Alergia ao sol? Conheça 3 problemas que são comuns no verão

O que é a alergia ao sol e quais são outros problemas que podem acometer sua pele durante a estação mais quente do ano

Já falamos aqui no blog sobre alguns problemas que aparecem na pele durante o verão, mas a lista sempre pode crescer mais um pouco, né? Conversando com o Dr. Jardis Volpe, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia, descobrimos algumas alterações curiosas que costumam dar as caras durante essa época do ano. Você já ouviu falar na alergia ao sol, por exemplo?

Aqui listamos três delas, para você se prevenir desde já!

Crédito: Unsplash

Alergia ao sol

“A alergia ao sol é uma reação exagerada do sistema imune aos raios solares, que provoca uma reação inflamatória nas regiões mais expostas ao sol como braços, mãos, região do decote e rosto, causando sintomas como vermelhidão, coceira e bolinhas brancas ou avermelhadas na pele. Em casos mais graves e raros, essa reação pode até surgir na pele coberta pela roupa”, conta o Dr. Jardis Volpe. 

Acne solar 

A acne solar, como é conhecida, costuma aparecer alguns dias após a exposição intensa e atinge áreas como o rosto, pescoço, ombros, tórax e costas. “A exposição solar sem fotoproteção resseca bastante a pele, mas logo depois vem o efeito rebote, resultando na produção de sebo em excesso como tentativa de repor sua hidratação”, afirma o dermatologista. 

+ Conheça o Sérum Antiacne da Sallve: ação e prevenção em uma só fórmula!

Outro fator que pode causar a intensificação da acne solar no verão é o fato de aproveitarmos mais tempo em piscinas e no mar. A água clorada e a água salgada contribuem para o ressecamento da pele, aumentam a produção de sebo e causam piora nos quadros de oleosidade. “Por isso, além da proteção solar, é importante tomar uma ducha de água doce e hidratar a pele após sair da praia ou da piscina”, completa.

+ Afinal, esses truques de redes sociais para a acne funcionam mesmo?

Crédito: Pexels

Erupção de calor

Esse problema acontece quando nossas glândulas sudoríparas são bloqueadas e o suor produzido não consegue evaporar. Isso causa uma inflamação, que resulta em uma erupção. Os sintomas são: inchaços vermelhos na pele e sensação de coceira.

“A erupção de calor pode ser evitada com roupas adequadas para dias quentes e úmidos, de preferência largas e leves. A utilização do ar condicionado e do ventilador também ajudam a prevenir o problema, pois fazem o ar circular”, afirma.

Crédito: Pexels

E qualquer pessoa pode apresentar essa alergia? Sim, de acordo com o exagero na exposição solar, mas costuma se manifestar, principalmente, em pessoas de pele mais sensível. 

O diagnóstico da alergia, assim como a indicação do tratamento, deve ser feito por um dermatologista, através da observação dos sintomas e da avaliação do histórico do paciente. Geralmente, é feito com pomadas calmantes ou com corticóides. Dependendo da gravidade, também podem ser indicados antialérgicos por via oral. 

Protetor Solar

protetor solar da sallve

O Protetor Solar da Sallve FPS 60 protege sua pele diariamente com acabamento hidratante e invisível na pele. Sua fórmula única oferece uma multi defesa: além da alta proteção contra UVA/UVB (com PPD 25,5), ele também protege sua pele contra os danos da luz azul e visível, infravermelho e poluição.

Com vitamina E e carnosina, ele tem ação antioxidante, que previne os sinais do tempo, e ação antiglicante, que ajuda a preservar o colágeno da sua pele. Não-comedogênico e sem álcool, ele deixa um toque macio combinado com o viço incrível, sem esfarelar.

Tem alguma dica, dúvida ou sugestão? Fale com a Sallve. A gente adora trocar experiências! 

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

subtotal

Loading
Login efetuado com sucesso!