A Dra Marisa Gonzaga da Cunha responde tudo o que você sempre quis saber sobre pele oleosa

Reunimos todas as dúvidas da nossa comunidade sobre pele oleosa

Efeito rebote, brilho em excesso, medo de introduzir um novo produto na rotina de skincare (ainda mais se for um óleo!)... a gente sabe bem como é! Quem tem pele oleosa vive pisando em ovos quando o assunto é rotina de skincare.

Basta levantar o tema para chover experiências complicadíssimas que mexem com a nossa autoestima. Muitas de nós já sentiram tudo isso na pele e já contamos aqui como aprendemos a conversar com a nossa pele, a entender o que nos faz bem (ou não) e a entender que sim, se pode ter uma pele oleosa com viço e saudável.

É importante é entendermos como viver bem na nossa pele. E quem nos ajuda nesse passo hoje é a Dra Marisa Gonzaga da Cunha, Professora responsável pelas pós-graduações em Dermatocosmiatria da FMABC e Hospital Israelita Albert Einstein, que respondeu todas as dúvidas da nossa comunidade sobre pele oleosa.

Vamos iniciar essa conversa com o primeiro passo da rotina? Uma das maiores dúvidas de quem pele oleosa é: quantas vezes por dia devo lavar o rosto? Veja a seguir todos os ensinamento da dermatologista:

O primeiro passo: higiene

A lavagem do rosto deve ser feita uma ou duas vezes ao dia, sempre com um sabonete suave, independente de você ter pele oleosa ou não. Porque quanto mais você desengordura a pele, mais a pele resseca e mais óleo ela tenta fabricar pra compensar o ressecamento. E pode provocar um efeito rebote.

É importante que a gente entenda que o sebo é superimportante para a pele, ele que controla a nossa resistência, a penetração de substâncias e vai controlar o microbioma cutâneo que é o conjunto de de bactérias, fungos e vírus que colonizam a nossa pele e que se mantém saudáveis na presença do sebo de uma maneira adequada. Quando a gente retira demais esse sebo, você vai ter uma tentativa de recuperar essa substância que foi retirada, então é um mecanismo de rebote em que você vai fabricar mais óleo para compensar essa perda. Produtos muito adstringentes aumentam, pelo ressecamento, a penetração de substâncias irritantes e alergênicas, que podem desencadear uma dermatite de contato. Nos dias de inverno isso passa a ser mais importante ainda por conta do banho quente e da umidade relativa do ar mais baixa.

Para saber mais: Os cuidados com sua pele oleosa no inverno.

Matificantes: maquiagem e protetor solar

A pele oleosa precisa de alguns cuidados especiais e maquiagem específica para pele oleosa. Você pode passar um hidratante e passar uma maquiagem em cima, evitando produtos muitos densos que entupam os poros, produtos que têm um efeito matte muito evidente, porque isso tudo ajuda a obstruir e favorece o aparecimento da acne. A base matte é indicada para pacientes com pele oleosa e não com pele acneica, porque são duas coisas completamente diferentes.

Tem muito protetor solar com o efeito matte. Eles têm uma substância que absorve a gordura e ajuda a diminuir o brilho da pele. É importante saber que essas substâncias vão formar macro moléculas que entopem o poro.

Então vale lembrar que pele oleosa é quando você tem fabricação excessiva de gordura que é totalmente eliminada pela pele. Pele acneia é quando você fabrica muita gordura mas não consegue eliminar porque o poro é mais estreito. Então, se você usar substâncias que vão entupir os poros, a acne vai piorar. Os filtros solares com efeito matte ou para absorção de gordura devem ser usados somente nas peles oleosas.

Pele oleosa + sensível

A pele sensível pode estar relacionada tanto à dermatite atópica, que é típica dos riníticos, dos asmáticos, dos bronquíticos; ou pode estar relacionada com uma tendência para a rosácea. A rosácea está relacionada também à oleosidade excessiva. Por isso que usar produtos suaves, específicos para pacientes com acne, vai ajudar tanto na prevenção do desenvolvimento de rosácea como vai ajudar na sensibilidade da pele.

Hidratação

A hidratação é fundamental para evitar as rugas, pra ajudar a controlar a acne e controlar a oleosidade. E o ideal é usar no rosto, pescoço e colo, para evitar as rugas. No caso da acne, a hidratação vai evitar que os poros entupam e com isso formem os cravos.

Produtos certeiros para não desencadear o efeito rebote

São os produtos que têm em sua composição o ácido salicílico, nicotinamida [conhecida também como niacinamida], ceramidas, d-pantenol. São substâncias que tratam a pele e não aumentam a oleosidade, ajudam a controlar e têm um efeito calmante.
Consequentemente, a pele vai fabricar menos gordura.

Tônico adstringente pode aumentar a oleosidade?

Se ele for muito detergente, se ele for uma substância muito forte, ele vai retirar a gordura natural da pele. E há um esquema em que você tem uma tendência a tentar recuperar essa oleosidade natural que é saudável pra pele. O produto adstringente deve ser evitado em pacientes que tenham tendência a uma pele sensível, a uma pele mais seca e no caso dos pacientes com pele oleosa, usar sempre adstringentes suaves.

"A ideia de que a gente deve desengordurar muito a pele, é uma ideia completamente errada. Quanto mais você desengordurar, maior é a chance de você ressecar, desidratar e favorecer o aparecimento de acne".

Dra Marisa Gonzaga da Cunha

Pele oleosa, sensível e com acne: pode esfoliar?

Na pele sensível se deve evitar a esfoliação. Quando você tem a tendência para acne significa que você tem poros mais estritos que não conseguem eliminar a gordura fabricada na pele naturalmente de maneira adequada, acumulando dentro do poro. Se você usar produtos que acabam esfoliando, aumentando o ressecamento do óstio folicular, que é a saída da glândula, você tem ainda tendência a formar acne. Acaba virando um círculo vicioso: quanto mais esfolia, mais resseca, mais entope o poro, mais acumula gordura e mais forma espinhas.

Ordem do skincare para pele oleosa

Os cuidados com a pele devem sempre começar com a hidratação adequada, então: limpeza suave, hidratação e maquiagem. À noite, para retirar a maquiagem, você pode fazer: uma limpeza suave, demaquilante, hidratar e se for o caso, uma medicação específica para o tratamento da acne.

Para saber mais: Pele oleosa precisa ser hidratada sim!

Como controlar a oleosidade no decorrer do dia?

A oleosidade tem a ver com uma resposta aumentada da pele aos hormônios masculinos. E ela pode ser piorada pelo estresse, pela alimentação, principalmente a alimentação hiperglicêmica. Existem produtos específicos que controlam esses fatores desencadeantes da oleosidade. E o uso de hidratantes específicos para pele oleosa sempre ajudam porque eles têm em sua composição substâncias que vão tanto controlar a oleosidade como absorver a gordura. São maneiras indiretas de controlar a oleosidade da pele.

Pele que repuxa

"Pele oleosa e pele hidratada são duas coisas completamente diferentes".

Dra Marisa

Você pode ter uma pele oleosa e completamente desidratada. Então, na hora que você retira em excesso a oleosidade, a desidratação aparece. Por isso que o hidratante é superimportante.

Tomar sol sem se prejudicar tanto

A primeira coisa para tomar sol é estar com a pele hidratada. A hidratação por si só é um mecanismo de defesa contra a radiação solar. Ao lado disso, usar filtros solares de preferência com substâncias antioxidantes, que vão evitar os efeitos da radiação solar sobre a pele, que se baseiam fundamentalmente na oxidação, tanto das células como das proteínas da pele. Assim você aumenta o processo de proteção. Assim você acaba criando três mecanismos diferentes de proteção e consequentemente uma exposição mais segura.

Vitamina C

Dependendo do veículo a vitamina C pode desencadear acne sim. Alguns pacientes referem que quando começam a usar a vitamina C notam o aparecimento das espinhas. Por isso que o veículo ideal para a vitamina C é fundamental nesses casos.

As espinhas pioram no início de um tratamento?

Essa ideia de que as espinhas no início têm que piorar pra depois melhorar, é uma ideia completamente errada. Não tem nada a ver a piora, essa coisa de 'vou eliminar a sujeira da minha pele'. Isso na verdade é um conceito completamente errado e antigo. O tratamento adequado deve promover uma melhora da acne em três a quatro semanas independente da piora inicial.

Como ter certeza de que a pele é oleosa ou se a deixo oleosa?

Existem algumas indicações de que a pele é oleosa. Muitas vezes você realmente fica na dúvida se os cuidados inadequados é que estão deixando a pele oleosa ou se a pele é realmente oleosa. Aí nós temos que observar outras coisas que são indicativos, como por exemplo o cabelo que também é oleoso.

Qual assunto você gostaria de ver por aqui?

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading