ácido tranexâmico

Como atua?

Para despigmentar as manchas, o ácido tranexâmico interage com uma enzima da nossa pele: ele bloqueia a conversão do plaminogênio (presente nas células basais epidérmicas) em plasmina, inibindo o ativador plasminogênio. Nomes complicados, sabemos. Mas segue o fio!

+ Como o Sérum Uniformizador age antes, durante e depois da mancha

As células da superfície da pele desenvolvem um excesso de plasmina em resposta à exposição à radiação UV, um machucado ou até a inflamação causado pela acne. O excesso de plasmina estimula uma maior produção de melanina nas camadas inferiores da pele. Eventualmente, esse excesso de melanina vai se manifestar como uma hiperpigmentação na superfície.

E é por isso que o ácido tranexâmico dá resultados, comprovados cientificamente, como ingrediente despigmentante em casos de melasma, por exemplo.

E o Nanoácido Tranexâmico?

Na fórmula do nosso Sérum Uniformizador, o ácido tranexâmico aparece nanoecapsulado. Mas o que isso quer dizer? Quando falamos de cosméticos, a nanotecnologia se refere a pequenas partículas que contém princípios ativos capazes de penetrar nas camadas mais profundas da pele.

+ Como inserir o retinol biomimético na rotina de skincare?

E são partículas muito pequenas. Pequenas mesmo! Para cosméticos é mais comum as empresas adotarem a faixa entre 200 e 500 nm para seus produtos, sendo que um nm corresponde a um milésimo de milímetro.

A Tecnologia de Nanovetores permite que componentes sensíveis (como o ácido tranexâmico) sejam formulados em sua forma livre. Ou seja, protegidos contra a oxidação decorrente da interação com o meio externo e também outros componentes da fórmula. Além disso, a nanotecnologia garante maior permeação na pele, liberação prolongada e aumento da eficácia.

+ Nanotecnologia: o que ela pode fazer por seus produtos de skincare

sérum uniformizador

E aí: que tal inserir o Sérum Uniformizador na sua rotina de skincare? Poderoso no tratamento e prevenção de manchas, olheiras pigmentares e linhas finas, a fórmula multifuncional pode ser usada na área dos olhos, rosto e corpo e age antes, durante e depois da mancha, hidratando, uniformizando não só o tom como a textura da pele e ainda devolvendo toda a sua luminosidade.

O Sérum Uniformizador combina retinol biomimético, responsável por uniformizar textura e tom sem sensibilizar, a niacinamida 5% que reduz a pigmentação excessiva, o nanoácido tranexâmico e o alfa-arbutin, que regulam o início da produção da melanina. Já o óleo de rosa mosqueta, é um antioxidante com ação hidratante e cicatrizante.

Vale lembrar! Consultar um (a) dermatologista, é sempre a opção mais correta e saudável para cuidar da melhor forma possível da sua pele, combinado?

Artigos e estudos utilizados para este texto

Tranexamic Acid

Tranexamic Acid for Skin

Topical tranexamic acid as a promising treatment for melasma

Tranexamic acid: An emerging depigmenting agent

Topical 5% Tranexamic Acid as a Treatment for Postinflammatory Hyperpigmentation Due to Acne Vulgaris

Quer saber mais sobre algum assunto? Tem alguma dúvida ou sugestão? Fale com a Sallve. A gente adora trocar experiências!

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading