Efeito rebote na oleosidade: o que é, o que causa e como controlar

A condição está associada ao aumento de oleosidade na pele, justamente quando estamos tentando removê-la completamente do nosso rosto

Quem tem pele oleosa está sempre na luta para deixar a cútis equilibrada e livre da oleosidade excessiva. Porém, na constante busca por se livrar desse "incômodo", acabamos sendo vítimas do tão falado efeito rebote.

O que acontece é que quando removemos excessivamente o "óleo" da nossa pele, muitas vezes acabamos mandando a hidratação embora também. Assim, para proteger nossos lindos poros, o organismo responde produzindo mais sebo, algo que quem tem pele oleosa não quer ver nem pintado de ouro.

A dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia, contou que produtos mais abrasivos,  alcalinos e com mais esfoliação acabam mudando o pH da pele.

Crédito: Unsplash/Matthew Cabret

"Com isso, há um estímulo que é uma tentativa de proteção que o organismo faz quando eu não tiro só o excesso de oleosidade: tiro o excesso e a proteção natural. Quando isso ocorre e não hidrato a pele logo na sequência, a única maneira que o organismo tem de tentar se defender dessas agressões sofridas é produzindo mais gordura", explicou.

Porém, engana-se quem pensa que o efeito rebote só acontece em que tem a tão falada pele oleosa. Os dermatologistas garantem que acontece em todos os tipos de pele, justamente pelo uso de produtos muito agressivos.

Toda pele tem uma quantidade de sebo que protege e dá viço ao rosto. Não há motivo para você querer que sua pele fique tão matificada assim. A Mari Inbar já até falou da importância disso aqui na Sallve.

Como controlar

Se você já ouviu falar que equilíbrio é tudo nessa vida, saiba que na pele não é exceção. Usar produtos que ressecam demais o rosto, estimula justamente o que você não quer ver na sua pele. Nada em excesso pode ser bom, lembra?!

Por exemplo, lavar o rosto demais é furada. O ideal é de duas a três vezes ao dia, com produtos suaves, assim, você mantém a barreira de hidratação natural da pele e não estimula ainda mais a produção de sebo.

Crédito: Unsplash

Outro ponto é que não adianta nada limpar a pele e pular a parte da hidratação. Pele hidratada, tem menos chances de sucumbir ao efeito rebote. Para quem sofre com o excesso de oleosidade, o ideal é procurar hidratantes seborreguladores, em gel, sérum ou loção.

Então, é melhor evitar cosméticos?

É claro que não! Os dermocosméticos são grandes aliados. Para quem tem pele oleosa, que é a que mais tem tendência ao efeito rebote, na hora da limpeza é importante usar produtos que sejam livres de sulfatos, e álcool, por exemplo. Já produtos com Hamamélis podem ser uma boa pedida.

Na hora de hidratar, a Argila pode ser uma super aliada, já que ajuda a absorver o óleo e a se livrar das impurezas da pele, deixando os poros limpos e claros, sem excessos. (Aliás, fique de olho aqui no blog, logo falaremos mais sobre a argila!)

Para quem quiser saber mais sobre ingredientes amigos, já fizemos um post para quem sofre com a acne e também para pele oleosa.

Vale lembrar… consultar um (a) dermatologista é sempre a opção mais correta e saudável para cuidar da melhor forma possível da sua pele, combinado? ;)

 Algumas referências e estudos usados para este texto

Crédito: Giphy

 Oily Skin: A review of Treatment Options

Entenda as causas da pele oleosa e como se proteger do problema

Oily skin: How To Treat The Rebound Effect Of Acne

How to control oily skin

Do Oils Make Your Skin Less Oily?

Tem alguma dica, dúvida ou sugestão? Fale com a Sallve! A gente adora trocar experiências!

vamos conversar?