6 lições que amamos aprender no tutorial de maquiagem do Marc Jacobs

Foto: Instagram Marc Jacobs/ Reprodução

A gente vive batendo nessa tecla aqui na Sallve: em tempos de pandemia, mais do que nunca precisamos nos cuidar. É hora de lançar mão de tudo o que te faz bem - não importa se ninguém vai ver, ou se só vai ver em foto nas redes sociais. Uma rotina de skincare que relaxa a mente e a pele, uma maquiagem animadíssima para agitar o home office... Tudo isso pode e faz muito bem para o espírito, se são coisas que você curte fazer.

Marc Jacobs sabe disso, e não se cansa de propagar a ideia em seu Instagram (que se você não segue ainda, deveria). Ele se monta todo e faz olhos incríveis - para ficar em casa mesmo, e daí?

Ontem (14/04), ele postou seu primeiro tutorial de maquiagem no IGTV, e o resultado foi exatamente o esperado: o muso desta quarentena bateu um papo sobre autoaceitação, autoestima e fazer as coisas sem se preocupar com perfeição ou com a opinião de ninguém. Foi o máximo.

Aqui, listamos seis coisas que amamos aprender nesse papo em frente ao espelho:

1- "Why not?" Por quê não?

A frase-lema de Ms. Diana Vreeland (lendária editora da Vogue norte-americana de 1963 a 1971) é o maior mantra de Marc nesta quarentena - e ele acha que deveria ser o de todos nós também. É assim que ele abre seu tutorial da beleza interior e exterior no IGTV: "Por quê não pintar seu rosto? Por que não se arrumar todo? Por que não andar só de roupa de baixo pela casa? Por quê não dançar pelado? Por que não aproveitar esse momento que eu tenho? Por que não ser eu sem medo e sem vergonha, ser feliz de ser eu? Faço isso constantemente na minha vida, mas neste momento mais ainda. Sou fiel a quem eu sou." Onde assina?

2- Você não precisa ser expert para fazer as unhas em casa na quarentena

Depois desse momento de sabedoria profunda, Marc mostra as unhas pintadas de vermelho com uma cor de sua marca, glitter salpicado por cima e top coat transparente, ele ensina. E já avisa: não estão perfeitas, não estão nem bem feitas, mas e daí? "Não sou manicure nem nail artist, mas acredito em simplesmente fazer", ele ensina. "Perfeição é um ideal, só Deus é perfeito. A beleza vem de apenas fazer, se expressar e se divertir." Ou seja: não é sobre a unha perfeitinha, é sobre como ela faz você se sentir agora.

Instagram: Marc Jacobs/ Reprodução

3- Maquiagem borrada e feita instintivamente com os dedos sim - e recadinho para os haters

Essa mesma filosofia o Marc leva para como ele lida com a maquiagem. Caso você não o siga no Instagram (como não?), o Marc tem arrasado no olhão durante esta quarentena, postando várias fotos de como ele tem se divertido com a maquiagem em tempos sombrios. Ele aplica as sombras com os próprios dedos (cada cor com um, até ficar uma deliciosa lambança nas mãos!) e faz um resultado meio borradão mesmo.

Para quem não gosta? "Vou fazer com meus dedos, tipo pintura a dedo mesmo. Não sou maquiador profissional, então para todos os haters que estão me criticando no Instagram escrevendo 'vai tentando' e coisas do gênero, não é sobre isso para mim, é sobre simplesmente experimentar, me divertir e me expressar. Estou andando na minha sala, postando o que quero compartilhar no Instagram e, honestamente, amo seus comentários, mas faço isso para mim. Se você se diverte com isso, ótimo, se não, é só parar de me seguir." Gente, olha como é simples!

4- Aquela diquinha das drag queens que o François Nars repassou

O Marc faz o olho todo com os dedos, bem borrado mesmo, sem medo de como vai ficar, o que é libertador. Depois de espalhar uma sombra bem dourada, ele dá uma diquinha que aprendeu com o maquiador François Nars, que por sua vez aprendeu com as drag queens: passe uma listra de iluminador ou sombra cintilante bem no meio da pálpebra, após passar sua sombra, para "parecer que a luz está sempre batendo neles."

Instagram: Marc Jacobs/ Reprodução

5- Lápis de olho: só se for muito

Você pode ficar aí economizando no lápis de olho na linha d'água, mas depois de ver Marc Jacobs passando o seu, super intenso, vai querer fazer igualzinho (por que não hoje?). "Eu vou escurecer para c*****o esse olho agora", ele brinca. "Fica meio sombrio mas eu gosto. Aprendi a gostar de um guyliner", ele brinca.

O mesmo vale para o rímel:"não existe 'longo demais' quando se fala em cílios"! E também para o rímel de sobrancelha: "Gosto delas muito escuras e passo de qualquer jeito!

6- Repita de novo: maquiagem não tem gênero

É assim que ele segue. Manicure não tem gênero, assim como maquiagem não tem gênero, nem roupa, nem skincare, ele avisa. "Não acho que a gente ganha nada com rotular tudo. Meu nome é Marc, você pode simplesmente me chamar de Marc." Marc para presidente, eu ouvi?

Abaixo, você pode assistir o vídeo inteiro. Essa pílula de alegria e beleza quando precisamos tanto!

vamos conversar?

buscar

sua sacola

  • Loading