Uau! Frete grátis para todo Brasil 😱

Nanotecnologia: o que ela pode fazer por seus produtos de skincare

Pequenas partículas contendo princípios ativos são capazes de penetrar camadas profundas da pele

E, aí, você já ouviu falar em nanotecnologia? Faz alguma ideia do que seja isso? Parece muito complicado, mas juramos que não é tão difícil assim de entender. Ah, e ainda traz benefícios incríveis para seus produtos cosméticos e dermocosméticos. Já se interessou, né?

Quando falamos de cosméticos, a nanotecnologia se refere à pequenas partículas que contém princípios ativos capazes de penetrar nas camadas mais profundas da pele, como apontam artigos científicos. São partículas muito pequenas. Pequenas mesmo! Para cosméticos é mais comum as empresas adotarem a faixa entre 200 e 500 nm para seus produtos, sendo que 1 nm corresponde a um milésimo de milímetro.

Crédito: Pixabay

Como funciona?

“A promessa é que essas partículas atravessem a barreira da pele, chegando até a derme (camada mais profunda), potencializando o efeito do produto, sendo mais rápido e eficaz”, explica a Dra. Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica.

Além disso, a tecnologia pode ser revestida por um envoltório protetor, que é chamado de tecnologia nanoencapsulada e que protege os ativos da oxidação na pele, antes de penetrarem nas camadas mais profundas do tecido.

Produtos com nanotecnologia têm ação mais eficaz em rugas e preenchimentos, exatamente por conta de sua penetração mais profunda, sem riscos de atingir a corrente sanguínea. “Quando as moléculas dos princípios ativos dos cremes possuem tamanhos maiores, elas ficam apenas na superfície da pele, protegendo-a da perda de água, tendo efeito puramente cosmético”, aponta um artigo da Universidade Federal do Paraná.

Crédito: Pixabay

O artigo também aponta que as “nanopartículas são vantajosas para aplicações cosméticas por atuarem como agentes oclusivos e também pelo potencial bloqueador das radiações ultra-violeta, atuando como filtros físicos, podendo estar combinados a filtros químicos com o propósito de melhorar a foto-proteção”.

Produtos cosméticos nano tem, então, melhor absorção, ação prolongada e toque mais leve. Só notícias boas, né?

Onde essa tecnologia é aplicada?

Você pode não saber, mas essa tecnologia já vem sendo utilizada na indústria cosmética, em xampus, itens de maquiagem, protetores solares e, claro, outros produtos da sua rotina de skincare, como o Antioxidante Hidratante da Sallve.

“Os nanoativos são usados na formulação de antioxidantes, como no caso da vitamina C, em produtos focados no rejuvenescimento cutâneo e até nos tratamentos capilares, onde conseguem penetrar até as camadas mais profundas do fio, enquanto as partículas tradicionais ficam restritas à cutícula, a camada protetora e externa da fibra”, contou a Dra. Kédima Nassif, também membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e de Cirurgia Dermatológica.

Consultar um (a) dermatologista é sempre a opção mais correta e saudável para a sua pele, combinado? ;)

Artigos e estudos usados para este texto

 

 

Nanotechnology in Cosmetics and Skin Care
Nanotecnologia aplicada aos cosméticos
Nanotechnology in Cosmetics
The role of nanomaterial in cosmetics
Nanotechnology in cosmetics: Opportunities and challenges 

Tem dúvidas, quer saber mais ou quer sugerir um tema? Fale com a Sallve. A gente adora trocar experiências!

vamos conversar?