O que é barreira cutânea e qual sua função na nossa pele?

Onde exatamente está a barreira cutânea da sua pele, para que ela serve e como mantê-la sempre íntegra - afinal de contas, ela é a proteção da sua pele!

barreira cutânea (ou de proteção) é uma superstar quando falamos de pele. Ela é realmente importante para a sua saúde como um todo e, antes que você ache que estamos exagerando, saiba que ela é responsável por proteger a epiderme, o que é muita coisa! Duvida? A gente te explica tintim por tintim.

Barreira cutânea

A barreira cutânea e as camadas da pele

Antes de mais nada, é preciso entender que a pele é composta por camadas. De baixo para cima, temos a hipoderme, um tecido subcutâneo, constituído por células adiposas, fibras de colágeno e vasos sanguíneos; a derme, que é a intermediária - e que por sua vez é dividida em outras duas camadas, a papilar e a reticular; e a epiderme, a camada mais superficial e que é dividida em cinco camadas: basal, espinhosa, granular, lúcida e córnea.

+ Barreira cutânea x barreira lipídica: qual a diferença?

A camada córnea é mais externa da epiderme, formada por células mortas, sem núcleo e achatadas, tipo lâminas. Nela, as células se ligam por lipídios epidérmicos, ceramidas que protegem a pele. E é justamente acima desta camada que está a barreira cutânea!

O que é a barreira cutânea?

A barreira de proteção é a camada mais exposta da pele e também é conhecida pelo nome de manto hidrolipídico, por ser um filme ultrafino formado por lipídeos, que são em sua grande maioria ceramidas.

Para ficar ainda mais claro: a barreira cutânea é composta por células da camada córnea e substâncias que unem essas células (ceramidas, colesterol, ácidos graxos livres). Ou seja, é como se a barreira fosse um muro perfeito. Sendo que os tijolos são as células e as gorduras são o cimento que une esses tijolos da melhor maneira possível.

Barreira cutânea

O que ela faz?

As funções da barreira cutânea são fundamentais para a saúde do corpo. Ela impede a perda de água, ou seja, impede que nossa pele fique desidratada.

+ Tipo de pele ou estado de pele? Entenda a diferença

Além disso, é um mecanismo de defesa do nosso organismo, que não permite a penetração de agentes externos na nossa pele, retendo substâncias nocivas somos expostos diariamente, impedindo assim infecções e irritações.

Outro ponto é que ela determina o pH da pele, fazendo com que haja condições ideais para que bactérias consigam viver na superfície da pele e nos proteger de alguns microrganismos nada bacanas.

Como exatamente ela protege a pele?

Para responder essa pergunta, pedimos a ajuda de uma especialista, a Dra. Monalisa Nunes, dermatologista consultora da Sallve.

A verdade é que a há alguns mecanismos que fazem a barreira cutânea proteger a nossa pele, o primeiro é ser uma barreira física mesmo. "As células estão umas juntinhas das outras e com a camada de queratina por cima, que ajuda a deixar impermeável. Ajuda a pele sobreviver e vencer traumas, como atritos, diferenças de temperatura, vento, poluição, dentre outros", explica a Dra.

+ Como a poluição pode prejudicar a sua pele?

"Também tem a questão de que na barreira cutânea temos células de defesa, que protegem nossa pele e nosso corpo contra bactérias, fungos – claro, que na medida do possível! Temos células de defesa, como alguns ácidos graxos e óleos na pele, que são antibacterianos, antifúngicos, que vão ajudar nessa barreira de proteção", completa.

Barreira cutânea

Ela pode ser danificada?

Com certeza! Alguns hábitos (uso de água muito quente, exposição solar, produtos de limpeza do rosto muito agressivos...) podem acabar ajudando a danificar o manto hidrolipídico, causando algumas rachaduras naquele muro de proteção perfeito que temos na pele, deixando nosso organismo exposto, como já dissemos anteriormente.

Como notar que está danificada?

"O primeiro sinal, o mais clássico de quando a barreira de proteção está danificada, é a sensibilidade da pele. É aquela vermelhidão, aquela ardência, coceira, que muitas vezes a gente não sabe nem de onde veio, né? Mas já é um sinal de que a barreira está danificada", aponta a Dra. Monalisa Nunes.

+ Os 5 minutos que valem ouro entre a limpeza facial e a hidratação

A especialista ainda conta que depois da vermelhidão, coceira ou ardência, ainda há outros sinais podem indicar uma barreira cutânea frágil. “Outras coisas mais drásticas, que são doenças que tem base nisso, como as infecções bacterianas, fúngicas e virais da pele, que podem acontecer se essa barreira estiver danificada”, completa.

Como manter a barreira de proteção íntegra?

A melhor forma é ter uma rotina de cuidados com a pele equilibrada. Utilizar um agente de limpeza que seja próprio para sua pele, que não vai ressecar demais ou agredir, além de manter uma rotina de hidratação frequente, com um hidratante que seja adequado. A hidratação é uma das coisas que mais mantém a barreira de proteção da pele íntegra.

+ 5 mitos sobre hidratação da pele para sabermos já!

Além disso, a Dra. Monalisa Nunes alerta para o uso de protetor solar, já que a radiação UV é uma forma de agredir a barreira cutânea. Além disso, ela aconselha evitar instrumentos ou ações que vão deixar a pele mais sensível ou irritada, como uma depilação muito agressiva ou uso de roupas que não sejam confortáveis para pele.

Então, anote algumas outras dicas para manter a barreira da sua pele saudável e íntegra:

  • Não use água muito quente. Isso pode acabar irritando a pele e prejudicando a barreira cutânea. Prefira a água morna.
  • Não use produtos de limpeza agressivos, pois eles removem substâncias que são nutritivas e hidratantes, algo essencial para manter a barreira da pele saudável. Produtos sem álcool na sua composição podem ser valiosos. O uso de substâncias muito detergentes na pele pode ser prejudicial também.
  • Nada de esfoliantes muito abrasivos e também não abuse do uso de esponjas. Elas podem irritar a pele e remover lipídios.
  • Proteja sua pele do sol, todos os dias. A exposição ao sol é uma das principais causas de uma barreira da pele danificada.

Vale lembrar que alterações genéticas, doenças dermatológicas e o envelhecimento também podem causar alterações na barreira cutânea. Por isso, a importância de procurar um dermatologista e entender melhor o que acontece na sua pele.

Hidratação é o poder!

Já falamos aqui que a hidratação é a principal maneira de manter sua barreira de proteção inteirinha. Mas por quê? Bem, a hidratação devolve para pele exatamente os ativos que são perdidos quando a barreira está danificada.

+ O excesso de hidratação pode ser um problema?

"A maioria dos hidratantes, que falamos que são hidratantes de reparação da barreira, têm os ativos que a pele naturalmente tem e acaba perdendo. Então, alguns ácidos graxos essenciais, ceramidas, b-pantenol, ácido hialurônico. Esses ativos que a pele perde e conseguimos restituir com uma hidratação adequada, deixando a pele equilibrada novamente. A hidratação é a base”, afirma a Dra. Monalisa Nunes.

A dermatologista ainda alerta que uma das primeiras coisas que a gente perde no dia a dia é justamente a hidratação, tanto por conta de fatores ambientais (calor, vento, sol, poluição), quanto o uso de cosméticos muito adstringentes, abrasivos ou secativos, que acabam desidratando a pele com mais facilidade.

+ Os 4 passos da rotina diária de skincare

Lembra do “muro” que falamos antes? É preciso sempre manter aquele cimento que une os tijolos em boas condições!

Não esqueça que não é só do rosto que estamos falando aqui. Quando falamos de barreira da pele, falamos do corpo inteiro. Portanto, capriche no hidratante e mantenha sua pele mais feliz e saudável, ok?

E não se esqueça...consultar um (a) dermatologista é sempre a opção mais correta e saudável para cuidar da melhor forma possível da sua pele! ;)

Referências e estudos usados para este texto

Skin barrier

Skin Barrier Function

Your skin's Barrier: Why it's sucha a big deal

The skin barrier in healthy and diseased state

Filaggrin in the frontline: role in skin barrier function and disease

Função de Barreira da Pele e pH Cutâneo

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading