Pele sensível: o que é, quais as características e como cuidar

Vermelhidão, inflamação e ressecamento são características comuns

A pele sensível é a dor de muita gente. Aliás, até já falamos aqui no blog sobre o crescente diagnósticos de sensibilidade na pele. Mas você sabe exatamente o que é, quais são as características principais ou até se há uma rotina especial de cuidados que pode auxiliar na hora de acalmá-la? Pois bem, hoje a gente vai te dar um montão de dicas. Anota aí!

pele sensível

Pele sensível: tipo ou estado de pele?

Existem quatro tipos de pele: oleosamistanormal e seca. "Todas elas podem ser sensíveis. Uma pele sensível é um tipo de pele também. Só que você pode ter uma pele oleosa sensível, uma pele mista sensível, uma pele seca sensível", explica a Dra. Monalisa Nunes, dermatologista consultora da Sallve.

+ Por que é tão importante conhecermos nosso tipo de pele

"A pele sensível é algo que você também não consegue mudar. Você consegue estar com a pele não sensibilizada, mas vai sempre ter uma pele sensível. Por exemplo, se você tem uma pele oleosa. No momento, ela pode não estar oleosa, porque você controla com a rotina, usa produtos de controle de oleosidade ou usa até medicação.Mas geneticamente, é uma pele que tende a oleosidade. É a mesma coisa para quem tem pele sensível", completa.

É como se a pele sensível fosse um tipo extra, que pode atingir todas as quatro. "É algo determinado geneticamente também. É da sua pele, você não consegue mudar. Você pode tratar, melhorar, mas sua pele sempre vai ser sensível. Ela se enquadra em todos os tipos basais de pele, não é mutável", finaliza.

Ou seja, para saber exatamente qual seu tipo e/ou estado de pele o melhor é sempre contar com um dermatologista, que é quem vai poder te ajudar a cuidar como cuidar da maneira mais correta possível.

Quais as características?

pele sensível é um diagnóstico que pode aparecer para você desde a infância até a velhice. É uma pele suscetível a vermelhidão, inflamação e ressecamento. Ela, no geral, tem uma composição mais fina do que peles tidas como "normais", com uma barreira cutânea mais frágil. Sendo assim, ela é mais suscetível, por exemplo, a reações alérgicas.

+ Pele irritada: como acalmar, tratar e usar o tempo a seu favor

Lembrando que é a barreira cutânea que, equilibrada, vai proteger sua pele de inflamações, irritações e até infecções, além de mantê-la hidratada. Essa barreira protetora/cutânea é uma barreira natural do nosso corpo que protege nossa pele de qualquer reação negativa, ajudando-a, ao mesmo tempo, a lidar com agressores externos, como a poluição.

Há vários tipos de diagnóstico?

Sim, é verdade há alguns tipos de diagnósticos. São eles:

  • Pele atópica: é a pele que desenvolve sensibilidade por fatores diretamente ligados a quadros alérgicos.
  • Pele naturalmente sensível: por conta de fatores genéticos. Eczema, rosácea e psoríase podem se encaixar facilmente neste grupo.
  • Pele sensível por reação ao ambiente: este tipo de sensibilidade ocorre como reação ao (como o próprio nome diz) ambiente que você frequenta. Pense em exposição solar, poluição e até fumaça de cigarro. Basta entrar em contato com alguns destes fatores e pronto, a irritação logo aparece.
  • Pele reativa: é aqui que se encaixa a pele sensível por reação a cosméticos. Inserir um novo ativo em sua rotina sem cautela, experimentando uma vez por semana para ir acostumando sua pele com a substância, por exemplo, pode resultar em inflamação e até uma crise de acne.
  • Pele fina: com o passar dos anos, nossa pele vai ficando mais fina, o que a torna mais frágil e suscetível a inflamações e irritações.
  • Pele sensível durante a gravidez: alterações hormonais durante a gestação também podem desencadear um quadro de pele sensível, ou aguçar condições já existentes, como dermatite.

Cada um destes quadros requer um cuidado específico. Por isso, observar sua pele com carinho e se dar tempo e espaço para ouvi-la é parte essencial deste diagnóstico. Além, é claro, de procurar um dermatologista!

pele sensível

Fatores que contribuem para a pele sensível

Como você viu ali nos tipos de diagnósticos, os fatores que contribuem para a pele sensível não são poucos.

+ Cuidados importantes ao inserir um cosmético na rotina de skincare

Entre eles, a poluição, fumaça, radicais livres, exposição ao sol, estresse, ansiedade, medicamentos, fatores hormonais, quadros alérgicos, fatores genéticos, doenças como rosácea, eczema e psoríase, entre outros. Um outro quadro que pode contribuir para quadros de pele sensível é o uso exagerado de cosméticos.

Como tratar a sensibilidade da pele?

Dra. Monalisa Nunes indica que peles sensíveis devem evitar esfoliação física, tônicos adstringentes e produtos voltados para peles acneicas e oleosas. Retinol e AHAs em altas concentrações, segundo ela, dificilmente são tolerados por peles sensíveis.

+ Pele sensível: você sabe qual é o seu tipo?

Para tratar a sensibilidade da pele, ela dá a dica: “afastar agentes que sensibilizam e irritam a pele, hidratar adequadamente com hidratantes com ativos que renovem a barreira natural de proteção da pele, utilizar protetor solar adequadamente, utilizar produtos com ação calmante e anti-inflamatória, próprios para peles sensíveis.”

Ingredientes amigos

Um dos ativos amigos é natural e daqueles que está sempre fresco na nossa memória quando o assunto é acalmar a pele. Se você pensou em camomila, acertou! Porém, para ser mais efetivo, o ideal é procurar nos ingredientes o nome Bisabolol, composto extraído da planta e que é o responsável por acalmar a pele, como aponta um estudo publicado pela Tshwane University of Technology, da África do Sul.

+ Pele sensível: aprenda a identificar ingredientes amigos e inimigos

Glicerinaceramidas e o ácido hialurônico são queridinhos na hora de manter a umidade da pele, já que são feras em retenção de água. Outra aliada é a Niacinamida (ou vitamina B3), importante para manter a hidratação da pele, já que o composto ajuda a aumentar a síntese de ceramidas naturais da pele.

Aloe vera (ou babosa) é conhecida faz um bom tempo por ter excelente ação no tratamento de queimaduras, cortes ou peles irritadas, ajudando a retardar casos de dermatite. Tem alta capacidade de hidratação e é anti-inflamatória, acalmando a pele.

+ Todos os tipos de pele precisam de hidratação?

Óleos vegetais, como calêndula e girassol, são ricos em ácidos graxos, que auxiliam na tarefa de mantê-la saudável. Eles ainda aceleram o processo de cicatrização de feridas e têm ação hidratante. Para garantir uma pele altamente hidratada, você também pode apostar na manteiga de karité.

pele sensível

Rotina de cuidados

Assim como todas as peles, as três etapas básicas do skincare são indicadas para quem tem pele sensível também: limpar, hidratar e proteger.

“A limpeza deve ser feita com produtos suaves, não mais que 2 vezes ao dia, de forma delicada, sem uso de buchas ou utensílios abrasivos”, aponta a Dra. Monalisa Nunes.

+ A importância de limpar a pele do nosso rosto

Águas micelares também são indicadas para limpeza. “São produtos de limpeza da pele efetivos, porém muito gentis, não interferindo na barreira natural de proteção da pele e prevenindo ressecamento”, diz a dermatologista.

Além de limpar o rosto com sabonetes suaves e não adstringentes e usar um bom protetor solar, a hidratação é um passo importante para manter a barreira de proteção forte e íntegra. Como te dissemos, a pele fica sensível quando essa barreira é agredida.

E quem tem pele sensível deve ter uma rotina mais intensa de hidratação? “Não mais intensa, mas deve-se escolher hidratantes que tenham as propriedades que ajudam na sensibilidade, ou seja, hidratantes mais específicos pra peles sensíveis”, afirma a Dra. Monalisa.

+ Por que é tão importante proteger a pele

Mas não posso usar outros produtos além de limpeza, hidratação e proteção? Pode sim, mas o ideal é consultar um dermatologista para entender o que faz sentido e o que pode ser benefício para sua rotina com pele sensível.

Um dica valiosa para quem tem pele sensível, quando falamos sobre como inserir novos cosméticos em nossas rotinas: comece com um de cada vez, em doses homeopáticas (alternando os dias, por exemplo), para ir acostumando a pele.

Mais uma dica? Experimente o novo cosmético que você quer inserir na sua rotina de skincare na pele do lado de dentro do seu braço, abaixo das axilas, sabe? Essa área tem a pele bem parecida com a do rosto quando se fala em sensibilidade. Se der alguma reação, de quebra, é fácil de esconder.

Pele sensível x pele sensibilizada

Tem diferença entre pele sensível e pele sensibilizada? Claro que tem! Como você já deve ter percebido no começo desse texto. A pele sensível é um tipo de pele, é contínuo, não mutável. Já o segundo é temporário.

+ Por que a pele sensível e a rosácea se acentuam com o cansaço?

"Quem tem pele sensível, sempre vai ter. O que é um estado de pele é a pele sensibilizada. Que pode ter sido (sensibilizada) por um fator aleatório. Eu não tenho pele sensível, mas fui para a praia e peguei um sol terrível e aí minha pele está sensibilizada. Ou, então, eu utilizei um produto, um ácido, e minha pele ficou sensibilizada, mesmo não tendo a pele sensível", esclarece a Dra. Monalisa.

Exatamente por isso que você consegue estar com a pele não sensibilizada, mas vai sempre ter uma pele sensível.

Pele seca pode ser considerada a mais sensível?

Segundo a Dra. Monalisa Nunes, isso não é verdade. “Pele seca não quer dizer pele sensível. Todos os tipos de pele podem ser sensíveis”, afirma.

Pele sensível repuxa?

Sim, além da pele seca, a pele sensível também pode apresentar a sensação de “repuxar”. Essa sensação acontece quando a barreira cutânea é alterada por algum fator e, com isso, a pele fica ressecada. 

+ Por que sentimos nossa pele repuxar?

“Quando essa barreira é alterada por algum fator (clima seco e/ou frio, exposição solar em excesso, stress, água quentesabonete em excesso ou produtos irritantes), há diminuição da produção de lipídeos dessa barreira, e com isso, as células da epiderme (camada mais superficial da pele) perdem a capacidade de reter água. O resultado é uma pele ressecada que ‘repuxa’”, explica a Dra. Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD).

A médica ainda completa: “A pele sensível e reativa tem uma maior tendência ao ressecamento. Estão relacionadas. A hidratação se faz necessária da mesma maneira.”

Quem tem pele sensível deve evitar o sol por longos períodos?

Sim, é verdade. Quem tem pele sensível deve evitar o sol por longos períodos, porque isso pode sensibilizar e ressecar ainda mais a pele. “Sempre usar protetor solar”, relembra a Dra. Monalisa Nunes. E essa parte é dica para todos as peles, ok?

Por que a pele sensível se acentua com o cansaço?

Quem sofre com a pele sensível, com a rosácea ou com outros quadros dermatológicos já deve ter sentido na pele que a emoção comanda muito em como está a nossa pele.

+ Rosácea: conheça o que pode melhorar e piorar a vermelhidão

A Dra Monalisa Nunes, dermatologista consultora da Sallve confirma que o que estamos sentindo se reflete diretamente no nosso rosto. "A rosácea é uma doença que tem muita interferência emocional, assim como a maioria das doenças de pele. Isso porque a pele tem resposta neuronal, a gente tem muitas terminações nervosas na pele. Muito do que a gente está sentindo é refletido na pele. E a rosácea é um desses exemplos".

"Quando você não dorme bem, você não dá o tempo da pele fazer as trocas que ela tem que fazer, se regenerar, fazer o detox que ela tem que fazer, então essa barreira de proteção fica pior, fica mais instável e isso gera uma piora geral na pele. Quem tem tendência a sensibilidade vai ficar com a pele mais sensível, quem tem tendência a oleosidade vai ficar com a pele mais oleosa, quem tem tendência a dermatite vai ficar com a pele com mais dermatite e quem tem tendência a acne, vai pior a pele. Então depende também dessa tendência natural de cada pessoa. O fator emocional interfere diretamente na pele", aponta a especialista.

Hidratante Reparador

Muitos produtos da Sallve podem ser benefícos para a pele sensível, mas tem um deles que é uma grande estrela: Prazer, Hidratante Reparador! Formulado especialmente para peles sensíveis, secas e ressecadas, mas com benefícios comprovados em todos os tipos de pele.

Um creme múltiplo que nutre e repara até as peles mais sensíveis e ressecadas, feito para tratar tanto o rosto quanto áreas específicas do corpo que pedem um alto poder de hidratação.

Uma fórmula que combina ingredientes emolientes e umectantes poderosos, como as ceramidas  e o pantenol, com propriedades calmantes e que auxiliam na reconstrução e cicatrização da barreira da pele.

Além de alfa-bisabolol, com ação anti-inflamatória, calmante e antioxidante, manteiga de karité, que hidrata criando uma barreira e reduz a perda de água, e eletrólitos, para garantir o balanço hídrico da pele.

Protetor Solar FPS 60

Tem um outro membro da família Sallve que pode ajudar não só a pele sensível, mas todas as peles: o Protetor Solar FPS 60.

Ele é um protetor solar para o rosto com acabamento hidratante e invisível na pele. Fórmula única que oferece uma multi defesa: além da alta proteção contra UVA/UVB, ele também protege sua pele contra os danos da luz azul e visível, infravermelho e poluição.

Com vitamina E e carnosina, tem ação antioxidante, que previne os sinais do tempo, e ação antiglicante, que ajuda a preservar o colágeno da sua pele. não-comedogênico e sem álcool, deixa um toque macio combinado com o viço incrível, sem esfarelar.

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

subtotal

Loading
Login efetuado com sucesso!