Uau! Frete grátis para todo Brasil 😱

A pele negra e a busca pelo protetor solar dos sonhos

No nosso colab: Gabi Oliveira e Tássio Santos falam sobre o protetor solar para a pele negra.

Gabi Oliveira, Tássio Santos e Julia Petit / Divulgação

Já parou pra pensar que proteção solar para pele negra tudo tem a ver com autoestima? Bom, esse foi só um dos muitos aprendizados que compartilhamos na nossa última colab - reveja aqui a anterior. A nossa conversa ganhou força com a participação de Gabi Oliveira e Tássio Santos.

O que era pra ser só um papo sobre protetor solar, virou uma troca incrível sobre pele negra. Aliás, não parou por ai: foi até a indústria da beleza e saúde. E como fomos tão longe no assunto? Bom, pra falar a verdade nem é tão longe assim.

Proteção para toda pele

Tudo começa com o mito de que pessoas negras não precisam de proteção solar. O que se ouve por ai é que estão "naturalmente protegidas pela melanina". Mas, de acordo com a dermatologista especialista em pele negra, Camila Rosa, todas as pessoas precisam fazer uso do protetor solar. Não só quando vão à praia, mas sim todos os dias. “Para a pele negra é necessário e suficiente um FPS fator 30 e ele deve ser reaplicado de duas em duas horas. O fator de proteção não se multiplica com o número, então o FPS 60 não é muito diferente do 30”, explica Camila.

Quem ultrapassa esse mito, descobre um segundo problema. O de encontrar um protetor solar que não deixe a pele negra, que tem diversos tons, esbranquiçada ou acinzentada. Isto acontece pela quantidade de dióxido de zinco e titânio que compõem o produto.

Por estes e outros fatores, a maioria acaba não usando protetor ou o usa raramente. Situações que são apenas parte de um cenário ainda maior:  uma indústria que pouco produz produtos específicos para a pele negra só reforça o racismo que exclui muitos do acesso aos cuidados com a saúde e com a estética.

É nessa hora que, para mudar essa história, negros e negras vêm descobrindo no cuidado e no carinho com a própria pele, uma dose de autoestima.

É sobre autocuidado

O momento em que paramos para nos cuidar é revelador, é assim que nos conhecemos. É se dedicar um tempo só para você, prestar atenção em si mesmo. E para algumas pessoas negras, foram nestes instantes em que olharam para os seus traços em que reconheceram a sua beleza. Por isso que cuidar da pele levanta a autoestima. Dessa forma, você pode encontrar com o seu íntimo e resgatar no espelho quem você é, limpo, antes de qualquer maquiagem ou aquele filtro do Instagram.

Muitas herdaram esses cuidados das mães e avós, outras levam hoje para elas a importância de olhar pra si e ganhar autoestima com algumas mudanças na rotina da pele madura. Afinal, esse momento de cuidado com a pele tem muito a ver com se conhecer melhor, não só fisicamente, mas com o que se passa na nossa mente. “É no dia a dia que esses cuidados vão te trazer um bem estar. Não existe uma melhora imediata, é com o tempo e isso vai trabalhando nossa autoestima pouco a pouco”, afirma a dermatologista Camila. Por isso, para as pessoas de pele negra essa rotina nunca é só sobre maquiagem ou skincare, é uma questão social, é a compra de uma ideia.

Um bom caminho pela frente

No mercado atual encontramos diversas marcas com opções de protetor solar sem cor e com cor.  Mas você já reparou nas tonalidades? “Estes geralmente com apenas três tons, claro, médio e escuro, o que não abrange os diferentes tons que temos entre os negros”, afirma Camila. E, no nosso papo descobrimos que, devido à falta de diversidade de cores, a melhor opção para as pessoas de pele negra é um filtro solar sem cor.

Sanny / Divulgação

Isso sem falar na representatividade além da publicidade. O racismo é multifacetado, então a ausência de pessoas negras está em toda parte do processo: pensar o produto / criar /  divulgar / vender. Ter profissionais negras, da concepção à venda, é o primeiro de muitos passos, como ouvimos muito no Colab. A lição que fica é que é preciso inclusão de verdade.

Afinal, todo mundo merece seus momentos de carinho! Aqueles cuidados diários ou até um dia especial, com máscaras e boletos pagos. Então, porque não desenvolver produtos que atendam mesmo a todos, né? Assim, toda pele pode sair por aí protegida e pronta para curtir a vida como quiser.

Divulgação

Você já respondeu a nossa pesquisa sobre o filtro dos sonhos? Ainda não?! Reserve uns minutinhos do dia e clique aqui - a Sallve quer muito saber mais sobre você <3.

vamos conversar?