Escovas de limpeza facial vibratórias realmente ajudam a pele?

Já adiantamos: sim, mas só se elas forem usadas corretamente!

Já foi impactada (o) ou é usuária (o) de uma belíssima escova de limpeza facial vibratória? Bom, elas estão por aí e cada dia mais presentes na rotina de skincare de famosos e anônimos. Mas a pergunta que não quer calar: é só hype ou funciona mesmo?

Para quem não sabe do que estamos falando, explicamos. O produto em questão é uma escova de silicone elétrica, com níveis de intensidade geralmente ajustáveis, que envia pulsações para a pele, removendo impurezas dos poros. Algumas ainda prometem ajudar a estimular a produção de colágeno e melhorar a circulação sanguínea.

“Desde que utilizadas corretamente, as escovas vibratórias podem mesmo trazer benefícios para a pele, já que promovem uma esfoliação e permitem uma renovação mais rápida das células”, explica o Dr. Fábio Gontijo, dermatologista e membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

“As cerdas de silicone, em geral, são mais seguras e trazem mais benefícios do que as mais ásperas”, aponta ainda o especialista.

Como usar?

É claro que o ideal é você conversar com o seu médico e entender melhor se usar a escova fará sentido para sua rotina e para a saúde da sua pele. É justamente ele que vai poder dizer qual a frequência correta para a utilização.

Mas, em geral, o indicado é o uso de uma a duas vezes na semana, antes de dormir. “Seguido da aplicação de um hidratante específico para sua pele”, aponta o Dr. Fábio Gontijo. A frequência pode variar para mais vezes ou menos vezes dependendo do seu tipo de pele, é claro.

E se usar demais, o que pode acontecer? Segundo o dermatologista, elas podem ferir a pele ou causar um aumento da oleosidade por rebote. O organismo entende que, ao retirar toda a oleosidade, deverá produzir mais óleo para compensar o déficit.

Qualquer pessoa pode usar?

“Pacientes com peles muito sensíveis, como peles com rosácea ou que possuam alguma doença de pele não devem utilizar”, explica o Dr. Gontijo.

Pele acneica se beneficia?

Talvez você já tenha visto e conversado com amigos que têm pele acneica e relatam uma melhora com o uso do gadget. E, sim, isso faz muito sentido, já que a esfoliação é importante no tratamento da acne.

“Justamente por remover a camada mais superficial da pele e desobstruir os poros, diminuindo a formação de cravos e espinhas”, aponta o especialista.

Porém, ele faz um alerta importante: “A esfoliação é somente uma etapa nos cuidados com a pele acneica, por isso, mesmo que o paciente opte pelo gadget, não deve negligenciar as outras etapas. O uso de escovas vibratórias pode ser uma boa alternativa, mas nunca deve ser utilizado sem a orientação prévia de um dermatologista”, finalizou.

Tem alguma dica, dúvida ou sugestão? Fale com a Sallve! A gente adora trocar experiências!

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading