Hidratar a pele: por que a hidratação é importante e como fazer

Que tal aprender um pouco mais sobre a etapa de hidratar da pele? Aqui te contamos tudo!

Seguir uma rotina de skincare, significa ter ao menos três passos básicos de cuidados com a pele. Um deles é hidratar e é de extrema importância para a saúde da nossa pele, como vamos te explicar direitinho ao longo desse papo aqui.  

hidratar a pele

70% da nossa pele é água

A gente fala muito sobre hidratação e o quanto é importante manter a pele com bons níveis de água para que ela não fique desidratada e a barreira cutânea, que é tão importante para nossa proteção, permaneça forte e íntegra. E por que isso?

Sabia que 70% do nosso corpo é composto por água, mas essa porcentagem diminui ao longo da vida? Em um adulto, por exemplo, ela chega a 65% e, nos idosos, pode chegar a 50%.

+ 70% da nossa pele é água: já parou pra pensar nessa relação?

Uma pele normal, por exemplo, precisa ter um equilíbrio entre a absorção e perda de água. Existem alguns elementos principais, que são responsáveis por auxiliar nessa regulação, como NMF (Fatores Naturais de Hidratação da pele), aquaporinas e a camada córnea, a última camada da pele.

"Basicamente, o equilíbrio entre esses fatores é que regula o nível de água na pele", já nos contou a Dra. Monalisa Nunes, dermatologista consultora da Sallve. "O processo de hidro-regulação cutânea é algo que envolve todo o corpo e tem influência de fatores ambientais também. É um processo natural, porém complexo efetuado pelo nosso corpo", complementa.

Perda Transepidérmica de Água (PTA)

A pele é responsável por facilitar as trocas de água com o ambiente. Vai da derme para a superfície e evapora. Esse processo se chama Perda Transepidérmica de Água (PTA).

+ O que a água faz pela nossa pele?

A PTA tem muito a ver com a barreira cutânea, filme ultrafino formado por lipídios, que impede a perda excessiva de água. Se essa barreira estiver danificada (seja pelo uso de água muito quente, exposição solar, produtos de limpeza do rosto muito agressivos...), a velocidade dessa perda de água para o ambiente aumenta.

Ou seja, água e barreira cutânea tem tudo a ver. É necessário manter esse manto hidrolipídico íntegro para que ela não evapore muito rapidamente para o ambiente.

+ Barreira cutânea x barreira lipídica: qual a diferença?

A melhor forma de manter essa barreira saudável é ter uma rotina de cuidados com a pele equilibrada. Utilizar um agente de limpeza que seja próprio para sua pele, que não vai ressecar demais ou agredir, além de manter uma rotina de hidratação frequente, com um hidratante que seja adequado.

O que é hidratar a pele?

A hidratação nada mais é do que a reposição ou retenção de moléculas de água no organismo. Pode ser feito por meio da ingestão de água ou, é claro, pelo uso de hidratantes. Assim, sua pele fica mais macia, protegida e resistente.

Por que hidratar a pele?

A hidratação é uma das coisas que mais mantém a barreira de proteção da pele íntegra. Ela devolve para pele exatamente os ativos que são perdidos quando a barreira está danificada.

+ É possível potencializar a hidratação da pele?

"A maioria dos hidratantes, que falamos que são hidratantes de reparação da barreira, têm os ativos que a pele naturalmente tem e acaba perdendo. Então, alguns ácidos graxos essenciais, ceramidasb-pantenolácido hialurônico. Esses ativos que a pele perde e conseguimos restituir com uma hidratação adequada, deixando a pele equilibrada novamente. A hidratação é a base”, afirma a Dra. Monalisa Nunes.

A dermatologista ainda alerta que uma das primeiras coisas que a gente perde no dia a dia é justamente a hidratação, tanto por conta de fatores ambientais (calor, vento, sol, poluição), quanto o uso de cosméticos muito adstringentes, abrasivos ou secativos, que acabam desidratando a pele com mais facilidade.

+ 13 mitos e verdades sobre hidratação da pele para sabermos já!

"O rosto é o local do corpo que está em contato com o meio externo, sem proteção. A pele do rosto, pescoço, colo e mãos são as que necessitam mais da hidratação, já que precisamos protegê-las dos fatores externos, como radiação ultravioleta, poluição e da baixa umidade relativa do ar", explica o dermatologista Dr. Alberto Cordeiro.

O que acontece se não hidratar?

Uma pele que não retém ou repõe suas moléculas de água apresenta alguns problemas, que ninguém quer ter. "Ela se torna mais sensível, suscetível a descamação e com maior sensibilidade, o que pode levar ao agravamento de doenças pré-existentes ou surgimento de lesões na pele", alertou o dermatologista Dr. Damiê De Villa.

+ Por que é tão importante hidratar sua pele antes da maquiagem

Quando não hidratamos, a cútis acaba perdendo a sua barreira de proteção, ficando muito mais sensível a radiação ultravioleta, fazendo com que ela “queime” com maior facilidade, por exemplo. Além disso, ela também fica mais exposta aos poluentes, contribuindo para um envelhecimento precoce.

Ah, vale lembrar: clima frio e seco, exposição solar, água quente demais no banho e até alguns medicamentos podem levar a desidratação da pele. Por isso, atenção redobrada!

Hidratação de dentro para fora!

Já vimos por aqui que um consumo de dois litros de água ao dia nos ajuda a ter um organismo que funciona com muito mais energia e vigor. De quebra, a nossa pele agradece e reflete os seus efeitos com maior elasticidade e viço. Mas só o correto consumo de água ao dia não é o suficiente para termos lindos poros. 

+ Já contou quantos copos de água você bebe ao dia?

A SBD - Sociedade Brasileira de Dermatologia - indica que "uma boa hidratação deve ser feita por dentro e por fora". Isso significa: dois litros de água ao dia e o uso rotineiro de dermocosméticos específicos [para cada tipo de pele] para hidratar a cútis. 

Dormir ajuda a equilibrar a hidratação da pele

É a mais pura verdade! Já te contamos aqui que aquela história do sono da beleza é muito real.

+ Como medimos a hidratação dos produtos da Sallve?

"É durante a noite que as células se renovam, organizam suas funções, reparam e equilibram os danos pelas agressões externas que acontecem durante o dia. O sono traz enormes benefícios para a saúde, inclusive a da pele", aponta a Dra. Patrícia Mafra, membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Como aplicar?

O ideal é seguir um movimento de dentro para fora na região do rosto e de baixo para cima no pescoço. 

Se você tem uma rotina básica, ele entra depois da etapa de limpeza. Em seguida, não esqueça de passar o protetor solar.

+ Em que ordem aplicar os produtos de skincare no rosto?

Agora, se você já usa diferentes produtos na sua rotina, vale aquela regrinha das texturas. Para gravar a ordem do skincare: líquido, sérum, gel, loção cremosa / creme. Começando sempre pela limpeza da pele e terminando com a proteção dos raios solares. Traduzindo em etapas, fica assim, sempre: limpeza, tratamento, hidratação e proteção.

Já traduzindo em produtos, fica: limpador, tônico, sérum, creme para os olhos, tratamentos localizados, hidratanteóleo (se você usa). E finalmente, protetor solar.

Lembre-se também de sempre escutar a orientação do seu dermatologista, ok?

Por quanto tempo se mantém a hidratação?

Todo mundo já sabe que é essencial reaplicar o protetor solar durante o dia. Mas e o hidratante? Sempre bate a dúvida: por quanto tempo se mantém a hidratação?

A dermatologista consultora da Sallve, Dra Monalisa Nunes, explica que "o tempo de ação depende do produto. Cada produto tem um tempo que ele vai funcionar na pele, é o que a gente chama na medicina de meia-vida, é o tempo médio para o produto ser degradado na pele. E cada produto tem uma faixa. No geral, os cosméticos de hidratação duram entre oito e 12 horas, cada ativo tem um tempo".

+ O excesso de hidratação pode ser um problema?

A Dra Monalisa, dá um exemplo da uma rotina noturna: "o tempo de sono de seis, oito horas, é o suficiente para aquele hidratante ter agido com tudo o que ele tinha para agir". Ou seja, não significa que o hidratante vai perder a validade quando passar as x horas de hidratação que ele promete. "Ele é absorvido pela pele", explica a dermatologista. "Na medida do tempo, não é que ele para de agir, é que a pele vai ressecando". Por isso é tão importante mantermos a rotina de manhã e à noite.

O que leva a desidratação da pele?

O estado da pele desidratada se dá pela falta de água na superfície da sua pele. Dra. Monalisa Nunes já nos explicou por aqui que o estímulo que causa a falta de água na pele também pode ser a remoção excessiva do sebo natural da pele - que pode se dar, por exemplo, com banhos muito quentes, excesso de lavagem do rosto ou até estresse.

+ Por quanto tempo se mantém a hidratação?

Diferente da pele seca, que é determinada geneticamente, a pele desidratada se dá por fatores externos. Anota aí alguns fatores que podem levar a desidratação da pele:

  • Tomar banhos longos e com água quente;
  • Lavar demais o rosto;
  • Esfregar demais a pele;
  • Utilizar produtos abrasivos;
  • Uso de alguns medicamentos ou uso de ácidos;
  • Estresse;
  • Exposição solar prolongada e excessiva;
  • Clima frio e seco.

Posso aplicar o hidratante só quando sentir a pele ressecada?

A resposta é não. O hidratante deve ser aplicado diariamente para dessa forma manter a pele saudável, barreira cutânea íntegra e evitar o envelhecimento precoce.

Todos os tipos de pele precisam de hidratação?

Sim! O que varia não é nem a quantidade ou a frequência da hidratação, mas sim a qualidade dela. “O que diferencia é basicamente o produto, a quantidade de hidratação que esse produto tem que oferecer”, alerta a Dra. Monalisa.

+ Pele seca ou desidratada? Entenda a diferença entre elas

Se você tem uma pele mais seca ou ressecada, vai precisar de um hidratante mais potente, com mais óleos, manteigas - o famoso "cremão". Mas se a pele é mais oleosa, é provável que um hidratante mais leve, como um sérum, resolva sua questão.

"Se for uma pele muito seca, por exemplo, a pessoa pode hidratar uma vez ao dia exatamente como uma pele oleosa, mas dependendo do produto não vai ser suficiente. Muitas vezes não é a frequência de hidratação, é o produto que a pessoa está usando. Por outro lado, pode ser necessário aumentar essa frequência. Mas de modo geral é muito mais a potência do produto. Há os que, mesmo em uma pele seca ou madura, conseguem garantir uma hidratação completa durante todo o dia apenas com uma aplicação", explica a especialista.

Pele oleosa é igual a pele hidratada?

A resposta é não. “É possível a pessoa ter uma pele oleosa e desidratada, já que oleosidade tem relação com a quantidade de produção de sebo a partir da glândula sebácea, enquanto a hidratação significa a quantidade de água que tem dentro da célula”, explicou o Dr. Alberto Cordeiro.

O excesso de hidratação pode ser um problema?

Sim, hidratar demais a pele também pode trazer problemas. O ideal é saber o quanto de hidratação a sua pele precisa. Por isso, a importância de consultar um dermatologista.

+ Hidratante para pele oleosa: por que é importante e dicas para escolher o ideal

Quem explica é a Dra Joana D'arc Diniz, da Clínica Joana D'arc Diniz e diretora científica da Sociedade Brasileira de Medica Estética: "O excesso de hidratação na pele desequilibra o manto hidrolipidico natural de proteção da pele para a penetração de qualquer substância no organismo através dela. Além do mais, afetará a flora natura da pele, ressaltando que possuímos bactérias que habitam nossa pele sem causar danos. Quando há esse desequilíbrio, essas bactérias podem tornar-se agressoras à pele e facilitar infecção da pele."

A dermatologista explica que sentimos esse excesso não só na pele, como também nos cabelos e pelos. "A hiperhidratação do corpo como um todo, leva a diluição, ao desequilíbrio de elementos importantes como sódio e potássio, responsáveis pela manutenção e equilíbrio de várias funções do organismo. Já a hiperhidratação tópica pode piorar a oleosidade e, consequentemente piora a acne. A dermatite seborreica também pode se agravar e, ela acomete áreas com cabelos como: couro cabeludo, sobrancelhas, bigode e barba nos homens , assim como a pele da face, orelhas, tórax e dorso.

+ Todos os tipos de pele precisam de hidratação?

A hiperhidratação também pode gerar intertrigos (principalmente a intertrigos leveduróticos), que é uma inflamação da pele que acomete principalmente zonas quentes e úmidas da pele, como áreas de dobras do corpo (virilha, cotovelos, etc). Além disso, pode facilitar micoses por fungos dermatófitos - aqueles que causam infecções na pele -, ou ainda agravar a Pitiríase Versicolor, popularmente conhecida como micose de pele".

Por isso é tão importante seguir a rotina de skincare, iniciada com uma boa higiene facial, seguida com a hidratação e finalizada, pela manhã, com o protetor solar. À noite, os dois passos essenciais são: limpeza e hidratação. É aquela nossa velha história de aprender a "ouvir" a nossa pele, de conversar e aprender a nos conhecermos mais.

No inverno, a hidratação precisa ser mais intensa?

Já te contamos aqui no blog sobre alguns cuidados especiais que precisamos ter com a pele no inverno. E, sim, na grande maioria das vezes, a hidratação precisa ser mais intensa.

+ 10 dicas para cuidar da sua pele no inverno

Por quê? “Temos alguns problemas no inverno: diminuição da ingestão hídrica, banhos quentes, diminuição da umidade do ar. Todos são fatores que contribuem para a desidratação da pele, então, temos sim que redobrar os cuidados”, alerta a Dra. Roberta Padovan.

Hidratação e a Sallve

Aqui na Sallve temos alguns hidratantes que podem te ajudar, dependendo da sua intenção, tipo de pele, é claro.

Hidratante Firmador

O Hidratante Firmador é o primeiro produto nessa "escadinha de hidratação" da Sallve: em uma textura sérum-gel levinha e de rápida absorção, perfeita para quem tem pele oleosa - pense nele como aquela fórmula hidratante "oil free", que de quebra dá uma esticada imediata na pele, graças ao seu efeito tensor (após 28 dias de uso contínuo, você vai sentir sua pele mais firme).

+ Customizando a hidratação e combinando os hidratantes da Sallve

Na fórmula, oito formas (e três pesos) de Ácido Hialurônico feito para agir em diferentes camadas da pele. Também conta com Pantenol, Cogumelo Fu Ling e Extrato de Tara para potencializar a firmeza e a hidratação.

Hidratante Facial

Hidratante Facial entra como o meio termo perfeito entre as texturas sérum-gel do Hidratante Firmador e do Antioxidante Hidratante e a textura creme mais densa do Hidratante Reparador. Sua leve textura gel-creme de sensação refrescante deixa a pele com brilho mas não pegajosa, e nem aumenta a oleosidade da pele, além de reduzir os poros e aparência de linhas finas. É o hidratante perfeito para o dia a dia.

Ele tem rápida absorção e traz ativos poderosos de hidratação diária. Com Beta-Glucan, Phytoesqualano, óleo da semente do Melão do Kalahari e Niacinamida, ele reduz a aparência de linhas finas, protege a perda da água e acalma a pele.

Hidratante Reparador

Hidratante Reparador é o último degrau dessa "escada de hidratação" da Sallve: ele é aquele hidratante em textura creme bem densa que vai restaurar até as regiões mais ressecadas do seu corpo (como joelhos, cotovelos e até pés rachados!).

+ Hidratantes da Sallve: qual escolher?

O Hidratante Reparador também acalma peles sensibilizadas, nutre e reparar danos, como por exemplo os de exposição solar e procedimentos dermatológicos. Ah, e ele pode ser usado até no processo de reparação da pele pós-tatuagem!

Feito para tratar tanto o rosto quanto áreas específicas do corpo que pedem um alto poder de hidratação, como como mãos, cotovelos e pés, sua fórmula combina ativos poderosos com ação tripla: as Ceramidas Biomiméticas atuam como emoliente repondo os espaços entre as células da barreira da pele, o Pantenol e os Eletrólitos atuam como umectantes atraindo água para dentro das células e, por fim, a Manteiga de Karitê e o Alfa-Bisabol agem como uma barreira de proteção prevenindo a perda de água da pele. O resultado é a reparação e nutrição que você sente no toque macio da pele.

Antioxidante Hidratante Corporal

Sim, a pele do corpo também precisa de hidratação. Você já conhece o nosso Antioxidante Hidratante Corporal? Uma loção cremosa de rápida absorção, que une compostos antioxidantes (Vitamina E, Carnosina, extrato de café e óleo de semente de uva) a hidratantes como o Phytoesqualano, oferecendo uma série de benefícios com sensorial confortável e refrescante.

Além de oferecer hidratação prolongada, sua composição garante proteção de danos causados pela poluição, prevenção de sinais do tempo, melhora a circulação local e aumento da elasticidade. a Vitamina E, por ser um anti-inflamatório natural, também contribui para acalmar a pele, se tornando uma ótima pedida no pós-depilação, por exemplo. ela fica mais macia, mais hidratada e com zero sensação grudenta.

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

subtotal

Loading
Login efetuado com sucesso!