Phytoesqualano: conheça melhor um dos ingredientes do nosso Limpador Facial

Ele ajuda a restaurar a barreira da pele e a manter a maciez :)

Nosso Limpador Facial tem vários ingredientes ma-ra-vi-lho-sos e isso não é nenhuma novidade. É Niacinamida, Extrato de Moringa, Pantenol. Mas tem um deles que tem o nome super diferentão e gera ainda mais curiosidade: prazer, Phytoesqualano.

O que é?

O Phytoesqualano é uma molécula vegetal, derivado do óleo de oliva puro, que funciona como um hidratante biomimético. Tá, mas o que isso quer dizer? Vamos lá. Isso significa que ele é uma molécula muito próxima de um composto que a pele produz naturalmente. Ou seja, o nosso organismo a reconhece e processa como se ela tivesse sido produzida por ele mesmo.

O que faz?

Você pode não saber, mas a barreira lipídica da pele, que funciona como proteção da epiderme (já falamos sobre isso aqui no blog), é composta por cerca de 12% de esqualeno, molécula muito similar ao esqualano. É justamente por conta dessa similaridade, que o nosso corpo reconhece essa molécula como natural da pele, fazendo com que seja absorvida radicalmente e, assim, promova a reparação da barreira natural da pele.

Crédito: Pexels

E por que isso é bom? Porque aumenta a hidratação da pele, deixando-a mais macia e ajudando a protegê-la do ambiente externo.

Vale ressaltar que, assim como acontece com o colágeno, a medida que envelhecemos, a produção de esqualeno diminui. E aí está mais um benefício: o esqualano é uma excelente opção para repor a perda natural.

Mas se deriva do óleo, não entope os poros?

Não, não e não! Quem responde é Marcus Amaral, da equipe de Pesquisa e Desenvolvimento da Sallve. “Como a pele o reconhece, ele é um óleo que não entope poros, sendo não comedogênico e, portanto, recomendado também para peles com tendências acneicas”, afirma.

Como ele atua no nosso Limpador Facial?

No nosso querido Limpador Facial, o Phytoesqualano funciona reparando a barreira lipídica da pele depois da limpeza e mantém a maciez. “Quando lavamos o rosto, podemos acabar removendo muito do sebo que nos protege, levando a uma sensação de pele seca, repuxando. Como há phytoesqualano no produto, ao mesmo tempo que limpamos, repomos o sebo que poderia ter sido retirado em excesso, garantindo uma sensação de pele limpa, mas não ressecada”, explica Marcus Amaral.

Phytoesqualano x Esqualano x Esqualeno

Você deve ter reparado que no texto falamos de Phytoesqualano, Esqualano e Esqualeno. A proximidade dos nomes talvez deixe tudo um pouco confuso. Por isso, vale explicar melhor cada um deles!

O esqualano é de origem vegetal, também conhecido como Phytoesqualano. Enquanto o Esqualeno é o produzido pela nossa pele. Ficou mais fácil, né?

Vale lembrar que a indústria cosmética extraía o esqualeno do fígado de tubarões para ser usado nos produtos, acarretando em danos ambientais sérios.

E é também por isso que a Sallve usa o Phytoesqualano (também chamado de Esqualano Vegetal) em sua formulação, derivado do óleo de oliva. Assim, garantimos nossa política vegan, cruelty free e eco-friendly.

Vale lembrar… consultar um (a) médico especialista é sempre a opção mais correta e saudável para cuidar da melhor forma possível da sua pele, ok? ;)

Algumas referências usadas para este texto

Mammalian Wax Monoester Synthase
Squalane

Tem alguma dica, dúvida ou sugestão? Fale com a Sallve! A gente adora trocar experiências!

vamos conversar?

buscar

sua sacola

  • Loading