Por que temos boas ideias enquanto tomamos banho? A ciência explica

Você também tem ideias sensacionais enquanto toma banho? Um estudo de piscologia explica por que a nossa mente funciona tão bem com a água.

Processo criativo

Você frequenta cursos, faz brainstorm, lê tudo o que encontra pela frente sobre como estimular a criatividade? Se repete a centenária "Arte do Pensamento" (teoria de Graham Wallas, dividida em quatro passos: 1. preparação; 2. incubação; 3. iluminação; e 4. verificação) enquanto tudo o que gostaria é que aquele projeto de estudo ou trabalho fosse como um videoclipe do OK Go, com criatividade explosiva e baixo custo de produção?

Então, se prepare para essa: o chuveiro pode ser uma boa fonte para estimular a criatividade.

Pexels

Incubador de grandes ideias

O que o estudo do psicólogo John Kounios, diretor do programa de Ciências Cognitivas e do Cérebro da Universidade Drexel, nos Estados Unidos demonstra é que a gente não só canta como também tem as melhores ideias do dia enquanto nos relaxamos sob a água morna do chuveiro. Participantes do seu estudo passaram a responder que é durante o banho que aparecem as soluções para os problemas e as ideias geniais.

O pesquisador que estuda processos criativos explica que existem dois fatores para as boas ideias no chuveiro.

Jeffrey Czum / Pexels

1. Restrição sensorial

Segundo ele, nossos sentidos não estão aguçados enquanto estamos debaixo do chuveiro. Fechamos os olhos, os ruídos são abafados pelo som da água que cai e a sensação de toque é diminuída porque geralmente a temperatura da água é a mesma do nosso corpo.

"O que acontece no momento do banho é que os sentidos, em vez de serem focados para o exterior, estão voltados para o interior. A atenção é direcionada para o interior. E se você está atento a seu redor, não consegue se concentrar em seus próprios pensamentos", explicou Kounios em entrevista à BBC.

E por que isso é essencial para termos uma boa ideia? Aqui vem a informação valiosa: dessa forma replicamos o estado de pouco antes de uma ideia genial nos vir à mente. Estudos de laboratório demonstram que nos segundos que antecedem uma ideia, nos tornamos menos conscientes de o que acontece ao nosso redor, isso porque o córtex visual se desliga ligeiramente - o córtex visual é o responsável pelos estímulos que nos chegam através da visão.

2. Relaxamento

É no chuveiro que relaxamos, fechamos os olhos, deixamos a água cair nas costas, nos ombros. "Quando está relaxado e de bom humor, você se permite a pensar ambiciosamente ou até ter ideias um pouco malucas". E muitas dessas é que são as nossas ideias geniais.

Mas olha só: antes de passar horas debaixo do chuveiro vale lembrar que o povo brasileiro já lidera o ranking de quem toma mais banhos. E nada de desperdício de água, combinado?
Lembre-se também que a água quente não é amiga da nossa pele ;)

Queremos saber de você: tem ideias geniais durante o chuveiro?

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading