Como são criadas as embalagens da Sallve?

Antonella Vanoni é Design Lead da Sallve, e a responsável por todo o visual da marca, mantendo a unidade em todos os pontos de contato com a comunidade.

Muita gente adora nossas embalagens coloridas, mas pouca gente sabe quem está por trás da criação de cada uma delas: prazer, Antonella Vanoni, Design Lead da Sallve. Ela é a responsável por todo o visual da nossa marca, mantendo a unidade em todos os pontos de contato com a nossa comunidade.

Para construir as nossas amadas embalagens, ela trabalha diretamente em parceria com o time de Pesquisa & Desenvolvimento, que faz estudos de mercado, e também com um consultor, Flávio Pesante, que dá auxílio na parte técnica de desenvolvimento.

Como é o processo de criação?

Com a palavra, a criadora: “Nosso processo se inicia quando começamos a pensar no novo produto! Da mesma forma como o time de P&D faz a pesquisa de mercado, analisando categoria, concorrência e tudo pra montar o nosso pipeline de produtos, o mesmo acontece com as embalagens”.

Depois de entender o novo lançamento, há uma pesquisa de tendência. “Para entender como podemos nos destacar do que já está sendo feito atualmente. Analisamos a concorrência para compreender como as marcas se comportam e quais os elementos que representam a categoria daquele produto”, conta.

Em seguida há um teste de usabilidade, como forma de auxiliar na decisão do formato (se é bisnaga, pote, frasco). “Também rola uma pesquisa bem intensa de materiais para que o produto seja compatível com a embalagem em que será envasado, garantindo que ele tenha estabilidade e seja seguro para nossa comunidade”, esclarece.

Como é a escolha do formato?

Aí vai uma curiosidade! “Quando a Sallve foi criada, idealizou-se que todos os nossos produtos fossem em bisnaga. Além da gente achar um charme, acreditamos que dá para explorar pra caramba esse shape tão clássico”, revela Antonella.

“Para alguns produtos, a gente consegue manter essa lógica, mas com a expansão do nosso portfólio, estamos entendendo que alguns terão que ser em shapes diferentes. Nesses casos, levamos em consideração a textura do produto, como ele será usado/aplicado, quais os materiais de embalagem que melhor comportam o produto em si e o que o mercado têm a nos oferecer ou a gente a criar e desenvolver!”, aponta.

E a escolha das cores? <3

Muita gente é apaixonada pelas cores das embalagens dos nossos produtos e de toda a nossa comunicação. “A Sallve tem como premissa ser uma marca bem humorada e autêntica e isso reflete totalmente nas nossas embalagens. A escolha de cores combina três fatores: tendência, mercado (concorrência e comunidade) e portfólio interno”, explica.

“Assim, fazemos uma pesquisa pra entender quais são as cores que são tendência, quais cores são significativas na categoria do produto, o que a nossa comunidade entende de cada cor (e aqui entra um estudo de semiótica) e o que faz sentido pensando nos produtos que já temos e nos futuros, pra que as cores não se repitam”, afirma.

A Antonella ainda faz questão de dizer que o estudo de cor é “real oficial” uma das etapas mais legais e desafiadoras na hora de pensar na embalagem. “A questão da semiótica realmente interfere muito, principalmente porque as pessoas já estão habituadas com ‘símbolos’ estabelecidos pelo mercado. A cor da embalagem pode mudar completamente a percepção do usuário em relação ao produto, tanto pra bom quanto pra ruim. É super interessante!”, explica.

Troca com a comunidade

A gente sempre fala por aqui o quanto a troca com a comunidade é importante para a Sallve, que é com ela que a marca se formou e é assim que está crescendo. É lógico que o feedback das pessoas também influi na hora de criar e até corrigir algumas embalagens.

Quer um exemplo? “Um exemplo real foi a tampa do nosso Limpador Facial, que não fechava muito bem. A partir dos feedbacks, conseguimos identificar um erro de molde de fabricação, que foi corrigido”, conta a designer.

Tem alguma dica, dúvida ou sugestão? Fale com a Sallve. A gente adora trocar experiências!

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading