Os 3 ácidos da fórmula do Tônico Renovador

Por que o Tônico Renovador foi formulado com 3 ácidos?

O Tônico Renovador é um dos produtos mais queridos pela nossa comunidade. Vencedor nas categorias glicólico e tônico do Melhores do ano 2020/21 do Boniclub, ele tem 7% AHA (alfa-hidroxiácidos): 4% de ácido glicólico, 2% de ácido málico e 1% de ácido lático.

+ Alfa-hidroxiácidos: o seu guia completo para os superstars do skincare

Mas por que um tônico com 3 ácidos?

Fabiana de Souza, farmacêutica de formação profissional e Pesquisadora Sênior no time de Pesquisa e Desenvolvimento da Sallve, explica que a escolha de três ácidos na concentração total de 7% ao invés do uso único do ácido glicólico nesta mesma concentração foi para garantir uma menor possibilidade de sensibilização da pele: "Por isso escolhemos os dois outros ácidos que, além de agregarem suas propriedades únicas à mistura de ativos, promovem uma renovação efetiva trazendo mais suavidade à formulação", afirma.

+ Tônico Renovador x Esfoliante Enzimático: entenda as diferenças

Isso, porém, não dispensa os cuidados necessários de quando inserimos um alfa-hidroxiácido na rotina: é necessário limpar bem a pele antes de aplicar o tônico e finalizar com o protetor solar caso o uso seja diurno. Durante a semana de introdução do Tônico Renovador na sua rotina, use-o em dias alternados, seguindo para o uso diário depois do período de adaptação - assim você dá tempo para que sua pele se acostume aos ativos. Outra dica importante é sempre alternar seu uso com o Esfoliante Enzimático, caso você tenha esse passo na sua rotina.

+ Alfa-hidroxiácidos: como inseri-los na sua rotina de skincare

A esfoliação química

Diferente da esfoliação física ou mecânica, que funciona pelo atrito promovido por pequenas partículas, a esfoliação química acontece com a ausência de grânulos. E como ela é feita? Com substâncias químicas seguras, aqui os alfa-hidroxiácidos, que fazem com que as células mortas se desprendam, deixando a “pele renovada”. Ou seja, com viço, uma textura e tom uniformes, poros desobstruídos e consequentemente minimizados. Ao aplicar o Tônico Renovador, você não precisa promover o atrito para estimular a esfoliação, e pode optar por passar com as mãos ou com a toalhinha, como a Julia Petit ensina abaixo:

Qual o peso dos 3 ácidos?

Os pesos dos 3 ácidos

Os pesos dos ácidos que promovem a esfoliação química podem variar em intensidade, desempenho e também em risco de irritação. Ou seja, um pode ter maior desempenho; mas ao mesmo tempo, também pode ter um maior risco de uma resposta inflamatória. Por isso a nossa fórmula foi equilibrada com os extratos anti-inflamatórios e calmantes de Hamamélis, Alcaçuz e Physalis, ativos que ajudam a reduzir ao máximo as possibilidades de sensibilização da pele

+ Sérum Uniformizador e Tônico Renovador: dá pra usar junto?

O peso é expresso em daltons, uma unidade de medida para demonstrar a massa de substâncias:

Ácido glicólico: é o que tem menor peso molecular, permitindo sua penetração mais profunda na pele, proporcionando resultados mais rápidos e eficazes do que os outros AHAs. O seu peso equivale a 76,05 daltons.

Ácido lático: com peso molecular intermediário, 90,08 daltons, ele não penetra tão profundamente nas camadas da pele. O ácido lático é parte do Fator Natural de Hidratação (NMF) da nossa pele, que é um grupo de moléculas umectantes primordiais para a retenção de água na pele.

Ácido málico: com maior peso molecular, 134,09 daltons, ele é o mais suave, bom para prevenção de cravos e espinhas, ajudando a deixar a pele iluminada e viçosa.

+ AHAs e BHAs: a combinação que é um sucesso para pele acneica

https://www.youtube.com/watch?v=GCp8K_Q9-F0&feature=emb_title

Como os 3 ácidos agem na nossa pele?

  • Renovação celular: os alfa-hidroxiácidos agem diminuindo a coesão entre as células superficiais da pele, promovendo a renovação celular. Quando há um acúmulo de células mortas na camada córnea, a pele fica opaca, sem brilho e sem vitalidade. Mas quando estimulamos essa renovação, mantemos a pele saudável e com viço. O que significa: com poros desobstruídos, com tom e textura da pele uniformizadas e manchas leves clareadas.
  • Produção de ceramidas: o ácido lático estimula a produção de ceramidas, que constitui a camada de gorduras que formam a barreira cutânea, contribuindo para que a proteção da nossa pele se mantenha restaurada, íntegra e saudável.
  • Produção de colágeno: o ácido glicólico estimula a produção de colágeno, proteína responsável por deixar a pele mais resistente e elástica.
  • Hidratação: o ácido málico é um umectante, capaz de reter umidade e manter a sua pele hidratada. Enquanto que o ácido lático é parte do Fator Natural de Hidratação (NMF) da nossa pele, que retém a umidade da pele, portanto, hidratação prolongada, controlando a oleosidade e sem ressecar a pele.
  • pH em equilíbrio: o ácido málico tem uma excelente capacidade de ajudar a manter o pH equilibrado por mais tempo, por apresentar um comportamento de tampão.

Alguns estudos e referências usados para este texto

An antiaging skin care system containing alpha hydroxy acids - NCBI

Hydroxy Acids, the Most Widely Used Anti-aging Agents - NCBI

Applications of hydroxy acids: classification, mechanisms, and photoactivity - NCBI

Philipp Babilas,Ulrich Knie, Christoph Abels. Cosmetic and dermatologic use of alpha hydroxy acids

Alpha Hydroxy Acids - FDA

Alfa-hidroxiácidos: aplicações cosméticas e dermatológicas - UFRGS.

DenizeScreminFam, Silvia Patrícia de Oliveira - Universidade Tuiuti do Paraná - AHA - a ação dos alfa-hidroxiácidos no envelhecimento cutâneo

Uso dos AHAs em formulações cosméticas - Unicruz

Tem alguma dica, dúvida ou sugestão? Fale com a Sallve. A gente adora trocar experiências!

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

subtotal

Loading
Login efetuado com sucesso!