Pele irritada: como acalmar, tratar e usar o tempo a seu favor

Todos nós já estamos bem afiados com nossas rotinas de skincare. Conhecemos ativos, a ordem certa em que devemos usar nossos cosméticos, e entendemos por que cada uma dessas etapa das da nossa jornada da pele é importante pra gente - seja nossa rotina rapidinha e prática ou tipo #loucadoskincare. Há dois fatores fundamentais quando falamos do cuidado com a pele, porém, que não custam nada, mas ao mesmo tempo, são tão difíceis de equilibrar em uma era tão imediatista: tempo e paciência - mais ainda quando temos um quadro de pele irritada

+ Por que a pele sensível e a rosácea se acentuam com o cansaço?

O que causa a pele irritada?

pele irritada

Sua pele pode ser sensibilizada por uma série de fatores: medicamentos, exposição solar, dermatites e até fatores emocionais, como estresse. Sabia que até um banho quente pode deixar sua pele irritada? Por isso é tão importante consultar um dermatologista para diagnosticar o gatilho do quadro.

Há um fator, porém, que vem se provando cada vez mais latente quando se fala dos cada vez mais frequentes diagnósticos de pele irritada: a impaciência que nós temos com a nossa própria pele e o excesso. Excesso de passos, excesso de produtos, de ativos... Parece ser uma constante: queremos a pele perfeita, e queremos agora. Tudo isso tem deixado nossas peles cada vez mais irritadas, e com cada vez mais frequência. Temos toda a informação, mas levamos em conta o tempo da nossa pele?

Nossa pele catalisa muita coisa. E é como se ela mostrasse para a gente ali, na nossa cara, que tem alguma coisa errada. Quanta gente não percebe o quanto está estressada até ver sua pele se encher de espinhas?

A sua pele irritada está te mandando um recado

Nossa pele fica irritada, basicamente, por que sua barreira protetora foi comprometida. A gente toma cuidado com todos os ativos e testes para não desencadear uma crise de acne, não deixar a rosácea atacada... Não queremos nunca, em hipótese alguma, que a nossa pele saia do nosso controle.

Mas quando vemos nossa pele irritada, é importante interpretar o quadro como um diálogo: sua pele é um orgão vivo, que protege o seu corpo e que, por sua vez, precisa de proteção também. A vermelhidão, a coceira, a ardência... Tudo isso é a sua pele te comunicando que sua barreira protetora está desequilibrada. Não só isso, sua pele irritada pode estar te pedindo para pegar mais leve. Para desacelerar sua rotina.

+ #vivasuapele: Gabi Negreiros e a pele sensível

É que a gente fica nervoso mesmo: se nossa pele sai minimamente do nosso controle, parece que a gente quer controlar o caso instantaneamente. Só que a pele precisa de tempo, e nada adianta a gente se desesperar e comprar um monte de produtos para passar simultaneamente. Da mesma forma que a nossa rotina diária com passos além do que a nossa pele suporta naquele momento também pode se virar contra a gente. Quando vemos nossa pele irritada, a gente tem que parar, respirar, ter muita paciência e olhar para ela com carinho e atenção, tentando entender o que desencadeou aquela crise.

"Quando a pele está irritada, você deve olhar para os cosméticos, mas também para outros fatores, como mudanças alimentares ou de hábitos, quantas vezes você lavou o rosto, se transpirou mais, se o clima mudou", explica Dra. Monalisa. "A pele irritada é um sintoma, então precisamos procurar a causa. O uso de cosméticos em excesso é uma causa super comum, mas é muito comum também você estar utilizando um produto errado, ou ter feito alguma mudança na rotina. Uma alimentação mais carregada ou fora do que você está acostumado também pode irritar a pele. Às vezes sua pele ficou irritada por que você não retirou a maquiagem antes de dormir. São vários fatores que podem ser relacionados à a pele irritada", complementa a dermatologista.

+ Por que é tão importante tirar a maquiagem antes de dormir

Por isso que é tão importante a gente ter um cuidado especial na hora de inserir ou mais cosméticos na nossa rotina de skincare: quando a gente vai devagarinho, um a um, consegue detectar na hora o que mudou e o que deu reação ruim. "É importante tentar entender as reações e como lidar com elas", ensina Julia Petit. "Não adianta sair tentando um monte de coisas ao mesmo tempo". Pressa? Péssimo ingrediente para a sua pele.

"A pele tem o tempo dela. Nada na pele é rápido e imediato", afirma Dra. Monalisa. "A pele demora em torno de 28 dias para fazer um ciclo. Então aquele tratamento novo que você está fazendo, ou mesmo um produto novo que você comprou, só vai fazer efeito depois de meses de uso, e de uma consistência. A melhor forma de cuidar da pele é tendo paciência, consistência e fazendo uma rotina sem excessos".

Olha como tempo é seu aliado no cuidado com a pele e pode evitar a pele irritada: além de tomar o cuidado de inserir um novo cosmético na sua rotina passo a passo, um de cada, vez, introduzir um novo ativo na sua rotina gradativamente, aumentando a frequência de uso após a primeira semana, evita quadros de hipersensibilidade.

+ Nosso guia completo sobre como inserir novos cosméticos na sua rotina de skincare

Calma, respira!

Tem um fator bem importante também quando a gente fala de reações inesperadas da nossa pele: nem sempre é reação a um cosmético. "A gente às vezes fica tão fissurada em cosmético que esquece que pode ser mil coisas, até aleatórias", continua a Julia, nessa conversa. "Quando acontece comigo eu paro, tento ver o que fiz de diferente, mas também tento prestar atenção ao calendário - se é frio ou calor, se o ar está seco..." Ela conta que sua rosácea fica mais irritada quando ela bebe vinho, por exemplo: "Paciência", se conforma.

"É a mesma coisa quando como queijo forte, que adoro. Quando como muito, sei que é certo que minha pele vai se rebelar de novo. Mas eu não deixo de comer!", brinca Julia, que já conhece muito bem as reações da sua pele. "Eu não deixo de fazer nada. Por isso a gente tem que se olhar com atenção, carinho e paciência", ela segue, com toda a sua experiência. "A pele ajuda tanto a gente a se conhecer melhor!"

Como disse tão bem a Laura Peres no #jornadadapele, a pele reativa também pode ser aprendizado: "Já passei muita coisa achando que ia ficar bom e não ficou. E é legal também você ver sua pele não responder a um componente. Vira uma experiência. Depois, se você passar uma base e ela reagir de uma certa maneira, você vai falar 'Hmmm esse cosmético pode ter aquilo'. É um aprendizado empírico", nos contou a maquiadora, bem zen.

Passos para acalmar a pele

Quando vemos nossa pele irritada, recisamos não apenas dar tempo ao tempo: precisamos dar tempo para a nossa pele, e ampará-la da melhor maneira possível. Mas como fazer isso?

1- Limpeza suave

Opte por limpadores faciais suaves, com ação hidratante (como é o caso do nosso Limpador Facial, que conta ainda com a ação anti-inflamatória da niacinamida, a hidratação do pantenol e ainda o phytoesqualano, que por sua sua alta compatibilidade com a pele ajuda a restaurar a barreira de proteção e a manter a maciez).

+ Limpeza da pele oleosa: pode entrar, Limpador Facial!

2- Suspenda momentaneamente o uso de cosméticos com ativos mais fortes, que promovam, por exemplo, a renovação celular, e hidrate bem a pele

Produtos com ácidos, por exemplo, devem ser suspensos enquanto sua pele está reativa. O foco deve ser apenas limpeza, hidratação (para repor a barreira protetora da pele) e proteção, e em ingredientes que acalmem sua pele, como o bisabolol, um verdadeiro calmante para a pele. O ativo inibe as citoquinas pró-inflamatórias, moléculas associadas a inflamações, e dessa forma, reduz irritações, e está presente na fórmula do nosso Antioxidante Hidratante. A fórmula conta com a niacinamida, que ajuda a pele a reter água, promovendo sua hidratação pele e o fortalecimento de sua barreira protetora, além de ter ação anti-inflamatória, assim como a vitamina C.

+ Como o Antioxidante Hidratante age em cada tipo de pele?

3- Sem esfoliação

Sua pele está irritada? Não faça esfoliação até que ela esteja recuperada: o atrito pode sensibilizar ainda mais sua pele irritada e piorar o quadro.

4- Cuidado com a água quente

Se sua pele está irritada, evite lavá-la com água quente. Lembra daquele papo de que a gente não deve querer tirar toda a oleosidade natural da nossa pele? A água quente faz justamente isso. O resultado? Barreira cutânea afetada e pele desidratada.

+ Por quanto tempo se mantém a hidratação?

"Se sua pele estiver irritada com muita frequência, é bom procurar um dermatologista", reforça. Dra. Monalisa: "Talvez o fator não seja os cosméticos, e sim uma alteração mais sistêmica. Ou então precisamos alterar toda a sua rotina de cuidados para a fase atual da sua pele".

5- Beba muita água. E sabia que até a alimentação pode ajudar?

Hidratar nosso corpo de dentro para fora é essencial, e isso também vale quando temos um quadro de pele irritada. Aliás, até a alimentação pode ajudar: há estudos que afirmam que alimentos antioxidantes podem ajudar a pele a se regenerar da irritação.

Tão importante quanto todos esses conselhos? De novo, procure um dermatologista. E tenha calma: sua pele vai voltar ao seu normal. Ela só precisa de tempo. Entendeu o recado? ;)

 

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading