Pele com melanina e com tatuagem sim!

Carol Figueiredo foi investigar mitos e verdades em torno de pele negra e tatuagem, numa conversa deliciosa para o nosso blog.

Você é do tipo de pessoa que gosta de tatuagens? Sempre teve vontade de ter uma? Bem, eu sou. Desde muito nova, sonho em ter tatuagens bonitas. Tá, confesso que as primeiras ideias de tatuagem que eu tive não foram tão bonitas assim. Umas meio breguinhas, vai… com 15 anos você não tem maturidade ainda para escolher tattoos legais (obrigada pai e mãe por não terem me deixado fazer nessa idade). Mas uma coisa é você não poder fazer por conta da idade ou por não ter permissão. Outra é ter que ouvir de pessoas e de tatuadores que não seria possível tatuar sua pele porque você tem melanina demais. Que tatuagem em pele negra fica feio. Isso foi uma coisa que sempre me deixou triste.

+ Tatuagem: como cuidar e manter com o Hidratante Reparador

Mesmo sendo negra de pele clara, eu ainda tive medo ao fazer minha primeira tatuagem. Pesquisei bastante antes de fazer, porque não queria que ficasse feia. E não ficou! Inclusive, conheço pessoas pretas de pele muito mais retinta do que a minha que possuem tatuagens lindas, vivas e muito bem trabalhadas. Conversei com Lucas Monte, tatuador aqui em João Pessoa - e em quem confio muito - e ele me tirou algumas dúvidas em relação aos mitos e verdades que envolvem tatuar peles negras.

"Essa história de dizer que tatuar pele negra é muito mais difícil é um mito." disse Lucas. "Não é mais difícil, apenas deve-se ter um cuidado maior com os contrastes". 

Por que será então que, por tanto tempo, ouvimos que era difícil? Custo dizer que sim, entra aqui uma grande parcela do racismo que está instaurado em toda e qualquer relação que estejamos inseridos. Até na tatuagem - que de acordo com estudos, teve grande origem no Egito, país localizado no continente africano - sentimos o peso do preconceito racial

"Falando de um ponto de vista técnico, existe uma diferença", explicou. "Na pele negra não conseguimos usar tantas tonalidades diferentes de preto, devido a presença de melanina. Então, o que fazemos é utilizar a cor da própria pele do cliente como uma tonalidade para contrastar e obter uma tatuagem que seja identificável a metros de distância". Pelo que Lucas falou, a pele negra é tão especial que a cor que possui pode fazer parte do jogo de contrastes de uma tatuagem. Tem noção disso? Incrível! 

+ Eu permito o sol beijar a minha pele

Uma dúvida que também ronda pelo mundo das pessoas pretas que curtem tatuagem é a questão da tinta ficar "verde" em alguns desenhos. Se de fato é uma regra, assim como a questão de desbotar. Ambas afirmações são mitos. A tatuagem só ficará desbotada ao longo do tempo se for exposta muitas vezes ao sol sem a proteção necessária, não receber a hidratação correta e daí por diante… os cuidados que qualquer tatuador indica. Isso não depende da pele ser negra ou não. 

"E, sobre esse verde… A tatuagem “verde” na realidade é resultado de uso de uma tinta de má qualidade, ou quando o tatuador estoura os traços - no caso, forçou demais ou machucou mais do que deveria", respondeu Lucas.

No fim das contas, é mais difícil ou não tatuar pele negra? 

Não acreditamos que o termo mais difícil seja aplicado aqui. O ideal é dizer que é diferente, porque de fato é. Só que ter necessidades diferentes não abre espaço para comentários racistas e sem embasamento. Esses mitos que rondam a tatuagem para pele negra são frutos do desinteresse de tatuadores. E esse desinteresse é, sim, fruto de um preconceito enraizado na sociedade. 

+ Sobre ter orgulho de como se fala

Pigmentar a pele negra é um processo que requer mais atenção, porque, diferentemente das peles mais claras e pálidas, a melanina nas células da derme age como um filtro, escondendo alguns pigmentos mais claros que o tom da pele. Cabe aos tatuadores entenderem que eles vão possuir demandas de tatuar peles mais escuras, e se profissionalizarem ao redor disso, como Lucas fez e continua fazendo por aqui! 

Cuidados necessários 

É importante dizer aqui que a quelóide, aquela cicatriz saliente que surge em machucados, é mais comum na pele negra. No entanto, não é uma regra. Eu mesma tenho uma cicatrização maravilhosa. Vale entender se você tiver histórico desse tipo de cicatrização na sua família. Se possível, seria legal visitar um dermatologista para tirar a dúvida: quelóides são chatinhas de lidar.

Se não é o seu caso, maravilha. Ao tatuar, é só se atentar aos cuidados que com certeza o seu tatuador vai passar. Protetor solar sobre o desenho - inclusive em dias chuvosos e nublados, viu? -, limpeza diária com sabonete neutro e hidratação frequente. Assim, sua tatuagem fica lindona por muuuuuito tempo!

+ Medidas online que salvam a autoestima offline

Tatuagens são muito empoderadoras para mim. Inclusive, eu não gostava muito de expor meus braços por conta das cicatrizes que possuo neles - falei sobre elas nesse texto aqui. Hoje mostro com orgulho, e afirmo que as minhas tatuagens ajudaram nesse processo de autoaceitação. Me sinto, literalmente, uma tela pintada! 

Partiu tatuar? 

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

subtotal

Loading
Login efetuado com sucesso!