Pele sensível x pele sensibilizada: tem diferença?

Pele sensível e pele sensibilizada são mais um exemplo da diferença entre tipo e estado de pele.

Aprender a cuidar da nossa pele começa pelos passos mais simples. O primeiro deles é reconhecer seu tipo de pele. Afinal, saber seu tipo de pele é o que vai determinar quais ingredientes você deve usar, ou como escolher o produto certo para que sua pele funcione bem e esteja sempre equilibrada. Mas além de saber seu tipo de pele, vem mais um truque nessa jornada da pele: diferenciar entre tipo e estado de pele. Lembra de quando te ensinamos sobre as diferenças entre pele seca e pele desidratada? Pois bem: hoje vamos falar sobre as diferenças entre pele sensível e pele sensibilizada.

+ Pele sensível: você sabe qual é o seu tipo?

pele sensível pele sensibilizada

Pele sensível x pele sensibilizada: tipo e estado de pele são diferentes!

A diferença mais crucial entre a pele sensível e a pele sensibilizada é que a primeira é um tipo de pele, enquanto a segunda é um estado de pele. Ou seja: o tipo de pele pode te acompanha por toda a sua vida, e é determinado por fatores genéticos. A pele sensível pode sofrer de alergias e irritações causadas pelo uso de cosméticos inadequados, alguma maquiagem ou até mesmo outros fatores que não causariam reações em uma pele de outro tipo. Outra curiosidade é que ela, no geral, tem uma composição mais fina do que peles tidas como "normais", com uma barreira cutânea mais frágil. Sendo assim, ela é mais suscetível, por exemplo, a reações alérgicas.

Já o estado de pele é temporário, e causado por fatores externos. No caso da pele sensibilizada, pode pensar aí em banho quente, excesso de produtos de skincare, exagero na remoção da oleosidade da pele e procedimentos estéticos, por exemplo, que afetam a barreira cutânea da pele e podem fazer com que ela tenha reações adversas, como coceira, irritação, ardência, descamação ou vermelhidão.

+ Por que a pele sensível e a rosácea se acentuam com o cansaço?

Outro ponto importante sobre pele sensível e pele sensibilizada? Ambas podem ter diversos tipos: "Você pode ter uma pele oleosa e sensível, seca e sensível e daí por diante", explica Dra. Monalisa Nunes, dermatologista consultora da Sallve: "A sensibilidade da pele é uma categoria extra aos tipos de pele convencionais que conhecemos e que estão ligados à produção de sebo".

Mas uma pele pode se tornar sensível com o passar dos anos? Pode sim. O estresse, tratamentos invasivos como quimioterapia, doenças crônicas como a diabetes e a exposição a materiais sensibilizantes também podem transformar sua pele em uma pele sensível.

+ Hidratante Firmador na pele sensível: essa combinação dá match?

Excesso de cosméticos e a hipersensibilização da pele

Um dos maiores responsáveis pelo crescente fenômeno dos diagnósticos de pele sensível é o uso exagerado de cosméticos - sejam eles fortes demais para sua pele ou ainda uma rotina de muitos passos. "Esses diagnósticos vêm crescendo cada vez mais e geralmente é pelo excesso de produtos usados. As pessoas estão se informando cada vez mais, o que é uma coisa positiva, mas por outro lado essa autonomia se reflete no uso incorreto de produtos. A pessoa acaba querendo ter todos os benefícios de todos os produtos e seus ativos mas sem o discernimento de saber escolher qual é o melhor momento para usar, se pode fazer uma combinação entre dois produtos diferentes, e tudo isso contribui para cada vez mais diagnósticos de peles sensíveis", analisa Dra. Monalisa.

Por isso é tão importante tomar alguns cuidados ao inserir um novo cosmético na sua rotina e, mais ainda, contar sempre com o acompanhamento de um dermatologista.

Pele seca x pele sensibilizada: tratamentos

A abordagem ao tratar tipo e o estado da pele também são diferentes. O tratamento do tipo de pele é permanente, e pode manter-se o mesmo a vida inteira. Já o tratamento do estado da pele acontece para tratar aqueles sintomas passageiros: "Quando uma pele está sensibilizada, os cuidados são os mesmos de uma pele sensível", diz Dra. Monalisa. "A única diferença é que na pele sensível esse cuidado acontece continuamente como prevenção, enquanto na pele sensibilizada os cuidados são pontuais, que vêm acompanhados da recomendação de evitar os gatilhos que causaram aquela sensibilização".

Você já conhece nosso Hidratante Reparador? Só ele nutre e acalma peles secas e sensibilizadas, repara danos e restaura regiões extremamente ressecadas. Sua fórmula não comedogênica combina ingredientes emolientes e umectantes poderosos como as ceramidas Biomiméticas e pantenol, com propriedades calmantes e que auxiliam na reconstrução e cicatrização da barreira da pele. O alfa-bisabolol entra com ação anti inflamatória, calmante e antioxidante, enquanto a manteiga de karité hidrata criando uma barreira e reduz a perda de água. Para completar, os eletrólitos garantem o balanço hídrico da pele.

Como os produtos da Sallve ajudam a manter a barreira cutânea da sua pele íntegra

O Hidratante Reparador formulado especialmente para peles sensíveis, secas e ressecadas, mas seus benefícios são comprovados em todos os tipos de pele, e ele pode ser usado no corpo todo. O Hidratante Reparador reduz a vermelhidão e acalma, deixando a pele luminosa e com toque macio. Ele também previne acinzentamento e descamação e é é um cremão vegano, sem silicone, sem óleo mineral e sem crueldade.

E aí: que tal inserí-lo na sua rotina de skincare?

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

subtotal

Loading
Login efetuado com sucesso!