Suculenta: é muito amor

Está de olho em uma sulenta mas não sabe como cuidar da plantinha?

Com suculenta funciona assim: basta você arrumar uma mudinha para em pouco tempo se dar conta de que você tem vários vasos, um diferente do outro e louco por uma muda que você ainda não tem. Não é?

Bom, se você está ouvindo falar em suculenta pela primeira vez, vamos lá: a planta é a que tanto aparece em "Atypical", uma enorme referência da personagem Paige Hardaway (de Jenna Boyd). "Eu não sou uma suculenta. Quando você poda uma suculenta você pode replantar o corte em outro lugar, ela vai criar raízes e vai crescer saudável e gloriosa assim como a que deu origem", reflete a adolescente em um episódio.

Para quem ainda é novo no assunto, o designer e jardineiro Lincon Catto nos desvenda os cuidados com a plantinha.

Corinne Kutz / Unsplash

Montando o vaso de suculenta

Para quem vai montar vaso, Lincon ensina que você pode misturar (medidas iguais) de terra e areia, "porque assim a raiz dela que é super fininha, vai melhor".

O adubo pode ser feito uma vez por mês ou a cada dois meses. "O que eu sempre indico é o adubo orgânico, chorume é o melhor. A história de ficar colocando casca de ovo, borra de café, chá de casca de banana é legal mas ai você está aplicando só um tipo de nutriente. No caso da casca do ovo é o cálcio. E você não precisa ficar fazendo essas receitas porque você não vai saber exatamente o que a planta precisa, é muito técnico. E no geral, as pessoas querem uma coisa prática. O chorume (do lixo orgânico) é o mais indicado.

Para fazer mudas de suculentas: "é só você destacar a folhinha do corpo da planta e pôr na terra. Na água não, diferente de outras plantas, ela não funciona na água", ensina Lincon. Com um pouco de paciência você vai ver o resultado.

Lincon Catto

Luminosidade

A maioria delas são pra luz direta: sol mesmo nas superfícies das folhas das suculentas. As que têm folhas mais escuras (verde escuro) podem ficar na sombra e as que são mais claras e coloridinhas podem ficar no sol.

Água

O grande problema de quem tem suculenta é encontrar o intervalo ideal para a rega. Na dúvida, Lincon explica que "o interessante é sempre esperar a terra secar para molhar de novo", combinado? Afinal, assim você evita de encharca-la - ela acaba morrendo com o excesso de água.

Ele nos dá também uma regrinha fácil para se estabelecer o tempo entre uma rega e outra:

  • Para uma suculenta que fica exposta ao sol direto: água uma vez por semana.
  • Para uma suculenta que fica na sombra: água a cada 15 dias.

Atenção: "não pode se molhar as folhas. Molhe sempre a terra". Lincon explica que molhando as folhas elas acabam absorvendo toda essa água que se acumula e ela não precisa, já que elas já têm bastante reserva de água (por isso que elas são 'suculentas', fofinhas).

Se você tem a suculenta fora do apartamento, exposta ao tempo, não se preocupe com a água de chuva. "O problema é molhar as folhas a cada vez que você regar".

Falta ou excesso de água?

Como com todas as plantas - e como com a nossa pele - é preciso conviver, entender como ela se comporta e observar. Se as folhas estiverem com aspecto desidratado, miúdas, murchinhas, é falta de água.

Com o excesso de água elas também murcham, explica Lincon, "mas no mesmo formato que ela tem e molenga".

Se a folha estiver murcha, Lincon ensina a reparar na textura da suculenta para entender se é falta ou excesso de água: "a textura dela em si é mais firme. Se ela estiver com excesso de água ela vai estar mais molengona, e se estiver com falta de água ela vai estar mais com cara de 'uva-passa'".

Annie Spratt / Unsplash

Se animou para montar o teu vasinho de suculentas?

A #sallveamaplantas <3
E você? Qual é a tua planta preferida?

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading