Alimentação: a informação é essencial

Quer saber mais sobre alimentação saudável? Temos dicas que valem ouro.

Que a alimentação saudável e equilibrada nos faz bem, todo mundo está careca de saber, não é mesmo? Mas como em tudo na vida, uma coisa é a teoria e outra é a prática. E enquanto muitos de nós temos na ponta da língua o que deveria ser a nossa rotina alimentar, as nossas geladeiras abrigam uma outra realidade.

Fato é que qualquer for o assunto sobre pele, a alimentação está lá. Escancarada entre os primeiros fatores para uma pele saudável ou não, para o desencadear de um problema, do controle da rosácea, da acne adulta... Portanto, não tem como separar a alimentação da rotina de skincare.

Podemos buscar informações, seguir as recomendações de um nutricionista e repensar os nossos hábitos. Mas será que é o bastante? Ou podemos (e devemos) questionar as nossas escolhas? Podemos saber mais sobre o que ingerimos? Afinal, assim como deveríamos aprender a ler os rótulos dos cosméticos que consumimos, que buscamos saber se a empresa não testa em animais ou se extraí as suas matérias-primas de forma sustentável; o mesmo vale para a alimentação. Afinal, por trás de um peito de frango grelhado ou de uma fruta fresquinha tem muita informação escondida.

É por isso que selecionamos algumas fontes com referências de alimentação que valem ouro.

Podcast #VaiSeFood

"A ideia do Vai se Food é a de falar sobre comida em todos os aspectos e em todos os setores: desde lá do campo, passando pela indústria, passando por listas de chefs estrelados a agrotóxicos, uso de água, vegetarianismo, enfim, tudo, absolutamente tudo que diz respeito a alimento", explica Ailin Aleixo na introdução do primeiro episódio do podcast.

Podcast #VaiSeFood

"Foi montando um outro panorama sobre que é alimentação hoje, sobre a responsabilidade individual de escolher, através de o que a gente come, como o mundo vai ser ocupado. E desde então o meu lema é: o que comemos molda o mundo", reflete a jornalista e crítica gastronômica em seu podcast.

As reflexões e as conversas de Ailin com especialistas do ramo, são um ponto de partida pra gente repensar o que levamos à mesa, a o que estamos fazendo (principalmente a longo prazo) com a nossa saúde, com a nossa vida. Essa consciência de o que comemos é essencial para vivermos bem.

"Sustentabilidade é apenas uma coisa: é o método de produção que pode se sustentar por muito tempo. O modo que a gente está ocupando o mundo com comida não é sustentável".

Ailin Aleixo

IGTV Conversas Sem Receita

A chef Bel Coelho, que comanda o restaurante Clandestino, em São Paulo, abre uma conversa franca com especialistas de diversas áreas no seu IGTV e nos leva a repensar as nossas escolhas.

Agricultura familiar, economia circular, cadeia produtiva de alimentos, Amazônia e territórios indígenas são alguns dos assuntos que ela nos apresenta.

Neli Pereira

Você sabe o que é cipó milome? Já tomou um drinque preparado com azeite de dendê? Ou com flor do brejo?

A jornalista Neli Pereira é especializada em coquetéis mas com um sabor todo novo - apesar de completamente brasileiros. E assim nos damos conta do tão pouco conhecemos a nossa terra, os sabores e perfumes do nosso Brasil.

Assistir aos vídeos no IGTV de Neli nos desperta para o quanto compramos o de fora sem valorizar o que é nosso. Mas a informação está aqui, à nossa disposição. Que tal experimentar um novo sabor e conhecer mais do que é o Brasil?

App Desrotulando

A proposta do app Desrotulando (App Store ou Play Store) da nutricionista Carolina Grehs é a de nos entregar a informação pronta, já mastigada, descomplicando o rótulo. O que é muito prático no nosso dia-a-dia: as vezes o assunto pode nos interessar muito, mas não temos a disponibilidade de tempo de nos dedicar para colocar na prática esse cuidado com o que consumimos todos os dias.

Reprodução Idec

Sabe o que falamos tanto sobre aprender a ler os rótulos? O app formado por uma equipe de nutricionistas é uma mão na roda porque você consegue ter toda a informação essencial na hora de decisão da compra no supermercado.

Ele funciona com pontos de zero a 100 que indicam o quanto o produto é saudável, com consulta por código de barras ou pesquisa que avaliam as informações nutricionais, ingredientes a evitar e mais. O app funciona de duas formas: com as pesquisas gratuitas e com o pacote premium (cpm pagamento mensal ou anual) com indicações de nutricionistas para até quatro perfis personalizados que podem ser focados em emagrecimento, alimentação infantil, hipertensão e diabetes.

E você? Como se informa sobre o que coloca à mesa?

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading