Mapeamento relaciona música e sentimento

Mapeamento relaciona música e sentimento

A ciência explica: pesquisadores desenvolveram um mapa com as 13 emoções que as músicas nos fazem sentir! Da que te faz derreter a que te deixa eufórico!

Simon Noh / Unsplash

Basta uma rápida busca em um serviço de streaming para encontrarmos uma playlist pronta para cada ocasião. Tem seleção de sonzinhos românticos para namorar, a de fossa para quem precisa chorar as pitangas abraçado com o travesseiro, ou para quem quer buscar mais energia para praticar uma atividade física. Santo Spotify!

Sabe o que cada playlist tem em um comum uma com a outra? Elas evocam as sensações que você precisa naquele momento. E a gente sabe, a gente sente na pele que as músicas mexem com as nossas emoções. Tem aquela que chega a te dar um arrepio e a que faz com que o teu coração bata mais rápido.

Eric Nopanen / Unsplash

Isso tudo, agora, tem uma explicação científica. Um grupo de pesquisadores
norte-americanos da Universidade da Califórnia, Berkeley, criou um mapa de sonzinhos e sentimentos.

Audiomap / Universidade da Califórnia

O mapa dos sentimos

A pesquisa foi conduzida na plataforma de crowdsourcing Mechanical Turk, da Amazon, com usuários norte-americanos e chineses. De acordo com os votos eles conseguiram elaborar um mapa interativo que você pode ouvir neste link da Berkeley. "Cada letra corresponde a uma faixa de música. Flutue para brincar. Clique duas vezes para revelar a fonte. Clique e arraste para reorganizar", informa a página da pesquisa.

O trabalho começou com uma seleção musical de 2.500 participantes abrangendo todos os gêneros musicais, do clássico ao heavy metal.

Na segunda fase, 2.000 pessoas associaram os sonzinhos a 28 sentimentos positivos ou negativos. E mais 1.000 participantes ouviram músicas completamente novas para os seus ouvidos. Americanos com sons tradicionais da China, e chineses entraram em contato com músicas ocidentais.

“Imagine organizar uma biblioteca vasta e eclética dividida por emoções, que captura a combinação de sentimentos associada a cada música. É basicamente o que o nosso estudo fez”, explicou o professor Alan Cowen em comunicado da Berkeley. "Queríamos dar um primeiro passo importante para resolver o mistério de como a música pode evocar tantas nuances de emoções".

Sentimentos

O mapeamento reconhece 13 sentimentos gerais: diversão, alegria, erotismo, beleza, relaxamento, tristeza, sonho, triunfo, ansiedade, medo, irritação, desafio e emoção.

"Documentamos rigorosamente a maior variedade de emoções universalmente sentidas pela linguagem da música", explicou em um comunicado o autor sênior do estudo, Dacher Keltner, professor de psicologia da UC Berkeley e diretor fundador do Greater Good Science Center.

O objetivo do estudo não é só o de testar se suas reações emocionais correspondem à forma como pessoas de diferentes culturas respondem à música. Mas, principalmente, direcionar os sons em terapias psicológicas e psiquiátricas projetadas para evocar sentimentos. Um outro ponto é o fato de que o estudo vai ajudar serviços de streaming de música como o Spotify a ajustar seus algoritmos para as playlists.

Alguns dos sonzinhos da pesquisa

As trilhas sonoras dos filmes "Tubarão" e "Psycho" fizeram que com que as pessoas sentissem medo.
Com as "Quatro Estações" de Vivaldi as pessoas se sentiram energizadas. O "Rock the Casbah" do Clash estimulou os participantes. "Let 's Stay Together", de Al Green, evocou sensualidade.
"Somewhere over the Rainbow", de Israel Kamakawiwoʻole provocou alegria.

Voltar para o blog