Graus de mancha e quando o Sérum Uniformizador pode ajudar

Já parou para pensar por que as manchas se formam?

Graus de mancha

O nosso Sérum Uniformizador chegou para ajudar quem sofre com manchas, agindo como tratamento e prevenção, e atuando também em olheiras e linhas finas - além de uniformizar a textura e hidratar a pele. Mas quando falamos sobre manchas, o assunto é profundo e leva diversos fatores em consideração. Aqui nós vamos mergulhar nos graus e tipos de mancha para saber quando os dermocosméticos realmente podem ajudar.

+ Sérum Uniformizador: o que acontece ao interromper o tratamento de manchas?

Ah, e como já te dissemos por aqui mais do que uma vez, mancha é coisa séria e, antes de qualquer coisa, o ideal é sempre procurar um dermatologista para que o tratamento seja correto, saudável e eficaz, tá?

Por que as manchas surgem?

Tem muito a ver com o processo de formação da melanina, a famosa melanogênese. Além disso, há vários fatores que podem desencadear esses distúrbios, fazendo com que as manchas apareçam na pele.

“As manchas acontecem por distúrbio na produção de melanina pontual, podendo ter como desencadeante a radiação UV, traumas, distúrbios hormonais, medicamentos, entre outros”, explica a Dra. Camila Rosa, dermatologista.

+ Afinal, como as manchas se formam?

Há graus de mancha?

A resposta mais rápida é: sim, elas podem ser superficiais ou profundas. E para entender melhor essa história é legal relembra um pouco sobre as camadas da pele.

De baixo para cima, temos a hipoderme, um tecido subcutâneo, constituído por células adiposas, fibras de colágeno e vasos sanguíneos; a derme, que é a intermediária - e que por sua é dividida em outras duas camadas, a papilar e a reticular; e a epiderme, a camada mais superficial e que é dividida em cinco camadas: basal, espinhosa, granular, lúcida e córnea.

+ Pode usar o Sérum Uniformizador e o Antioxidante Hidratante juntos?

A camada córnea é a mais externa da epiderme, formada por células mortas, sem núcleo e achatadas, tipo lâminas. Nela, as células se ligam por lipídios epidérmicos - ceramidas que protegem a pele. Justamente acima desta camada que está a barreira cutânea, que age como um escudo protetor de todas as agressões externas. “O grau de mancha vai depender do mecanismo de formação. A mancha pode se restringir à camada mais superficial da pele, a epiderme, ou pode ser mais profunda, dérmica”, aponta a Dra. Camila Rosa.

Produtos uniformizadores podem ajudar manchas dérmicas?

Em geral não, por questão de permeabilidade: o cosmético não consegue atuar nessa camada mais profunda da pele. Para tratar graus profundos de mancha, o tratamento normalmente é bem mais invasivo, feito em consultório dermatológico, com lasers e peelings, por exemplo. Tá vendo como é importante procurar um dermatologista para entender mais sobre aquela manchinha que te incomoda?

+ Como o Sérum Uniformizador age antes, durante e depois da mancha

Que tipos de mancha o Sérum Uniformizador ajuda a tratar?

Graus de mancha

Existem muitos tipos de mancha, algumas mais graves, outras mais comuns. Para cada tipo há um tratamento específico que deve ser levado em consideração.

Porém, quando pensamos no Sérum Uniformizador, três desses tipos se beneficiam muito com o produto. São eles:

  • Melasma: manchas de sol de tom marrom, provocadas pelo excesso de exposição solar ao longo da vida e também associada a hormônios. Essas manchas aparecem principalmente no rosto, mas podem, sim, aparecer em outras partes. É mais frequente em mulheres.  Lembrando: por ser uma condição crônica, que pode ser causada por diversos fatores (como genética e alterações hormonais), é sempre bom ter um acompanhamento médico de um dermatologista de sua confiança.
  • Melanose solar: também chamada de lentigo solar, são manchas de diferentes tons de castanho, variando de milímetros a alguns centímetros de diâmetro, em áreas expostas ao sol, como o rosto, dorso das mãos e dos braços, colo e ombros. São mais frequentes em pessoas de pele clara. Elas surgem porque a radiação ultravioleta induz o aumento de melanócitos (célula que produz o pigmento que dá a cor à pele) e a sua atividade, produzindo as manchas.
  • Hipercromias pós-inflamatórias: são manchas que surgem após um processo inflamatório na pele, como a acne, uso de ácidos sem proteção solar, uma reação alérgica, picada de inseto, etc. Aqui também entra a mancha causada pelo limão (fitofotodermatose). Uma substância da fruta cítrica (furocumarinas) combinada com a exposição solar acaba promovendo uma inflamação na pele. Essa inflamação estimula a produção de melanina, causando a mancha.

E aí: que tal inserir o Sérum Uniformizador na sua rotina de skincare? Poderoso no tratamento e prevenção de manchas, olheiras pigmentares e linhas finas, a fórmula multifuncional pode ser usada na área dos olhos, rosto e corpo e age antes, durante e depois da mancha, hidratando, uniformizando não só o tom como a textura da pele e ainda devolvendo toda a sua luminosidade.

O Sérum Uniformizador combina retinol biomimético, responsável por uniformizar textura e tom sem sensibilizar, a niacinamida 5% que reduz a pigmentação excessiva, o nanoácido tranexâmico e o alfa-arbutin, que regulam o início da produção da melanina. Já o óleo de rosa mosqueta entra na fórmula com suas ações antioxidante, hidratante e cicatrizante.

Tem dúvidas, quer saber mais ou quer sugerir um tema? Fale com a Sallve. A gente adora trocar experiências!

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading