70% da nossa pele é água: já parou pra pensar nessa relação?

Vamos te contar um pouquinho sobre como funciona a regulação de água na nossa pele

A gente fala muito sobre hidratação e o quanto é importante manter a pele com bons níveis de água para que ela não fique desidratada e a barreira cutânea, que é tão importante para nossa proteção, permaneça forte e íntegra. Isso sem falar na hidratação do nosso corpo como um todo, tão vital para saúde (beba água, tá?).

Mas você já parou para pensar em como funciona exatamente a regulação de água na nossa pele? Como ela se move pelas camadas dela? Como a retemos? Hoje é o dia de falar de falar sobre essa relação incrível, essencial e perfeita da água com a pele. Primeiro, alguns pontos muito bacanas, que tem tudo a ver com nosso papo de hoje:

+ Por que é tão importante hidratar a pele?

  • Sabia que 70% do nosso corpo é composto por água, mas essa porcentagem diminui ao longo da vida? Em um adulto, ela chega a 65% e, nos idosos, pode chegar a 50%.
  • Outro ponto é que a pele, o maior órgão do corpo humano, é composto por 70% de água. Ou seja, a pele manter o equilíbrio entre ganho e perda de água é fundamental.

Equilíbrio é a chave

Uma pele normal, por exemplo, precisa ter um equilíbrio entre a absorção e perda de água. Existem alguns elementos principais, que são responsáveis por auxiliar nessa regulação e que precisam ser explicados pontualmente para que você entenda o processo todo. Para isso, contamos com a Dra. Monalisa Nunes, dermatologista consultora da Sallve. São eles:

  1. NMFs: Fatores Naturais de Hidratação da pele, que são moléculas umectantes que retém água na epiderme. As mais importantes são ácido lático e ureia.
  2. Aquaporinas: canais proteicos na membrana dos queratinócitos. Eles permitem a passagem de água pela epiderme, camada que não possui vasos sanguíneos para fazer essa troca. Essa circulação de água é essencial para a pele.
  3. Camada córnea: é a última camada da pele. É formada por um compensado de células mortas, queratina e lipídeos. Essa junção é essencial para manter a água dentro da pele evitando sua evaporação acelerada.

“Basicamente, o equilíbrio entre esses fatores é que regula o nível de água na pele”, aponta a dermatologista. “O processo de hidro-regulação cutânea é algo que envolve todo o corpo e tem influência de fatores ambientais também. É um processo natural, porém complexo efetuado pelo nosso corpo”, complementa.

+ Por que é tão importante hidratar sua pele antes da maquiagem

O que é hidro-regulação cutânea?

Exatamente por ser sensível à deficiência de água, precisando dela para se manter íntegra e saudável, a pele conta com o mecanismo de hidro-regulação cutânea, que é o equilíbrio entre dois pontos: água estática e água dinâmica.

+ O que a água faz pela nossa pele?

A água estática é aquela que não circula pela pele, está aderida em moléculas fixas como os NMFs (fatores naturais de hidratação). Já a água dinâmica é a que circula, principalmente, por meio dos vasos sanguíneos e aquaporinas.

“A hidro-regulação cutânea é o processo de equilíbrio entre esses dois pontos. É o processo de ganho e perda de água, que é determinado por diversos outros fatores, como temperatura ambiental e corporal, ingestão de água, hidratação tópica, hormônios, metabolismo, uso de medicamentos, etc”, explica a Dra. Monalisa Nunes.

Como água se move pelas camadas da pele?

A pele do corpo é formada por três camadas unidasepiderme, a mais externa; derme, a intermediária, formada por fibras de colágeno, elastina e gel coloidal; e a hipoderme, a última delas, basicamente composta por células de gordura.

+ Por que sentimos nossa pele repuxar?

Na derme e hipoderme, a água é transportada e distribuída principalmente pelos nossos vasos sanguíneos. Já na epiderme, que não é vascularizada, ela é transportada através das aquaporinas, canais que permitem a passagem de água, como já te contamos.

Perda Transepidérmica de Água (PTA)

A pele é responsável por facilitar as trocas de água com o ambiente. Vai da derme para a superfície e evapora. Esse processo se chama Perda Transepidérmica de Água (PTA).

A PTA tem muito a ver com a barreira cutânea, filme ultrafino formado por lipídios, que impede a perda excessiva de água. Se essa barreira estiver danificada (seja pele uso de água muito quente, exposição solar, produtos de limpeza do rosto muito agressivos...), a velocidade dessa perda de água para o ambiente aumenta.

Ou seja, água e barreira cutânea tem tudo a ver. É necessário manter esse manto hidrolipídico íntegro para que ela não evapore muito rapidamente para o ambiente.

+ Barreira cutânea x barreira lipídica: qual a diferença?

A melhor forma de manter essa barreira saudável é ter uma rotina de cuidados com a pele equilibrada. Utilizar um agente de limpeza que seja próprio para sua pele, que não vai ressecar demais ou agredir, além de manter uma rotina de hidratação frequente, com um hidratante que seja adequado.

A hidratação é uma das coisas que mais mantém a barreira de proteção da pele íntegra. Ela devolve para pele exatamente os ativos que são perdidos quando a barreira está danificada. "A maioria dos hidratantes, que falamos que são hidratantes de reparação da barreira, têm os ativos que a pele naturalmente tem e acaba perdendo. Então, alguns ácidos graxos essenciais, ceramidas, b-pantenolácido hialurônico. Esses ativos que a pele perde e conseguimos restituir com uma hidratação adequada, deixando a pele equilibrada novamente. A hidratação é a base”, afirma a Dra. Monalisa Nunes.

A dermatologista ainda alerta que uma das primeiras coisas que a gente perde no dia a dia é justamente a hidratação, tanto por conta de fatores ambientais (calor, vento, sol, poluição), quanto o uso de cosméticos muito adstringentes, abrasivos ou secativos, que acabam desidratando a pele com mais facilidade.

Olá, Hidratante Reparador!

E sabe quem pode ajudar a deixar sua barreira cutânea forte e íntegra? O nosso Hidratante Reparador, um hidratante múltiplo, não comedogênico, para rosto e corpo. Só ele nutre e acalma peles secas e sensibilizadas, repara danos e restaura regiões extremamente ressecadas.

Uma fórmula que combina ingredientes emolientes e umectantes poderosos como as Ceramidas e o Pantenol, com propriedades calmantes e que auxiliam na reconstrução e cicatrização da barreira da pele. 

Ele também tem Alfa-Bisabolol com ação anti inflamatória, calmante e antioxidante; Manteiga de Karité, que hidrata criando uma barreira e reduz a perda de água; e Eletrólitos, para garantir o balanço hídrico da pele. O Hidratante Reparador foi formulado especialmente para peles sensíveis, secas e ressecadas, mas com benefícios comprovados em todos os tipos de pele.

Formulado especialmente para peles sensíveis, secas e ressecadas, mas com benefícios comprovados em todos os tipos de pele, o Hidratante Reparador repara regiões ressecadas como mãos, cotovelos e pés, reduz a vermelhidão, deixa a pele luminuosa e com toque macio, previne acinzentamento e descamação e é um cremão vegano, sem silicone, óleo mineral ou crueldade.

E aí: que tal inserí-lo na sua rotina de skincare?

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

subtotal

Loading
Login efetuado com sucesso!