Fazer a unha na quarentena sem se estressar: é possível!

Fazer as unhas na quarentena pode ser um processo divertido e desestressante: é só você se desapegar de fazer tudo perfeitinho demais (e que tal seguir nossas dicas?)

unha

No topo da sua lista daqueles pequenos "problemas de primeiro mundo", estão suas unhas? Não precisa ficar com vergonha, é normal: especialmente se você tem a sorte de sempre conseguir fazer suas unhas com uma manicure profissional - essas fadas sensatas que tanto amamos. Com o distanciamento social ainda está longe de terminar, muita gente começou a ficar angustiada em como manter a unha feita em casa. Para muitos, já era normal fazer a unha em casa, para tantos outros, não. Como que tira a cutícula? Como tirar a parte borrada? Mais ainda: como que a gente faz a mão direita com a mão esquerda (ou vice-versa)?

A unha perfeita existe?

Vamos puxar aqui aquele oráculo da beleza libertadora, Marc Jacobs, para nos dar aquela luz? Quando fez um de seus deliciosos tutoriais de maquiagem no Instagram, ele mostrou a unha pintada de vermelho com glitter por cima e já mandou, antes que qualquer um comentasse: não, elas não estão perfeitas nem bem feitas, mas e daí? "Não sou manicure nem nail artist, mas acredito em simplesmente fazer", disse. "A beleza vem de apenas fazer, se expressar e se divertir". Depois, ele compartilhou uma foto de manicure e pedicure, e escreveu: "Sei que não estão perfeitas. É o progresso, não a perfeição." Perfeito, Marc.

Fazer a unha na quarentena tem um significado diferente

Não tem a ver com as cutículas perfeitas, nem o esmalte meticulosamente sem borrado: tem a ver com como sua unha colorida te faz se sentir agora. Num dia cinzento, de mau humor ou de stress no home office, pode acreditar, olhar para suas mãos com unhas coloridas pode animar até os dias mais monótonos ou puxados. Além disso, o processo pode ser relaxante: "Tem sido uma terapia tirar um tempo para fazer isso, é tipo desenhar sabe?", diz a design lead da Sallve, Antonella, que sempre foi desapegada com as unhas mas tem curtido pintá-las na quarentena. "Fora que tem tanta referência legal no Pinterest e no Instagram que estou me arriscando".

O Armando, analista de CRM e influência digital da Sallve, por sua vez, tem usado a quarentena para pintar as unhas pela primeira vez. "A gente sempre quis fazer isso, e ficar em casa dá mais liberdade pra experimentar", conta. "Não ficou perfeitinho, mas eu queria que ficasse. De toda forma, foi relaxante e divertido, porque fizemos num dia em que estávamos tomando sol aqui em casa."

As cutículas precisam estar feitíssimas?

Se você nunca tirou as próprias cutículas, pode ser mais seguro e bem menos frustrante você se preocupar apenas em hidratá-las: com ceras, cremes ou esmaltes específicos para isso. Há nas farmácias também vários produtos que te ajudam a amolecer as cutículas e retirá-las sem precisar de alicate. Nem sempre vai ficar perfeito, mas ajuda muito, especialmente agora.

Quer tirar de qualquer jeito? O alicate precisa ser afiado e você tem que ter muita parcimônia: é melhor tirar só o excesso do que acabar arrancando bifes e arriscando uma infecção (especialmente nos cantinhos!). Para tirar as cutículas, a hora ideal é logo depois do banho, quando elas ficam molinhas, aliás. Ah! E não precisa ficar tirando toda semana. De novo: aqui é mais sobre um hobby e uma animada nas mãos do que tirar certificado de manicure profissional. A chance, porém, pode ser boa para você, a cada semana, ir aprendendo a tirar um pouquinho melhor as suas. Não sabe mesmo? Deixa para lá: desapega dessas cutículas e arrasa no esmalte.

E o esmalte: como tirar o borrado da unha?

A resposta é bem óbvia: com palitinho, algodão e acetona. Girando o palitinho sempre para fora. A Antonella alterna o método clássico com o da meia-calça, você conhece?

https://youtu.be/XoA3oBKEIZA?t=141

Nail art: é possível sim!

O lado bom de fazer suas unhas em um período de distanciamento social é que você pode ousar com ideias que não faria se tivesse que ir para o escritório todo dia. Aqui na Sallve, muitos de nós vem se arriscando na nail art ou em pintar uma unha de cada cor.

Um dos tutoriais mais fáceis de nail art que nosso time anda seguindo é o da Nanaths, que te ensina a fazer seus próprios adesivos de unha em casa sem precisar comprar nada (no máximo uma canetinha!).

"Achei fácil no geral e amei o resultado!", conta a Natália, do nosso time de PR. "Eu me desapeguei totalmente de fazer a unha mais perfeita coisa do mundo, porque acho que o legal disso é ser algo divertido. Mas foi a primeira vez também, né? Aos poucos vou melhorando", conta. Sua dica para quem quer fazer a unha em casa sem frustração? "A prática leva a perfeição, né? É só treinar que uma hora vai melhorar. O importante é se divertir também nesse processo. Não precisa ser tudo perfeito: tem uma história nos amassadinhos da unha!", brinca.

As unhas da Natália

Algumas diquinhas extras para aplicar na unha

Quer mais algumas diquinhas simples para arrasar nas unhas em casa? Então anota aí:

1- Tire o borrado de suas unhas sempre imediatamente após pintá-las. O esmalte ainda molhado é bem mais fácil de tirar da pele do que ele seco.

2- Antes de passar o esmalte colorido, passe a base (nunca esqueça, para proteger as unhas!) também por cima das cutículas. Assim, a primeira mão do seu esmalte nem encosta na pele e sai com mais facilidade. Da segunda vez que você for tirar o borrado, na segunda demão, vai ver como ficou muito pouquinho para tirar da pele e das cutículas.

3- Tenha em casa sempre um extra brilho, que vai ajudar a disfarçar amassadinhos que possam te incomodar.

4- Cutículas hidratadas são essenciais para uma unha que, mesmo não perfeita, fica com um resultado legal.

5- Unhas mais curtas podem ser bem mais fáceis de cuidar. Se tiver que cortar na quarentena, não sofra: elas crescem!

6- Pode ser uma ótima chance de brincar também com novos formatos da unha: nossa ruiva Julia Petit jura que suas unhas arredondadas quebram muito menos do que quando quadradas!

7- Saúde em primeiro lugar: fique de olho se suas unhas estão mais quebradiças e, caso sim, se cuide. É sinal de falta de vitamina. "Eu senti que as minhas unhas estão muito melhor nessa quarentena", conta Antonella. "Ela costuma descamar muito, mas como estou me alimentando muito melhor, ela deu uma boa fortalecida". Viu?

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading