Por que é tão importante a reposição da sua barreira lipídica pelos nossos Limpador Facial e Esfoliante Enzimático

Sabe por que esse passo é tão importante?

Sempre que falamos sobre a nossa pele - especialmente a oleosa, batemos muito na tecla da barreira cutânea da nossa pele. É que foram tantos anos da gente achando que tez limpa pra valer é pele repuxando, sem qualquer vestígio de oleosidade, tantas décadas achando que não podia hidratar de forma alguma pele oleosa - confundindo oleosidade com hidratação -, que nos esquecemos de levar em conta a proteção da nossa pele.

"Essa sensação de pele hiper seca e repuxando, pra muita gente, é 'ufa, consegui tirar toda a umidade e oleosidade'. Não é verdade. Você está estragando sua pele, sensibilizando sua pele".

Julia Petit

A pele repuxando acontece quando você usa uma fórmula composta por tensoativos muito agressivos para a cútis, e acaba a sensibilizando. Por quê? Por que você não apenas tirou as células mortas da sua pele, você tirou junto toda a barreira lipídica que sua pele tem e que precisa ter para ser saudável.

Qual é a função da barreira lipídica da nossa pele?

Como já aprendemos, é ela que impede que nosso corpo se desidrate, defendendo o nosso organismo de agressões externas. Quando ela está danificada, você pode ter vermelhidão, sensibilidade e o temido efeito rebote - que nada mais é do que uma reação de proteção da pele.

Pense assim: água não mistura com óleo, certo? Se você tem uma barreira de óleo sobre a pele, a água fica "presa", sem conseguir atravessar a barreira de óleos. É assim que ela se mantém hidratada. E pele hidratada, como a gente já te explicou, é pele saudável e protegida.

Por tudo isso, a reposição da barreira lipídica da sua pele é uma das funções mais importantes tanto do nosso Limpador Facial e do nosso Esfoliante Enzimático: ambos promovem uma limpeza profunda da pele sem deixar sua pele repuxando e sem danificar sua barreira lipídica. Pelo contrário: ambos ajudam sua pele a mantê-la saudável.

Como o Limpador Facial repõe a barreira lipídica da sua pele

No Limpador Facial, essa reposição acontece graças ao phytoesqualano - cujas moléculas são muito próxima de um composto que a pele produz naturalmente. E aí o que acontece? Nosso organismo a reconhece e a processa como se ela tivesse sido produzida por ele mesmo, absorvendo-a radicalmente e promovendo assim a reparação da barreira natural da sua pele.

Como o Esfoliante Enzimático repõe a barreira lipídica da sua pele

No nosso Esfoliante Enzimático, essa reparação acontece graças aos ômegas 6 e 9 em sua fórmula, de origem natural (extraídos de óleos vegetais). Eles são gorduras saudáveis que, com uso tópico, restauram a barreira da pele e regeneram as células danificadas.

"Nosso esfoliante conta com uma carga oleosa relativamente alta comparada aos esfoliantes do mercado. Isso faz com que, mesmo quando ele é enxaguado, um resíduo oleoso fique no rosto - propiciando uma leve hidratação que previne o ressecamento excessivo da pele recém esfoliada (ou seja, descamada)", explica Marcus Amaral, da equipe de Pesquisa e Desenvolvimento da Sallve. "Esse resíduo oleoso (dos óleos vegetais que estão na fórmula, principalmente o de acabate) que fica no rosto funciona como reposição da barreira lipídica da pele e é ele que tem os ômegas 6 e 9."

Mas pera, óleo? Pode? E a pele oleosa?

Pode sim, calma: nosso Esfoliante Enzimático foi testado como não comedogênico, ou seja, ele não obstrui os poros. "É uma espécie de quebra de paradigma do consumidor brasileiro ter um óleo no próduto. Óleo faz bem para a pele, e temos esse costume de ter medo dele, mas é à toa", termina Marcus.

Que tal incluir nosso Limpador Facial e nosso Esfoliante Enzimático na sua rotina de skincare?

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading