Desvendando a fórmula do Bálsamo Demaquilante

Vem conhecer a fundo todos os benefícios do nosso Bálsamo Demaquilante e entender como funciona sua fórmula <3

Finalmente, ele chegou! Nosso Bálsamo Demaquilante, que retira de maquiagem de maquiagem à prova d'água até filtro solar já está entre nós. Tão novinho e você já ouviu falar tanto sobre ele: tem ação antioxidante, ajuda na redução de cravos e, olha que maravilha, não arde os olhos. Não é incrível o novo membro da nossa família?

Mas que tal mergulhar a fundo em sua fórmula e conhecer tudo que o nosso Bálsamo Demaquilante faz pela sua pele? Tá confortável por aí? Então vambora!

Remove qualquer maquiagem

Começando pelo básico que vai bem além do básico: o Bálsamo Demaquilante remove qualquer maquiagem, das mais levinhas às mais pesadas - pense aí aquelas bases de longa duração, sprays seladores, maquiagem à prova d'água e até cola para cílios.

Como? Nosso pesquisador júnior, Marcus Amaral, explica que muito desse poder se dá pela alta quantidade de emolientes em sua fórmula (são cinco, entre eles Ethilhexyl Stearate e Dicaprylyl Ether). Lembra que já falamos sobre a diferença entre emolientes e umectantes como mecanismos de hidratação? Aqui a emoliência age no sentido de derreter: os emolientes da nossa fórmula são o que vão derreter a sua maquiagem.

"São esses emolientes (ou óleos) que vão entrar na rede da maquiagem e que vão dissolver aquela rede que está formada ali em cima, borrando tudo. Sabe aquele vídeo da Julia borrando a maquiagem? São esses compostos que fazem isso, na nossa fórmula", explica Marcus Amaral, do nosso time de pesquisa e desenvolvimento. "Esses emolientes são apolares, ou seja, se ligam a óleos, e maquiagens geralmente são uma rede de pigmentos em óleo - às vezes tem água, mas tem muito óleo. No caso de maquiagens à prova d'água, então, não há água na fórmula - por isso ela não sai tão facilmente. Lembra do que já explicamos aqui que semelhantes removem semelhantes? Então."

O Marcus explica ainda a tecnologia dos sprays fixadores de maquiagem, que formam polímeros que viram um filme por cima da sua pele, e expande o conceito: "É o mesmo caso daquelas bases que você não precisa usar o pó por cima, as de longa duração. Se você pegar a composição de delineadores, por exemplo, tem muito formador de filtro ali também, porque o delineador tem muita água e pigmento em sua fórmula." Existe ainda outro componente na maquiagem que é mais difícil de tirar com água ou um sabonete facial comum, que é a cera presente nas máscaras de cílios, por exemplo."

Os demaquilantes normais geralmente usam tensoativos e surfactantes para retirar a maquiagem. No caso de bifásicos, você tem uma parte de óleo, que se liga ao óleo, e uma parte em água, com surfactantes, que retira o que é diluível em água. "O que a gente sabe, porém, é que mesmo esses sabonetes não necessariamente conseguem quebrar completamente as cadeias solúveis em água por não ter afinidade o suficiente com as fases oleosas. Para uma maquiagem de dia a dia, mais leve, funciona. Mas quando você tem produtos com cera ou formador de filme, por exemplo, ele não funciona - o tensoativo, por mais que você lave, uma hora se satura", explica Marcus.

E por que escolhemos os emolientes específicos da nossa fórmula? Marcus explica: "São óleos mais leves, de toque mais seco, não comedogênicos, que têm uma cadeia um pouco mais reduzida do que você usar um óleo vegetal específico puro."

Ajuda a limpar os poros e reduzir os cravos

Os emolientes também agem em outra etapa do nosso Bálsamo Demaquilante: a de limpeza dos poros e ajuda na remoção de cravos - e justamente pela nossa já conhecida regrinha do semelhante se ligar a semelhante, facilitando a remoção.

"Cravos são poros entupidos principalmente por óleo, que fica preto por oxidar na sua superfície. Como a base do Bálsamo Demaquilante é principalmente composta de óleos, ele consegue "amolecer" os cravos e assim facilitar sua retirada, dado que semelhante dissolve semelhante", explica Marcus. "Emolientes estão na fórmula, de novo, no sentido de amolecer, derreter. Aqui é igualzinho. Não é todo óleo que faz isso, temos produtos comedogênicos que têm o efeito contrário."

Hidrata e acalma a pele e ainda tem ação antioxidante

Entendido como nosso Bálsamo Demaquilante derrete até as maquiagens mais pesadas da sua pele, a gente parte para a grande estrela da sua fórmula: o óleo de macadâmia e seus ômegas 7 e 9, que emulam os principais ácidos graxos já presentes na barreira lipídica da nossa pele. Qual é a vantagem disso? A gente explica: há uma compatibilidade muito alta do óleo de macadâmia com o sebo presente na pele, o que ajuda a manter a sua barreira lipídica íntegra. E barreira lipídica equilibrada, você lembra, significa pele protegida e efeito rebote bem distante (o ômega 7, especificamente, ajuda na hidratação, elasticidade e na regeneração da pele, mantendo o estrato córneo saudável).

É por isso que nosso Bálsamo Demaquilante também trata a a sua pele, ao mesmo tempo que demaquila: mesmo após o enxágue, o resíduo do óleo de macadâmia que fica na sua pele entrega suas ações antioxidantes, combatendo a ação dos radicais livres e ajudando a evitar o envelhecimento precoce da pele; e hidratantes, deixando a pele nutrida e mais macia. "Esse resíduo funciona justamente para entregar todos os benefícios do óleo de macadâmia sem entupir os poros, sem ressecar sua pele", explica Marcus Amaral.

Não precisa de algodão

Você já deve ter notado que a gente acredita bastante em diminuir o lixo da nossa rotina de skincare, né? É só lembrar que um dos nossos mimos, a toalhinha de rosto, serve justamente como ferramenta para substituir o algodão usado para passar seu tônico, por exemplo.

Nosso Bálsamo Demaquilante também se alinha a essa ideia: você não precisa de algodão ao usá-lo. É aí que age a sílica na nossa fórmula: "Ela age no controle de viscosidade. É ela que dá a gelificação do Bálsamo Demaquilante, é ela que dá a textura", explica Marcus (lembra de como funciona a gelificação dos cosméticos?). "Existem várias funções de sílica no mercado - ela pode ter efeito blur, que potencializa o FPS na fórmula, mas na nossa fórmula, ela só entra para definir a textura."

Como nosso Bálsamo Demaquilante não escorre, você deve usá-lo com as mãos mesmo.

Não arde os olhos

Um dos nossos maiores objetivos com a fórmula do nosso Bálsamo Demaquilante sempre foi driblar a ardência nos olhos - tudo isso, claro, baseado no que a nossa comunidade foi nos pedindo ao longo do desenvolvimento do produto. Afinal de contas, tudo o que a gente cria parte dessa parceria.

É aí que entra o Peg-20 Glyceryl Trisostearate. "A grande maioria das vezes que você vê Peg seguido de um número pequeno na fórmula de um produto, eles agem como tensoativos. Na nossa fórmula, nós usamos o Peg-20, que é um polímero polar (polar, relembrando, se liga a água, apolar se liga a óleo). Já o Glyceryl Trisostearate, por sua vez, é um polímero apolar. Você basicamente pega um emoliente (já falamos deles ali em cima) e coloca uma parte polar nele, e é ela, que gosta de água, que vira o tensoativo", explica Marcus.

"O interessante desse tensoativo é justamente sua emoliência (sua parte oleosa é maior que sua parte aquosa). Como tem uma cadeia muito pequena, o Peg-20 mantém suas ações de remover resíduos que o óleo não consegue ou ajudar com a oleosidade da pele - e ainda de agir na limpeza - mas é muito suave. Como ele não é tão agressivo, ele não resseca a pele e não arde os olhos, e foi por isso que o escolhemos para nossa fórmula.", segue Marcus.

"Escolhemos uma fórmula menos carregada em tensoativos porque vimos que uma fórmula carregada em emolientes tinha um poder demaquilante maior - que era o que buscávamos desde o início. Mesmo assim, a gente queria um tensoativo na fórmula, para ajudar nessa etapa de limpeza e fazer essa ponte entre o demaquilar e o limpar com o sabonete facial que entra em seguida, ajudando nesse passo de emulsificação", conclui Marcus.

Outros motivos pelo qual nosso Bálsamo Demaquilante não arde os olhos vêm da escolha de não usar fragrância em nossa fórmula e da ação de texturização da silica: "Se algo escorre entre seus dedos, vai encolher entre suas pálpebras."

Não comedogênico e hipoalergênico

Testado dermatologica e oftalmologicanete, nosso Bálsamo Demaquilante é não comedogênico graças, entre outros, a esses emolientes mais suaves da nossa fórmula. "É parte fundamental da etapa de limpeza e desse aspecto não comedogênico do nosso Bálsamo Demaquilante lavar o rosto em seguida", aconselha Marcus. "E o Peg-20 ajuda nessa retirada total do produto com o sabonete facial em seguida, deixando apenas o resíduo necessário para entregar os benefícios do óleo de macadâmia para a sua pele."

A escolha do tensoativo e emolientes suaves, além do descarte do uso de fragrâncias na nossa fórmula ainda garante, de acordo com todos os testes realizados, um produto hipoalergênico.

Definitivamente: tirar a maquiagem nunca foi tão delicioso!

E aí: que tal incluir o Bálsamo Demaquilante na sua rotina de skincare?

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading