Ação antioxidante: Protetor Solar FPS 60 no combate aos radicais livres

O aumento da produção dos radicais livres contribui para o envelhecimento precoce da nossa pele, mas nosso Protetor Solar ajuda a combatê-los!

Nosso Protetor Solar FPS 60 está entre nós e trouxe com ele sua ação antioxidante. E, sim, a gente até sabe que filtros solares em si já tem, de certa forma, função antioxidante. Afinal, eles protegem da radiação UV, uma das maiores responsáveis quando o assunto é o aumento desenfreado de radicais livres.

Mas na fórmula do nosso tão pedido Protetor Solar, essa ação vai ainda mais longe, graças à combinação de ativos antioxidantes em sua fórmula, como a vitamina E, que é incrível quando o assunto é o combate a produção excessiva de radicais livres.

+ Como passar protetor solar (e reaplicar também)

Ação antioxidante

Radicais livres x ação antioxidante

Para começo de conversa, é bom lembrar que os radicais livres são moléculas instáveis liberadas pelo metabolismo do nosso corpo, e que apresentam um elétron que tende a se associar rapidamente a moléculas de carga positiva, podendo reagir e oxidar, causando danos a células saudáveis quando existentes em excesso.

+ Proteger a pele: por que devemos nos preocupar?

Sim, eles são produzidos naturalmente pelo nosso corpo desde sempre, mas são neutralizados por enzimas protetoras, o que é incrível. O que acontece é que, a partir dos 18 anos, há uma diminuição dessas enzimas, além, é claro, de fatores externos causarem um aumento excessivo nessa produção de radicais livres.

As consequências da ação dos radicais livres são diversas, como o envelhecimento precoce da nossa pele (por conta do aumento da degradação do colágeno e elastina), hiperpigmentação e, em alguns casos específicos, melanoma.

+ Protetor Solar sem white cast: o que isso quer dizer?

Notou que dissemos ali que “fatores externos” causam um aumento excessivo nessa produção de radicais livres? Pois bem, não é apenas o sol: a poluição, a luz azul, o infravermelho, a alimentação e o consumo de álcool, por exemplo, também são responsáveis pelo aumento da produção de radicais livres na nossa pele.

Carnosina, vitamina E e mais

Na fórmula do nosso Protetor Solar, o combate à produção excessiva desses radicais livres acontece, além da proteção contra a radiação UV em si, graças a alguns ativos antioxidantes na nossa fórmula do Protetor Solar FPS 60.

+ 13 hábitos que aceleram o envelhecimento da pele

Já até conversamos aqui no blog sobre a importância de associar protetores solares com ativos antioxidantes, lembra? De acordo com artigos científicos, os filtros solares bloqueiam apenas 55% dos radicais livres produzidos pela exposição aos raios UV. Para otimizar a proteção UV, é importante usar protetores solares combinados a um antioxidante, seja na mesma fórmula ou não.

“A melhor forma de proteger a pele é usar protetor solar. Ele é o produto que mais tem evidência científica na prevenção do envelhecimento. Alguns filtros já têm associação de hidratantes e antioxidantes. É importante conversar com seu dermatologista para avaliar o mais indicado para sua pele”, já alertou por aqui o Dr. Damiê Villa, dermatologista.

+ Antioxidantes são os melhores amigos da pele cansada

Na nossa fórmula, contamos com três ativos antioxidantes: a carnosina, além de função anti-glicante, também é antioxidante. Ela combate o radical livre hidroxil, que é um grande “destruidor” de proteínas. Com isso, ela consegue proteger contra os danos causados pelas radiações UV, infravermelha, luz azul e visível, regulando ainda a síntese de MMPs (enzimas que degradam a matriz extracelular, degradando colágeno) e de melanina também.

Em outra via, temos a vitamina E, que é um antioxidante presente na nossa pele, mas que vai diminuindo ao longo do tempo. O seu benefício mais conhecido e amplamente estudado é o de combater os radicais livres, que são resultado de estressores ambientais diários. Assim, o composto ajuda a proteger a pele contra esses danos, prevenindo o envelhecimento precoce.

Além disso, a vitamina E também atua como um inibidor na produção de colagênase, uma enzima que destrói o colágeno, que por sua vez é responsável por dar firmeza para a nossa pele, junto com a elastina.

+ Flacidez facial: o que pode ajudar a dar firmeza para o rosto

Por fim, mas não menos importante também contamos com uma combinação de três extratos (frutas cítricas, babosa e brócolis), conhecidos por seu potencial de combater os danos causados pela poluição e, consequentemente, sua ação antioxidante.

E aí, que tal incluir o Protetor Solar na sua rotina diária? Com FPS 60, ele tem uma defesa multifacetada, que oferece proteção contra os danos da poluição, luz azul, luz visível e infravermelho.

+ Luz Azul x luz visível: o que é e como se proteger

Além da vitamina E e sua ação antioxidante, ele também conta com a carnosina, que entre múltiplos benefícios, é também é antiglicante, protegendo as fibras de colágeno e e elastina, ajudando a manter sua pele mais firme.

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading