#vivasuapele: Letícia e o valor da paciência com a própria pele

Em uma conversa sincera, a mato-grossense fala sobre acne, cuidados com a pele e liberdade

É sempre bacana conhecer as histórias e entender melhor como as pessoas descobrem a liberdade de estar na própria pele. E a nossa comunidade é recheada de histórias incríveis, como é o caso da Letícia Camila Alves de Moura, de 22 anos, dona do @pelesecrets. Nascida em Cuiabá e atual moradora de Campo Verde, no Mato Grosso, ela já teve muitas questões com a pele acneica, já quis ter a “pele perfeita” e aprendeu um tanto nessa jornada.

Acne: o início de tudo para a Letícia

Assim como para muita gente, a Letícia começou a dar mais atenção para a pele e realmente procurar cuidados mais específicos por conta da acne, que surgiu ainda na adolescência e foi bastante incômoda. “Há mais de quatro anos, tive um surto de espinha muito grande e não tem como, acaba afetando a autoestima da mulher”, relembra a professora de redação e inglês. “Ainda mais quem gosta de passar uma maquiagem as vezes. Ou até mesmo ter essa liberdade de ficar sem maquiagem. Queremos estar contentes com o que vemos no espelho. Eu tive esse surto de espinhas e nada resolvia”, completa.

+ 8 mitos sobre a acne: desvendando para aprender a tratar

A Letícia procurou um dermatologista e fez um tratamento por seis meses com medicamento. Mas tratar a acne é um processo longo e uma rotina de cuidados diária, com acompanhamento de um especialista, pode ser extremamente benéfica para o quadro.

Durante esse processo, a Letícia começou a entender que paciência é uma palavra-chave. “O que eu entendi da minha pele é que cada pele tem um processo diferente. E, muitas vezes, a gente tenta se encaixar no processo de alguém. Eu tentava! Porque quando a gente tem acne, a gente tenta ter outras referências para saber o que vai funcionar para gente. Não podemos ter isso como regra”, aponta.

+ Acne: afinal de contas, quais são as causas das espinhas?

“Mesmo que seja uma pele acneica, a minha pele tem o meu processo, meu tempo de cicatrização, de uniformização. Então, eu preciso ter paciência e me aceitar. Saber que ela (a pele) faz os seus processos, mas é no tempo dela. Muitas vezes o que funcionou para outra pessoa não vai funcionar para mim. E vice-versa. Eu aprendi muito a ter paciência e aceitar o processo da minha pele.”

Letícia Alves de Moura

Sallve e o Antioxidante Hidratante

Ainda no período de tentar entender o que a sua pele precisava e com o que ela se dava bem, a Letícia conheceu a Sallve, mais precisamente um queridinho de muita gente. “Vi alguns influenciadores que eu acompanhava em um lançamento de Dona Sallve. Era o Antioxidante Hidratante, a primeira fórmula de vocês. Aí, falei: cara, por que não? Já tentei de tudo! E por tudo o que falavam bem da fórmula, pensei que precisava testar. Foi aí que eu comprei e comecei a usar no meu dia a dia”, conta.

+ Como agem os antioxidantes da fórmula do Antioxidante Hidratante?

A professora conta que começou a perceber que a pele estava mais uniforme e mais hidratada. "Todos os hidratantes que eu já tinha usado deixavam minha pele oleosa, o que não era legal porque minha pele já era acneica. E foi aí que eu me apaixonei pela Sallve. A cada lançamento eu já ia consumindo, confiava 100% e era só sucesso”, se diverte, contando também que, sempre que pode, “espalha a palavra da Sallve” por aí e converte muitas pessoas.

Rotina diária da Letícia

Mas nem só de Antioxidante Hidratante vive a Letícia, ela também é fã de um outro produto muito amado: o Sérum Antiacne.Antioxidante Hidratante é o preferido, mas agora no meu coração também tem o Sérum Antiacne...ficou difícil!”, brinca.

+ Tônico Renovador: seus benefícios para a pele acneica

“Atualmente, eu faço uma boa limpeza, depois passo o Tônico Renovador. Aqui é bem calor, principalmente, nesses últimos meses do ano. Então, o Tônico ajuda a controlar a oleosidade e, a minha parte preferida, melhora real a aparência dos meus poros. Fica muito mais uniforme a textura e o tom. Depois, venho com o Sérum Antiacne, que graças a Deus, depois desse produto...de verdade, de coração, nunca mais me deu Maskne, que é um problema que me dava muito por causa da máscara”, conta.

A Letícia também conta com o auxílio do Sérum Antiacne para ajudar a secar espinhas pontuais, que surgem durante os períodos menstruais, por exemplo. “Depois, passo o Antioxidante Hidratante, que eu já uso desde que o mundo é mundo, eu sempre reponho a fórmula. Depois, passo o Protetor Solar, que é meu último passo”, finaliza.

+ Por dentro da fórmula: como cada ingrediente do Sérum Antiacne trata a acne

“A Sallve me ajudou muito nesse processo de recuperação da minha autoestima a cada dia que eu usava um produto e via uma melhora, uma uniformização da pele. O Tônico Renovador melhorou o aspecto dos meus poros. A minha pele tinha um pouco de cicatrizes devido à acne. E o amor da minha vida: o Sérum Antiacne, que seca minhas espinhas que é uma beleza e ajuda na minha maskne, que eu não tinha achado nada que resolvesse. A Sallve me ajudou nessa parte da autoestima, que eu ia recuperando a cada dia.”

Letícia Alves de Moura
Letícia Alves de Moura

Liberdade é cuidar de si mesma!

A Letícia Alves é professora, como já te dissemos, mas também abriu uma conta no Instagram para falar sobre produtos que testa, rotinas de beleza e sua vida com a acne. E a primeira publicação que fez foi justamente sobre os produtos da Sallve. “Comecei (a conta no Instagram) ali no início da minha pandemia. Sempre tive isso (de compartilhar experiências no Instagram), como um hobby. Desde que comecei a cuidar da minha pele, fiquei fascinada por esse mundo. E era cuidar de mim, sabe? Porque todas as coisas que eu fazia eram para os outros ou era para o trabalho. Quando eu comecei a fazer isso por mim, foi algo libertador. Foi algo para mim, um cuidado que me deixa melhor. Aumenta minha autoestima”, explica.

+ Cicatrizes de acne: fazendo as pazes

“Tive essa ideia, essa vontade de compartilhar com todo mundo no Instagram, para ajudar as pessoas que também tinham acne. Porque o que faltava, na minha referência, eram pessoas que tivessem acne e falassem: olha, talvez não funcione para você...procure um dermatologista. Eu, pelo menos, não conhecia. Além de produtos que realmente ajudam no dia a dia. Não só para pele, mas para beleza também. Com tudo o que eu passei, talvez o meu processo tenha o poder de ajudar outras pessoas também”, conta ainda.

Se pudesse dar uma dica para as pessoas que também estão enfrentando a acne e conhecendo a própria pele, a Letícia é certeira: “Aceita o seu processo. Tenha paciência com você, aceite os seus limites. Nem todo dia você vai ter paciência ou disciplina para cuidar da sua pele. Às vezes a gente cansa, se frustra quando não vê um resultado. O seu processo é individual e é só seu. Então, tenha paciência, aceite os seus limites, faça coisas que você gosta quando você não está legal naquele dia para cuidar. Mas tenha disciplina e paciência com você nesse processo.”

+ #vivasuapele: Carol e a pele com acne

Para terminar, a Letícia volta falar sobre liberdade: “Comecei a me sentir livre na minha pele quando entendi que não era só aparência, que a pele perfeita não existe. Sempre vai ter algo que a gente quer mudar, uma manchinha ou uma cicatriz, mas a partir do momento que eu faço o que está ao meu alcance, o que eu puder ter na minha pele, eu tenho a liberdade de sair, de me amar, de me cuidar. Então, liberdade para mim é ter a consciência de que você faz o que pode pela sua pele. Não só sobre a aparência dela”, finaliza.

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

subtotal

Loading
Login efetuado com sucesso!