#vivasuapele Camila e o cuidado com a pele que veio na gravidez

Sabe quando sua pele piora durante a gravidez? A Camila usou esse momento para aprender a cuidar da sua e se libertar do conceito de pele perfeita

É engraçado como para cada pessoa, cuidar da sua pele pode começar em épocas e por motivos diferentes. Para a Camila Moraes, de 23 anos, lá do litoral do Paraná, esse momento foi sua gravidez. "Eu sempre sofri com acne, mas nunca fui muito ligada nisso, nem nunca tinha ido a uma dermatologista até engravidar, em 2019", ela conta, sobre como começou sua jornada da pele. Depois de tentar muitas receitas caseiras, "que acabavam não dando certo", ela sentiu que todas as mudanças pela qual seu corpo estava passando com a gestação começaram a afetar sua autoestima. Foi o caso de uma piora na sua acne. "Foi aí que comecei a pesquisar, e cheguei no perfil do Instagram de uma menina que falava sobre skincare, o que me deu vontade de começar a pesquisar mais sobre produtos e marcar minha primeira consulta com o dermatologista".

Começar a cuidar da pele durante a gravidez

Mas como começar a cuidar da pele durante a gravidez? "Eu fazia o básico, que é limpar, hidratar e proteger, sem usar ácidos. Aliás, tinha que proteger muito a pele pelo risco de melasma gestacional", conta Camila. Olha que incrível: por passar meses fazendo apenas o básico, a Camila entendeu direitinho a importância de cada um desses três passos, e pegou o hábito de passar protetor solar diariamente: "Antes eu só usava protetor solar na praia, se tanto, mas agora uso em casa, no inverno... É hábito. Faça sol ou faça chuva, uso sempre, e a quantidade certa.

+ Como passar protetor solar (e reaplicar também)

As três etapas básicas ajudaram Camila a controlar a acne e a oleosidade da pele, e dali em diante, seu cuidado com a pele só foi aumentando: "Comecei a cuidar da minha pele porque queria sentir que estava cuidando de mim. Tinha muita acne, muita mancha, mas foi só começar a cuidar da minha pele durante a gravidez que ela começou a melhorar".

Antes disso, durante a gravidez, a acne já era presente: "Quando começou a surgir, toda a minha família começou a falar que era genética, que todos os meus primos tinham. Eu também sofri muito com bullying no colégio. Chegaram a me falar sobre Roacutan, mas eu não entendia nada. Eu sempre tinha era que estar maquiada, para esconder minha acne, que me incomodava bastante".

+ O meu, o seu, o nosso relacionamento com nossa pele oleosa

Cuidar da pele após a gravidez

Hoje, Camila mantém seu cuidado com a pele como um momento especial e importante: "Estava sempre acompanhada de dermatologistas, então desde a gestação nunca mais tive crises de acne. Comecei a usar ácidos para tratar a textura, diminuir manchas... Mas tudo indicado pela minha dermatologista".

O Instagram ajudou a transformar o cuidado em hábito

Outra coisa que ajudou Camila a transformar o cuidado com sua pele em hábito? O Instagram: "Eu criei minha conta lá para me dar o hábito de cuidar da minha pele, que é algo que nunca tive", ela conta. "Mesmo quando tinha dois seguidores, eu fazia tudinho e postava. E com o tempo foi virando rotina. Meu Instagram foi algo que criei para mim mesma, para me estimular. Hoje, ela conta, ela também aprende com seus seguidores: "Eu tinha o hábito de dormir maquiada, por exemplo, e eles me ensinaram que eu tinha que tirar antes de dormir. Aprendo com eles e eles comigo, é como se fôssemos amigos mesmo".

+ Como tirar a maquiagem e por que esse passo é tão importante?

Nesse hábito, entra a Sallve: "O Tônico Renovador me ajudou muito a controlar a oleosidade da minha pele e a reduzir os cravos. Também amo o Antioxidante Hidratante, porque ele já tem a vitamina C, então é um passo a menos na rotina. Eu uso na área dos olhos, e ele também controla muito a oleosidade. Já o Protetor Solar tem essa proposta hidratante incrível para o inverno, que deixa a pele hidratada sem ficar com aspecto oleoso, e super luminosa".

Sobre aprendizados e liberdade

Começar a cuidar da pele trouxe uma série de aprendizados para a Camila: "Achava que quando começasse a cuidar da minha pele, ela ficaria perfeita no dia seguinte, mas aprendi que é normal a gente ter poros, surgir manchas, e que ela pode estar ótima e depois ter uma crise de acne. Aprendi também que o cuidado com a pele, que era algo que eu não tinha, para mim é autocuidado. Aprendi a me amar mais, me cuidar mais. Cuidar da minha pele é minha terapia. Hoje uso bem menos maquiagem e me aceito mais agora".

+ Como os filtros do Instagram afetam nossa relação com a nossa pele?

Todos esses aprendizados trouxeram uma nova sensação de liberdade, aquele conforto de se sentir bem em sua própria pele: "Comecei a me sentir livre na minha própria pele há uns sete meses, quando decidi que não precisava ser refém da maquiagem para esconder minhas manchas, ou filtros no Instagram para disfarçar minhas imperfeições. Para mim, se sentir livre na minha própria pele é aceitar que pele perfeita não existe, que você vai ter poros, linhas, manchas, e tudo bem. A gente não pode deixar de viver procurando a perfeição. Não dá pra gente só se achar linda quando não tem acne ou manchas na pele".

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

subtotal

Loading
Login efetuado com sucesso!