Retinol biomimético: tem as mesmas propriedades que a vitamina A?

Ele pode ter origem vegetal ou biotecnológica e se propõe a atuar sem riscos ou efeito indesejados

Os retinóis biomiméticos podem ser desconhecidos para muita gente, mas a verdade é que eles podem ajudar bastante a nossa amada pele. Nós já citamos esse nome aqui no blog da Sallve algumas outras vezes e já te contamos que ele pode ser uma alternativa mais suave e até segura. Mas você deve estar curiosa (o) e se perguntando: o que é isso, no final das contas?

Crédito: Pexels

Quem responde é o Carlos Praes, responsável por pesquisa e desenvolvimento da Sallve: "São ingredientes que substituem os retinóides tradicionais, clássicos, para o consumidor, mantendo os atributos de eficácia relacionados ao mercado de cuidados pessoais. São substâncias de origem vegetal ou biotecnológica que se propõe atuar na pele sem riscos ou efeitos indesejados causados pelo retinol".

Para quem não sabe, o Retinol, também conhecido como Vitamina A, é um ingrediente queridinho de muita gente e que, comprovadamente, melhora a aparência de sinais e marcas de expressão, além de estimular a produção de colágeno e promover a renovação celular.

Mas é exatamente igual?

A coisa não é tão simples assim. O retinol tem diversas aplicações para a saúde humana. Então, não podemos dizer que os biomiméticos possuem todas as propriedades exatamente iguais.

Crédito: Pexels

Para a pele, a alternativa natural desse composto, também conhecida como retinol-like, pode ser derivada de Psoralea corylifolia, Extrato de Bidens Pilosa ou Linum Usitatissimum, por exemplo, e apresentam efeitos realmente semelhantes.

“No caso de cuidados da pele, em que desejamos efeitos de renovação celular, estímulo a síntese de colágeno e elastina, uniformização do tom da pele, melhora no aspecto geral do relevo e atuação na acne, sim! Eles possuem propriedades similares, mas nem sempre pelo mesmo mecanismo biológico. Mas o que importa é o resultado final esperado pelo consumidor”, afirma Carlos Praes.

E qual a vantagem?

A eficácia do retinol e do ácido retinóico são super reconhecidas por estudos científicos há muitos anos. Desde então, a indústria cosmética evoluiu bastante e muita coisa boa vem sendo descoberta, possibilitando alternativas aos ingredientes mais tradicionais.

Crédito: Pexels

No caso do retinol biomimético, o ingrediente promete ter ação mais suave na pele e trazer novos benefícios, sendo uma alternativa a ser considerada pelos consumidores.

“O retinol é conhecidamente aceito como ingrediente teratogênico - qualquer substância, organismo ou agente físico, que, estando presente durante a vida embrionária ou fetal produz uma alteração na estrutura ou função da descendência -, o que não é bom. Além disso, é um ingrediente fotoinstável, isso quer dizer que se usado durante o dia o efeito ruim pode ser maior que os bons oferecidos por ele”, completa Carlos. 

Vale lembrar! Consultar um (a) dermatologista, é sempre a opção mais correta e saudável para cuidar da melhor forma possível da sua pele, combinado?

Quer saber mais sobre algum assunto? Tem alguma dúvida ou sugestão? Fale com a Sallve. A gente adora trocar experiências!

vamos conversar?

buscar

sua sacola

  • Loading