3 passos essenciais para cuidar da pele do corpo

Também aproveitamos para tirar dúvidas e te contar o que fazer quando a pele do corpo fica acinzentada

Não é nada incomum ter uma rotina de skincare super regrada para o rosto e ser do time dos preguiçosos quando o assunto é cuidar da pele do corpo. Muita gente esquece de passar hidratante, acha que não precisa ou até não gosta da sensação de produtos corporais na pele. A gente entende! Porém, saiba que os passos para uma rotina completa para cuidar da pele do corpo são mais simples do que você imagina e bastante importantes. Afinal, manter a pele hidratada e protegida é questão de saúde, né?

Pele do corpo x pele do rosto

Já te contamos por aqui, em um outro post, que a pele do rosto e a pele do corpo são diferentes. Na verdade, cada parte da nossa pele do corpo tem suas particularidades. Sim, é isso mesmo: ela não é igual em todas as partes dele.

A das suas mãos não é igual a das suas costas, ou então, àquela super fininha ao redor dos seus olhos. A espessura e o pH da pele do corpo também mudam de região para região. E é por isso que ela tem necessidades diferentes em cada uma delas.

+ Pele do corpo: as diferenças para se conhecer

"A pele é um órgão vital, o maior do corpo humano, e merece cuidados em toda a sua extensão, seja no rosto ou no corpo. Existem diferenças e peculiaridades de acordo a região . Essas diferenças podem ser devido a genética ou a influências do meio externo. Por exemplo, a pele das plantas dos pés tende a mais espessa, com uma camada maior de queratina, devido ao atrito e suporte do peso do corpo. Independente disso, precisamos cuidar de toda a nossa pele", afirma a Dra. Patrícia Mafra, membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

A Dra. Monalisa Nunes, dermatologista consultora da Sallve, ainda fala mais sobre a diferença fundamental entre rosto e corpo: “A pele do rosto é mais delicada, tem menor espessura e mais glândulas sebáceas, podendo apresentar uma oleosidade exacerbada, que é muito incomum no corpo."

Temos que cuidar da pele do corpo?

A pele do rosto geralmente precisa de mais cuidados porque é a região que fica mais exposta aos danos e estressores diários. “O rosto fica exposto sempre! No caso do corpo, esse cuidado com o rosto deveria ser igual para pescoço e colo, pela mesma razão da exposição, e secundariamente braços e pernas”, diz a Dra. Monalisa.

+ Comece conhecendo seu corpo / Por: Tássio Santos

Porém, cuidar da pele de todo o corpo é importante para que ela se mantenha saudável. "A pele do corpo também sofre com o o envelhecimento se não cuidada. Podem surgir sinais como ressecamento, flacidez e perda de densidade", emenda a Dra. Roberta Padovan.

Posso usar produtos de corpo no rosto?

Não é exatamente o indicado. "O ideal é usar produtos específicos para cada parte do corpo. Eles existem exatamente por isso, porque foram criados de acordo com as características de cada região”, diz a Dra. Paola Pomerantzeff.

+ Quiz da Pele: você já descobriu do que sua pele precisa?

Produtos para o rosto costumam ser mais suaves. “Tudo que é pensado pro rosto é mais delicado e com menor potencial comedogênico”, explica a Dra. Monalisa. “Normalmente, peles oleosas ou sensíveis não se dão bem com produtos do corpo por sua maior concentração de óleos, manteigas, perfumes e corantes”, explica ainda.

3 cuidados básicos

Como te dissemos, cuidar da pele do corpo é mais simples do que você imagina. Lembrando que os passos a seguir sãopara uma pele saudável. “Pele com queixas ou doenças já tem outras necessidades”, alerta a Dra. Monalisa.

  1. Limpar: o famoso banho! A limpeza é essencial para equilibrar o excesso de oleosidade e os resíduos que vão se acumulando na pele, assim como a poluição do ambiente.

    Use sabonetes gentis e lembre-se que a água quente não é amiga da sua pele. “A água pode ser morna. Nesta temperatura, ela consegue remover a oleosidade da pele sem excessos e limpá-la sem agredir sua barreira cutânea. Quanto mais alta a temperatura, pior para nossa barreira cutânea! O ideal é o equilíbrio sempre, nada em excesso faz bem", já ensinou a Dra. Camila Rosa por aqui.

    "Essa limpeza deve ser feita com produtos específicos para o tipo de pele, evitando usar sabonetes ou buchas no corpo. O ideal é usar sabonetes em áreas específicas como genital e axilas, e usar loções de limpeza ou óleos de banho no restante do corpo", emenda a Dra. Patrícia Mafra.
  2. Hidratar: uma pele que não retém ou repõe suas moléculas de água apresenta alguns problemas, que ninguém quer ter. “Ela se torna mais sensível, suscetível a descamação e com maior sensibilidade, o que pode levar ao agravamento de doenças pré-existentes ou surgimento de lesões na pele”, já alertou o dermatologista Dr. Damiê De Villa.

    + 70% da nossa pele é água: já parou pra pensar nessa relação?

    "Quando não hidratamos, a pele acaba perdendo a sua barreira de proteção, ficando muito mais sensível a radiação ultravioleta, fazendo com que ela “queime” com maior facilidade, por exemplo. Além disso, ela também fica mais exposta aos poluentes, contribuindo para um envelhecimento precoce. "Precisamos hidratar toda a pele e não só a pele do rosto”, emenda ainda o Dr. Alberto Cordeiro.

    Portanto, passe o seu hidratante preferido logo após o banho. "É muito importante hidratar a pele do corpo tanto no verão quanto no inverno. No inverno, claro, mais ainda, ou a pele fica xerótica, seca, coça... Quando você hidrata a pele, além de prevenir tudo isso, vai sentir sua pele mais firme, e até com menos celulite. Sua pele fica mais viçosa, menos opaca, bonita, hidratada e sem coceira", nos contou a Dra. Carla Vidal.
  3. Proteger! Sim, o melhor amigo de qualquer pele: o protetor solar. Proteger é essencial sempre. Lembre-se que a sua pele protege seu corpo de várias maneiras. Ela forma uma barreira contra a invasão de bactérias ou outros riscos ambientais que podem ser perigosos para saúde. Glândulas sudoríparas e vasos sanguíneos ajudam a controlar a temperatura do corpo. Ah, também há terminações nervosas que permitem que você sinta!

    + É possível potencializar a hidratação da pele?

    E quantas vezes já falamos aqui que ela pode te alertar quando alguma coisa não vai bem no seu corpo? Uma mancha, uma alergia, uma erupção cutânea, uma coloração diferente. Esses são só alguns fatores que ajudam a dimensionar a importância da nossa pele.

    Deixar de protegê-la impacta diretamente na sua saúde, no envelhecimento precoce, entre vários outros fatores. "Proteger é essencial para não sofrermos uma queimadura do sol, não desenvolvermos um câncer de pele por conta da exposição prolongada a radiação ultravioleta, para não termos processos alérgicos, já que a pele é a barreira principal contra os alérgenos, e também para não envelhecermos mais rapidamente", alerta o Dr. Alberto Cordeiro.

    A Dra. Monalisa Nunes indica que, no dia a dia, o protetor solar seja passado todos os dias nas áreas expostas, como braços e pernas, além do rosto, pescoço e colo.

    + Pele negra precisa de protetor solar?

E a esfoliação?

A esfoliação pode ser amiga da pele do corpo, mas a preferência é que ela seja feita de forma esporádica. “Pode ser benéfico para uma renovação celular”, opina a Dra. Monalisa Nunes.

A renovação celular é um processo do nosso corpo. Dura 28 dias em média, mas conforme envelhecemos esse tempo aumenta, podendo chegar a 40 dias a partir dos 26 anos, por exemplo. Nesse período, uma célula nasce na camada mais profunda da epiderme e vai sendo transportada para a camada córnea (a mais superficial da pele). Lá, ela já chega como uma célula morta e fica por ali até “descamar”.

+ Esfoliação física, química, biológica: conheça as diferenças

Com o surgimento de novas células, as anteriores (já mortas), vão sendo descartadas. O ponto é que, conforme envelhecemos, esse ritmo de renovação celular diminui, podendo causar um acúmulo dessas células mortas na superfície da pele. Como a taxa de renovação celular diminui, nossa pele perde o viço. Como há um acúmulo dessas células mortas na camada córnea, a pele fica opaca, sem brilho e sem vitalidade, perdendo força.

Como já disse a Dra. Denise Steiner aqui no blog: "Essa é a fisiologia normal da pele: uma célula ser trocada, não retida. Quando ela está retida, ela desidrata, e todo o funcionamento passa a ser anormal", explica Dra. Denise Steiner.

+ Esfoliação e renovação celular: tem diferença?

Ou seja, a esfoliação pode ser benéfica para a pele do corpo também. Mas se feita da forma certa, levando em conta seu tipo de pele e vários outros fatores. "Recomendo a esfoliação de uma ou duas vezes na semana para tirar o excesso das células mortas e melhorar a penetração dos hidratantes", dá a dica a Dra. Roberta Padovan. Peles muito finas devem evitar esse passo.

cuidar pele do corpo

Antioxidantes para o corpo são bem-vindos?

Claro que sim! Inclusive, se você já puder juntar hidratação e antioxidantes na mesma fórmula, é perfeito. “Antioxidantes previnem o envelhecimento precoce e os danos celulares, é benéfico para a pele do corpo. Se a pele tem alguma necessidade especial, como tratamento de manchas, podem ter essa finalidade também. Antioxidantes são sempre bons!”, dá a dica a Dra. Monalisa Nunes.

Lembrando que: a ação dos radicais livres não acontece só na pele do rosto, tá bom? Ela só costuma ser a parte mais exposta aos danos diários.

+ Antioxidantes são os melhores amigos da pele cansada

A poluição ambiental, a radiação ultravioleta, a luz azul, o cigarro, o consumo excessivo de álcool, má alimentação, resíduos de pesticidas nos alimentos e o estresse do dia a dia são alguns dos fatores que contribuem para esse aumento desenfreado dos radicais livres.

E é justamente nessa batalha que os antioxidantes entram! "Eles são substâncias importantes por (se ligarem) aos radicais livres para neutralizá-los, também hidratando a pele e ajudando a manter a barreira cutânea com uma boa qualidade. Atualmente, na dermatologia, recomendamos o uso de antioxidantes tanto pela manhã quanto à noite, inserindo o componente na rotina diária", afirma o Dr. Alberto Cordeio, dermatologista.

Por que a pele fica cinza?

Essa é uma queixa bastante comum de quem tem pele em fototipos mais altos. Inclusive, já até falamos sobre isso aqui no blog. A pele fica com a aparência acinzentada porque está ressecada e com certeza anda precisando de uma dose de hidratação.

“Isso é só porque na pele negra você consegue visualizar melhor a pele ressecada, porque fica acinzentado mesmo. Enquanto isso, nas peles mais clarinhas, essa camada esbranquiçada da pele ressecada se dissipa na pele e você não consegue ver com tanta facilidade que a pele está ressecada. Nos negros, isso fica visível e gera esse incômodo. Mas esse ressecamento acontece com todos os tipos de pele, todos os tons. E, sim, hidratar é o melhor caminho”, explica a Dra. Monalisa Nunes.

+ Pele negra e a hidratação como herança de família

Portanto, vale lembrar: todos os tipos de pele precisam de hidratação. Afinal, pele hidratada é pele saudável, com barreira cutânea íntegra, protegida e resistente.

“Quem tem pele mais ressecada vai precisar de mais hidratação, quem tem a pele mais oleosa vai precisar de hidratação também, mas com ativos mais levinhos. O que varia não é nem a quantidade de hidratação, é a qualidade de hidratação. Então, se a pele é mais ressecada, você vai precisar de um hidratante mais potente, mais corpudo, com mais óleos, manteigas. Um cremão. Mas se a pele é mais oleosa, você vai usar um hidratante mais levinho”, dá a dica a Dra. Monalisa Nunes.

Atenção aos joelhos e cotovelos!

Vale ressaltar aqui os cotovelos e joelhos, que são áreas que costumam ser mais ressecadas em todas as pessoas.  Algumas vezes essas regiões ficam até esbranquiçadas, escurecidas ou acinzentadas.

As regiões dos joelhos e dos cotovelos têm mais elasticidade e estão em constante movimento. São áreas mais expostas a sofrerem agressões externas, como impacto, clima e atrito com roupas. Tudo isso por si só já favorece o ressecamento.

+ Hidratante Reparador e o adeus aos joelhos e cotovelos ressecados

“Cotovelos e joelhos são mais ressecados, porque a camada córnea é mais espessa nessa região, e a epiderme toda é um pouco mais espessa. Então a pele é mais espessa e a camada superficial, que é impermeável (é só de queratina), também é mais espessa. E por quê? São áreas de atrito, que a gente precisa para atritar, como ajoelhar, se apoiar em estruturas e superfícies. A gente precisa que a pele dessa região seja um pouco mais resistente, mais rígida, para não ter fissuras, ferimentos e arranhões”, aponta a Dra. Monalisa Nunes, dermatologista consultora da Sallve.

Ou seja, joelhos e cotovelos merecerem um hidratante mais potente, que evite o ressecamento excessivo. Oi, Hidratante Reparador!

Verão x inverno

Você já sabe, a essa altura, que sua pele fica comprovadamente mais ressecada no inverno. Isso se dá por conta do clima mais seco, a brisa mais fria e as temperaturas mais baixas - tudo isso junto prejudica a capacidade da sua pele de reter água, ou seja, de se manter hidratada. Tem mais: lembra de como o banho quente pode ser ruim para a sua pele? É só pensar que no inverno eles são bem mais frequentes, mais quentes e mais longos e pronto, não tem mistério: os cuidados com sua pele precisam ser redobrados.

+ Pele do corpo no inverno: os cuidados para mantê-la saudável

No inverno, especialmente, esse ressecamento da pele do nosso corpo é visível a olhos nus. A pele das pernas e braços começam a descamar, ficando cinza e perdendo o viço.

O inverno é, possivelmente, a estação do ano em que a pele do nosso corpo mais nos sinaliza que precisamos cuidar dela da mesma forma que cuidamos da pele do nosso rosto: os cosméticos têm que ser diferentes (isso vale do sabonete ao hidratante, lembra?), mas as funções vitais da sua rotina de cuidados com a pele do corpo são quase as mesmas: limpar e hidratar a pele do seu corpo, todos os dias, especialmente no inverno, é fundamental.

No verão, a mesma coisa: os cuidados essenciais de limpar e hidratar seguem. Você pode escolher hidratantes mais leves, que sejam mais indicados para a estação. Porém, vale reforçar a proteção solar, ainda mais se você for se expor intencionalmente ao sol. Lembrando sempre que a Sociedade Brasileira indica o mínimo de FPS 30 e a reaplicação a cada duas horas. Entrou na água? Aplique novamente o protetor.

Família Sallve e o corpo

Hidratante Reparador

O nosso Hidratante Reparador é perfeito para cuidar de áreas ressecadas do corpo. Ele é um hidratante múltiplo, não comedogênico, que pode ser usado tanto no rosto quanto no corpo, nutrindo e acalma peles secas e sensibilizadas, reparando danos e restaurando regiões extremamente ressecadas. Ele repara regiões ressecadas como mãos, cotovelos e pés, reduz a vermelhidão, previne o acinzentamento e descamação e deixa a pele luminosa e com toque macio.

Sua fórmula combina ingredientes emolientes e umectantes poderosos como as ceramidas biomiméticas e pantenol, com propriedades calmantes e que auxiliam na reconstrução e cicatrização da barreira da pele, o alfa-bisabolol com ação anti inflamatória, calmante e antioxidante, a manteiga de karité, que hidrata criando uma barreira e reduz a perda de água, e os eletrólitos, para garantir o balanço hídrico da pele.

Formulado especialmente para peles sensíveis, secas e ressecadas, mas com benefícios comprovados em todos os tipos de pele, nosso Hidratante Reparador é um cremão vegano, sem silicone, sem óleo mineral e sem crueldade.

cuidar pele do corpo

Hidratante Antiatrito

Quem também chega para cuidar do seu corpo é o Hidratante Antiatrito. Baseada em atritos reais, o Hidratante Antiatrito é um creme corporal diário para prevenção e tratamento de assaduras. Sua poderosa ação hidratante diminui a fricção entre as pernas, dobras de pele, a roupa e a pele, garantindo mais conforto e movimento no seu dia a dia. Com textura superleve que não mancha a roupa, ele age nas regiões já sensibilizadas, acalmando e auxiliando no processo de recuperação da pele.

Sua fórmula, com niacinamidaalantoína e manteiga de abacate, previne a formação de assaduras, acalma e recupera a pele já sensibilizada, auxilia na uniformização de tom e textura da região, não deixa a região esbranquiçada ou pegajosa, oferece hidratação corporal prolongada e facilita o deslize dos seus movimentos.

Vale lembrar! Consultar um (a) dermatologista é sempre a opção mais correta e saudável para cuidar da melhor forma possível da sua pele! 😉

Tem alguma dica, dúvida ou sugestão? Fale com a Sallve. A gente adora trocar experiências!

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

subtotal

Login efetuado com sucesso!