Por que é tão importante proteger a pele

Radiação ultravioleta, poluição, luz visível e até baixa umidade do ar são alguns dos motivos para levar a sério essa preocupação

Ah, a importância de usar protetor solar! A gente aposta que você já ouviu mais de mil vezes sobre isso e não é para menos: esse é o melhor (e mais famoso!) jeito de proteger sua pele. Inclusive, é um passo básico da rotina de skincare, está até naquelas mais enxutas: limpar, hidratar e proteger.

proteger a pele

Mas você já parou para pensar qual a real importância de proteger a pele? Do que você está se resguardando? É só do sol? Então, vamos lá para algumas respostas!

Por que proteger a pele?

A sua pele protege seu corpo de várias maneiras. Nossa pele forma uma barreira contra a invasão de bactérias ou outros riscos ambientais que podem ser perigosos para saúde. Glândulas sudoríparas e vasos sanguíneos ajudam a controlar a temperatura do corpo. Ah, também há terminações nervosas que permitem que você sinta!

+ Camadas da pele: quais são e como funcionam

E quantas vezes já falamos aqui que ela pode te alertar quando alguma coisa não vai bem no seu corpo? Uma mancha, uma alergia, uma erupção cutânea, uma coloração diferente. Esses são só alguns fatores que ajudam a dimensionar a importância da nossa pele.

Deixar de protegê-la impacta diretamente na sua saúde, no envelhecimento precoce, entre vários outros fatores. "Proteger é essencial para não sofrermos uma queimadura do sol, não desenvolvermos um câncer de pele por conta da exposição prolongada a radiação ultravioleta, para não termos processos alérgicos, já que a pele é a barreira principal contra os alérgenos, e também para não envelhecermos mais rapidamente", alerta o Dr. Alberto Cordeiro, dermatologista.

Do que devemos proteger?

"Da radiação ultravioleta, que é o sol; do infravermelho, que é o calor produzido por essa radiação; da poluição e também para o caso de uma baixa umidade relativa do ar. Também é preciso proteger a pele da luz visível, que é a iluminação emitida por lâmpadas e pela tela do computador ou celular", esclarece ainda o dermatologista.  

Protetor Solar FPS 60: conheça sua defesa multifacetada

Radiação solar

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, estudos mostram que pelo menos 70% da radiação solar que recebemos durante a vida é adquirida no dia a dia, e somente 30% da radiação é obtida durante momentos de lazer. Impressionante, né? Ou seja, é preciso usar protetor solar em dia de semana ou final de semana. Proteger é preciso seja em casa ou na praia!

UVA, UVB, FPS, PPD: o que são as siglas do Protetor Solar?

E por quê? A exposição da nossa pele ao sol sem proteção (mesmo no inverno) pode causar manchas, queimaduras, piora de doenças luz de pele já existentes (além do surgimento de outras, como o melasma) e até câncer de pele.

Nessa listinha de consequências da radiação ultravioleta presente nos raios solares na sua pele, está ainda o envelhecimento precoce, consequência direta de um processo de aceleração da oxidação cutânea. Aqui, além de proteger com protetor solar, antioxidar pode dar aquela força extra à proteção contra os danos dos raios solares.

“A melhor forma de proteger a pele é utilizar um protetor solar. Ele é o produto que mais tem evidência cientifica na prevenção do envelhecimento. Alguns filtros já têm associação de hidratantes e antioxidantes. É importante conversar com seu dermatologista para avaliar o mais indicado para sua pele”, alerta ainda o Dr. Damiê Villa, dermatologista.

+ 13 hábitos que aceleram o envelhecimento da pele

De acordo com artigos científicos, os filtros solares bloqueiam apenas 55% dos radicais livres produzidos pela exposição aos raios UV. Para otimizar a proteção UV, é importante usar protetores solares combinados a um antioxidante tópico (olá, Antioxidante Hidratante!).

Inclusive, a vitamina C, por exemplo, é capaz de neutralizar os radicais livresmoléculas soltas de oxigênio nas células e que aceleram o processo de envelhecimento da pele. Já te contamos aqui que ela não fornece uma proteção completa a exposição solar, mas em uso combinado com o protetor solar pode elevar a proteção contra os raios de sol. Motivos fortes para você pensar nessa combinação, né?

Como passar protetor solar (e reaplicar também)

Luz visível

Não pense que a luz visível é um problema menor do que a luz solar. A luz visível é emitida por lâmpadas, celulares, televisão, computadores e outras telas, por exemplo. Ela pode penetrar a pele mais profundamente e agravar problemas, como o melasma, promovendo uma pigmentação mais difícil de tratar.

Além disso, é uma das maiores responsáveis pelo envelhecimento precoce da pele, aumentando a produção de radicais livres. Consequentemente, a pele fica menos viçosa e saudável, favorecendo o aparecimento de sinas e linhas de expressão. A luz azul, parte com maior energia dentro da luz visível, pode causar manchas e queimaduras, entre outros problemas, como apontam alguns artigos científicos.

Benefícios do sol para a saúde: muito além da vitamina D

Quer uma comparação? Segundo dermatologistas, 48 horas de exposição à uma tela de computador correspondem a quase o mesmo nível de exposição de 20 minutos sob o sol do meio-dia. Sim, é necessário proteger!

A melhor forma de proteger sua pele dos danos da luz azul é usando filtros solares físicos, ou seja: com óxido de ferro em sua composição. São os filtros com cor, que formam uma barreira física (daí seu nome) contra a luz visível. Quer reforçar a proteção? Você pode conversar com seu dermatologista sobre o uso de antioxidantes tópicos e orais.

Sabe outra coisa que ajuda? Lançar mão daqueles recursos dos seus gadgets que ajustam as cores da luz da tela dependendo do horário, como o Night Shift no iPhone. Há vários aplicativos, aliás, que você pode baixar para transformar a luz dos seus eletrônicos do azul para o amarelo / alaranjado.

Poluição

A poluição nada mais é do que uma mudança ou atividade que degrada o meio ambiente, afetando suas características físicas, químicas e/ou biológicas. Além do meio ambiente, a poluição também traz danos para nossa pele.

“Essas substâncias que ficam no ar em grandes cidades – monóxido de carbono, sílica, fuligem etc. - acabam acumulando na pele. Elas vão obstruir os poros e dificultar que as células de defesa atuem da melhor forma, sofrendo um processo de regulação um pouco descontrolado. Há um aumento na ‘fabricação’ de radicais livres, devido à presença desses poluentes. A pele pode ficar com um quadro inflamatório maior”, explica a dermatologista Dra. Fernanda Junqueira.

+ Sabia que nosso Limpador Facial é antipoluição?

A especialista alerta também que pacientes que já têm a pele com acne ou rosácea, por exemplo, pode até ter uma piora no quadro inflamatório por conta do acúmulo de partículas de poluição. Por isso, que é importante fazer uma limpeza de todos esses resíduos e usar produtos que impeçam que essas partículas de poluição grudem tanto na pele.

Verdades e mitos sobre Protetor solar

Com a ação dos radicais livres, um outro fator pode aparecer na jogada: o envelhecimento precoce. “A radiação ultravioleta em parceria com a poluição contribui nesse processo (de envelhecimento). As pessoas que se expõe à poluição e não fazem a limpeza adequada ou não usam nenhum fator de proteção podem apresentar um processo de envelhecimento mais pronunciado. Sinais, poros dilatados, enfim, até mesmo manchas em alguns quadros clínicos”, aponta ainda a médica. Aqui a dica é limpeza (já conhece nosso Limpador Facial?) e proteção!

O Protetor Solar da Sallve

O Protetor Solar da Sallve FPS 60 protege sua pele diariamente com acabamento hidratante e invisível na pele. Sua fórmula única oferece uma multi defesa: além da alta proteção contra UVA/UVB (com PPD 25,5), ele também protege sua pele contra os danos da luz azul e visível, infravermelho e poluição.

Com vitamina E e carnosina, ele tem ação antioxidante, que previne os sinais do tempo, e ação antiglicante, que ajuda a preservar o colágeno da sua pele. Não-comedogênico e sem álcool, ele deixa um toque macio combinado com o viço incrível, sem esfarelar.

E aí: que tal inserí-lo na sua rotina de skincare?

Vale lembrar! Consultar um (a) dermatologista é sempre a opção mais correta e saudável para cuidar da melhor forma possível da sua pele! ;)

Tem alguma dica, dúvida ou sugestão? Fale com a Sallve. A gente adora trocar experiências!

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading