Ácido Lático: conheça mais sobre esse ativo poderoso

Presente naturalmente no nosso corpo, ele é um aliado da rotina de skincare

Se você nunca ouviu falar no Ácido Lático (ou quer saber mais), chegou o seu momento! Esse ativo faz parte do grupo dos AHAs, abreviação de alfa-hidroxiácidos. Já até te contamos por aqui que eles são conhecidos, primeiramente, por serem esfoliantes químicos – nada de grânulos! -, e agem diminuindo a adesão entre as células superficiais da pele, promovendo a renovação celular. 

Créditos: Pexels/ Tanner Vote

Dentro desse grupo, estão outros nomes, como ácido glicólico e o ácido málico, por exemplo. Apesar de serem semelhantes na ação, nem todos os alfa-hidroxiácidos têm o mesmo poder esfoliante, já que eles podem ter pesos moleculares distintos, o que significa que podem permear mais ou menos a nossa pele.

Leite, uva e até no nosso corpo!

Como você pode imaginar pelo nome, o ácido lático vem originalmente do açúcar do leite (lactose), mas com a biotecnologia, pode ser obtido de outras fontes, como a fermentação de uvas (glicose), ou açúcar de cana (sacarose) e amido.

Ah, ele também é um subproduto produzido naturalmente pelo nosso corpo, durante a prática de exercícios físicos. Ele é essencial na geração de energia para o organismo.

Crédito: Pexels/ Cottonbro

E ainda tem uma curiosidade! Caso a malhação esteja excessiva ou desregulada, por exemplo, o ácido lático pode se acumular nos músculos e causar cansaço e fortes dores. Tudo muito legal, né? Mas vamos ao que interessa!

E o uso cosmético?

Como te contamos ali em cima, os AHAs são feras na função de esfoliar a pele e promover renovação celular, o que é excelente para a saúde da sua belíssima cútis. Quando falamos do ácido lático, saiba que ele tem peso molecular intermediário, o que significa que não penetra tão profundamente nas camadas da pele.

Mesmo assim, ele preserva as características de outros AHAs, como ajudar na limpeza dos poros e remover suavemente a pele morta, sem irritar. É suave mesmo, amigo da pele mista e sensível.

Uma grande curiosidade e talvez um de seus maiores benefícios, na verdade, tem tudo a ver com hidratação. O ácido lático é parte do Fator Natural de Hidratação (NMF) da nossa pele, grupo de moléculas umectantes primordiais para a retenção de água na pele.

Além disso, o ácido lático estimula a produção de ceramidas, que são a base para manter a barreira cutânea restaurada, ajudando que ela fique cada vez mais forte e saudável.

Vale lembrar! Consultar um (a) dermatologista é sempre a opção mais correta e saudável para cuidar da melhor forma possível da sua pele! 😉

Tem alguma dica, dúvida ou sugestão? Fale com a Sallve. A gente adora trocar experiências!

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading