Conheça algumas alergias da pele que são mais comuns do que você imagina

Dermatologista explicou um pouco sobre quatro delas!

Alergia é um assunto que rende muito papo e aposto que se você não tem, conhece alguém que tem, em nível mais leve ou mais grave. E, pode ser que você não saiba, mas algumas delas são mais comuns do que muita gente imagina.

Crédito: Chris Jarvis/ Unsplash

De forma geral, a alergia é um processo em que, por exemplo, após entrar em contato com uma substância específica, o organismo tem uma resposta inflamatória a ela, gerando vermelhidão, coceira, inchaço, entre outras reações.

E o que causa a alergia? “Tantos agentes ingeridos como os agentes aplicados na pele podem causar alergias. São exemplos as fragrâncias, cosméticos, remédios, esmaltes, etc”, explica a Dra. Kédima Nassif, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

As mais comuns

De acordo com a especialista, as alergias mais comuns, que sempre aparecem nos consultórios, são alergia a esmalte, medicamentos, perfumes e ao níquel. Todas atingem a pele de diversas maneiras.

  •  Alergia a esmalte: “É manifestada por edema de pálpebras. Pode se dever ao formol, ao tolueno e aos corantes usados na fabricação.”
  • Alergia a medicamentos: “Nesse campo, se destacam os antibióticos.”
Crédito: Raw Pixel
  • Alergia a perfumes: “Até produtos sem cheiro podem conter fragrâncias em sua composição.”
  • Alergia a níquel: “Presente em cimento e bijuterias, causam quadros comuns em trabalhadores da construção civil ou pessoas que usam bijuterias. Ah, até o botão da calça pode precipitar a alergia.”

Tem como prevenir?

Bem, claro que sim! E você já deve imaginar que a melhor forma é: evitando a exposição ao seu agente causador. Nada óbvio né?!

Mas, além disso, se você acha que mais de um agente pode estar desencadeando uma alergia, o ideal é procurar um dermatologista ou alergista para que você faça um exame específico.

 “Existe um teste que ajuda a descobrir o ‘vilão’, o teste de contato. E sabendo o componente que precipita a reação, não se deve usá-lo mais. Além disso, peles irritadas, feridas e em estados de suor excessivo podem se tornar mais susceptíveis a alergias e nesses casos, deve-se evitar o contato com substâncias como bijuterias e cremes e perfumes”, alerta a Dra. Kédima.

Crédito: Romina Farias/ Unsplash

Há algo que pode ajudar a aliviar os sintomas?

Bom, além de antialérgicos orais e pomadas a base de corticoide, que são prescritos por médicos, a especialista diz que compressas frias, cremes hidratantes específicos para quem sofre com alergias e também a nossa amada água termal podem ajudar a aliviar.

Vale lembrar! Consultar um (a) dermatologista é sempre a opção mais correta e saudável para cuidar da melhor forma possível da sua pele! ;) 

Tem alguma dica, dúvida ou sugestão? Fale com a Sallve. A gente adora trocar experiências!

vamos conversar?

mais do blog

Kit basiquinho: como usar nosso trio de minis

Kit basiquinho: como usar nosso trio de minis

Chegou o kit basiquinho da Sallve: são as versões miniatura dos nossos Limpador Facial, Esfoliante Enzimático e Antioxidante Hidratante. E aqui você aprende como usar cada um deles!
Saiba mais
Turnê Sallve Rondônia

Turnê Sallve Rondônia

A Turnê Sallve desembarcou virtualmente em Rondônia para um papo sobre auto-cuidado, amor próprio e protetor solar!
Saiba mais

buscar

sua sacola

  • Loading