#vivasuapele Fernanda Xavier do Louca por Beauté

A Fernanda Xavier do Louca por Beauté está aqui pra nos contar do seu processo de entender o skincare e make como um auto-cuidado.

A Sallve está rodando os 27 estados brasileiros, do Oiapoque ao Chuí. Em uma das nossas paradas da Turnê Sallve para conversar sobre pele, clima e cuidados, fomos virtualmente até Rondônia, no Norte do país. Uma das embaixadoras desse encontrou foi a influenciadora Fernanda Xavier, do Louca por Beauté - aliás, super vale seguir o conteúdo, viu?

A Fernanda está nas redes pra incentivar o auto-cuidado através do skincare e da maquiagem, com muita segurança e com os pés no chão. Um dos seus conselhos é o de que o "papel de influenciadoras é compartilhar informações e experiências pessoais com os produtos que testamos, através de uma experiência real que tivemos. Quem pode indicar uma rotina de skincare específica pras necessidades da sua pele é um médico dermatologista. Principalmente, se você quer tratar alguma doença, como a acne", pontua.

Louca por Beauté: "cuidar da pele não é ter uma pele perfeita"

Quem segue o Louca por Beauté sabe que a Fernanda passa uma informação de qualidade de beleza e sempre muito consciente. Ela reforça o recado de que não existe pele perfeita, que a nossa pele não é aquela do filtro do Instagram. Um recado que vale louro, viu?

Mas esse processo não aconteceu da noite pro dia na sua vida. "Esse processo foi um pouco longo pra mim, durante a adolescência eu era muito insegura com a minha pele. Era daquelas que ia pra escola maquiada todos os dias porque eu me sentia insegura de me olhar no espelho e ver alguma manchinha, olheira ou acne. Aquilo me causava uma insegurança muito grande e foi assim por bastante tempo. Até que eu comecei a perceber que não tinha nada de errado de ter olheira, rosácea, de ter alguma mancha, porque aquilo era a minha pele. E mesmo com maquiagem, eu não procurava mais cobrir, porque faz parte de quem eu sou. Acho que o que me ajudou muito nesse processo foi acompanhar pessoas que mostrassem essa realidade, que mostrassem que aquela pele dos filtros do Instagram teve uma edição pra deixar daquele jeito, super naturalmente bonita e modificada. Quando eu comecei a praticar o exercício de olhar no espelho e ao invés de procurar defeitos, eu tentava procurar qualidades".

A rotina de skincare

Para quem está começando a montar um rotina de cuidados diários, a Fernanda aconselha: "a primeira dica é: não se cobrar tanto. Quando a gente tem o primeiro contato com o skincare, vê muitos produtos, muitas informações por ai e você acaba se pressionando, pensando que precisa ter muitos produtos na sua rotina, que você precisa ter a rotina perfeita, ter a pele perfeita e eu acho que isso tira toda aquela graça do skincare. A gente não precisa enxergar o skincare como uma obrigação e sim como um momento de auto-cuidado, de relaxamento, um momento em que você está tirando minutos do seu dia só pra cuidar de você, pra fazer uma coisa por você.

A segunda dica é conhecer a sua pele, observar como ela se comporta ao longo do dia, ao longo do mês, antes do período menstrual, durante e depois do período menstrual. Quando você está estressada: o que acontece com a sua pele? Observar se ela é oleosa, se é mais ressecada. Observar mesmo porque muitas vezes as pessoas compram um produto não é específico pro seu tipo de pele, não vai atender as tuas necessidades e quando ele não te dá o resultado esperado, você acaba ficando um pouco frustrada e pode achar: skincare não é pra mim, skincare não funciona. Pode ajuar fazer um diário da pele pra ver como ela se comporta.

Outra dica é ter uma visão realista sobre o skincare. Porque muitas vezes a gente vê por ai promessas milagrosas de resultados surpreendentes que vão mudar a nossa vida e que vão transformar a nossa pele. E a gente sabe que não é assim que funciona, né? Os milagres não existem, pele perfeita não existe".

Se redescobrindo durante a pandemia

Um ponto comum nas conversas da Turnê Sallve foi o quanto estamos cuidando mais da pele durante a pandemia. O período de trabalha em home office, podendo nos dedicar mais minutos, tem feito uma enorme diferença. Mas pode não dar certo nos jogarmos no skincare de uma vez só, adverte a Fernanda: "É muito importante a gente dar um passo de cada vez porque a gente entra nesse mundo do skincare, toma gosto, se empolga, vê rotinas muito extensas, com muitos passos. Eu acho que a gente tem que começar pelo básico: limpeza, hidratação e proteção solar. Se você quiser, pode investir em algum produto diferente de tratamento ou ir experimentando coisas pontualmente.

Você não precisa de uma rotina super extensa pra você começar a cuidar da pele. O básico funciona e funciona muito bem. Aprender quais produtos estão dando certo pra você, as texturas que você está gostando, aqueles ingredientes que você testou e achou que deu um resultado bacana.

Uma dica: não se comparar. A comparação frusta muito a gente, não é bacana. A gente sabe que acontece muito: a gente compara a pele com a de outra pessoa, a nossa rotina com outra, e cada pessoa tem uma pele única que vai responder de um jeito. Nós somos plurais, somos diversos".

Conselhos pra viver bem e feliz com o skincare.

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading