Acne fúngica: o que é, quais as causas e como tratar

Diferente da acne vulgar, a infecção da acne fúngica ocorre por conta do fungo Malassezia

Sempre vemos por aí muita coisa sobre o que chamamos de acne vulgar - aquela super comum, que boa parte das pessoas costuma apresentar. O que talvez você não saiba é que existe também a acne fúngica, que apesar de apresentar comportamento semelhante na pele, precisa de um tratamento específico.

+ Acne: afinal de contas, quais são as causas das espinhas?

O que é acne fúngica?

A acne é uma condição que ocorre, principalmente, quando os poros ficam entupidos por células mortas, resultando em um acúmulo de sebo - que por sua vez é uma substância oleosa produzida pelas glândulas sebáceas.

Quais são as causas da acne fúngica?

No caso da acne vulgar, o acúmulo dessa substância nos folículos pilosos favorece a infecção por bactérias, entre elas a Propionibacterium acnes. Já quando falamos da acne fúngica, essa infecção se dá (surpresa!) por um fungo, o Malassezia.

Segundo a Dra. Monalisa Nunes, este fungo está presente na pele de aproximadamente 90% da população. "Acredita-se que quem apresenta acne fúngica tem uma predisposição genética e apresenta a pele tendendo à oleosidade", apontou a especialista. E tem mais! Fatores externos também podem contribuir com o aparecimento deste tipo de acne.

"O excesso de oleosidade da pele aumenta a chance de acne fúngica. Logo, evitar fatores que piorem essa oleosidade vão ser úteis, como utilizar produtos adequados para o tipo de pele, higienizar bem o rosto todos os dias ou não dormir com maquiagem, entre outros. Outro passo importante é manter os cabelos limpos e sem caspa", completou. Inclusive, já te contamos por aqui sobre a relação da pele oleosa com o cabelo oleoso.

Qual a diferença da acne fúngica para a acne vulgar?

Em geral, a acne vulgar pode se manifestar com a presença de comedões ou cravos, pápulas (pequenas lesões sólidas, elevadas, endurecidas e avermelhadas), pústulas ou espinhas (pápulas com pus) e nódulos e cistos, que são lesões bem maiores que as espinhas, que são inflamadas e se expandem para camadas mais profundas da pele.

Diferente da acne vulgar, a acne fúngica normalmente não apresenta pústulas e se manifesta apenas como pápulas (bolinhas vermelhas semelhantes a cravos).

+ A importância de cuidar das suas espinhas e o perigo de não fazê-lo

Como saber se eu tenho acne fúngica?

"Para a população geral fica difícil de diferenciar a acne fúngica da vulgar, por isso, consulte um médico para ter o diagnóstico correto", aconselha a Dra. Monalisa Nunes.

Tem como prevenir? Como é o tratamento?

A acne fúngica não tem cura, mas tem tratamento sob orientação médica com antifúngicos e uma rotina de cuidados com a pele completa. Caso não receba tratamento correto, manchas e cicatrizes podem aparecer.

Além disso, como forma de prevenção, a Dra. Monalisa aconselha uma alimentação adequada e hábitos de higiene com a pele e os cabelos.

A Sallve te ajuda!

Quando falamos de uma rotina de cuidados com a pele, é sempre bom lembrar dos quatro passos essenciais: limpar, tonificar, hidratar e proteger. É mantra e ajuda muito a manter sua pele saudável!

Logo na primeira etapa da sua rotina, nosso Limpador Facial te ajuda a limpar a pele profundamente, mas sem repuxar. Além de ajudar no controle de oleosidade e reconstruir a barreira da pele.

Para quem sofre com acne, o Tônico Renovador é um amigo de todas as horas. Ele limpa os poros, remove o excesso de sebo, além de renovar diariamente a pele e esfoliar sem ressecar. Ele ajuda ainda a reduzir cravos e acne e auxilia na uniformização do tom e textura da pele, suavizando cicatrizes, linhas finas e manchas. Um completão, sabe?

Outro grande aliado contra a acne é o nosso recém-lançado Sérum Antiacne. Na fórmula, ácido salicílico, um amigo para desentupir poros, e melaleuca com o 4-terpineol, que vem com todos os benefícios bactericidas e anti-inflamatórios.

O Sérum ainda tem niacinamida e extrato de buchu, que controlam a oleosidade e ajudam a minimizar poros dilatados. É justamente nessa parte de controlar oleosidade que quem tem acne fúngica pode se beneficiar bastante, já que o excesso de sebo aumenta a chance deste tipo de acne.

Para te ajudar ainda na hidratação, vale a pena conhecer outros dois membros importantes da família Sallve: o tudão Antioxidante Hidratante e o poderoso Hidratante Firmador.

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading