Adoção responsável - A melhor companhia em todas as horas

Está se sentindo sozinho na quarentena e pensando em adotar um bichinho? Vamos falar sobre adoção responsável e lar temporário ;)

As notícias oscilam neste período de pandemia e enquanto em uma região do Brasil lemos que o abandono de animais cresceu durante a quarentena, em outras, a procura de adoção de cães e gatos aumentou.

É fato que nos sentimos sozinhos. E que um gato, um cachorro ou outro animal doméstico nos ocupa com tarefas ao mesmo tempo em que nos conforta e deixa todo mundo dengoso. Mas será que essa é a hora certa de seguir o impulso e adotar um animal? Enquanto celebro o aumento das adoções, fico com um pé atrás ao ler estas estatísticas.

Adoção responsável

Adotar um animal é um compromisso a longo prazo. Não é uma companhia só para estes períodos tristes em que passamos o dia inventando o que fazer assim que terminamos o horário do home office.

Se é bom ter animal em casa? É maravilhoso! Pra mim, a diferença entre uma casa e um lar se faz também na presença de um bichinho na família. Mas isso vale para a minha vida. Não significa que todo mundo tem que ter um cachorro ou gato. Quem viaja muito, tem uma agenda super apertada, sai cedo e entra tarde... precisa organizar muito bem a sua rotina antes de tomar essa decisão. E é aqui que mora o perigo: nessa fase em que estamos 24/7 dentro de casa, bate aquele vazio. A vontade de ter um gato fofinho que vem amassar o pão na tua barriga, que ronrona... Ou de um cachorro que te diverte e que te acorda pra pedir carinho, é bem presente.

Antes de agir por impulso e correr adotar um animalzinho, pense em como vai ser a tua vida quando o ritmo voltar ao normal. Você vai dar conta de conciliar a vida do animal de estimação nos teus horários? Fez as contas de quanto custa ao ano a ração, consulta no veterinário, vacinação, banhos? (Sim, é preciso falar também de dinheiro. E esse é inclusive, um dos itens questionados quando se cadastra para a adoção).

Facebook Instituto Santo Pet

Se sente pronto para a adoção?

O G1 publicou uma matéria com indicação de canil e gatil para quem está procurando um novo membro para a família, além de quatro indicações de protetores de animais:
1. tempo livre dos novos donos em casa ajuda na adaptação dos animais;
2. enfrentamento da pandemia é bom momento para praticar a solidariedade e novos afetos
3. mas a 'solidão da quarentena' não deve ser único motivo para adoção
4. rotina da família pós-quarentena precisa ser considerada, para evitar abandonos

Lar temporário

Se você gostaria de ter a companhia de um gato ou cachorro, mas não sabe se vai conseguir organizar a tua vida depois da quarentena, você pode oferecer um lar temporário até que o bichinho seja adotado. Muitos protetores de animais recorrem a essa ajuda para conseguir administrar os candidatos a adoção.

O importante é que seja claro desde o primeiro dia que se trata de um lar temporário e não de uma adoção que ganhou outro destino depois de um ou dois meses, combinado?

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading