Protetor solar é ainda mais indispensável quando usamos ácidos na pele

Aqui já adiantamos que: protetor solar é obrigação em qualquer rotina de skincare

É provavelmente o passo da sua jornada de pele que você mais escuta falar: não esqueça o Protetor Solar! Não é à toa: "O protetor solar é essencial para prevenção do câncer de pele e envelhecimento precoce, tratar várias doenças de pele como melasma, acne ou rosácea e também para manter a pele saudável, uma vez que a radiação solar causa diversos danos à nossa pele", já nos alertou a Dra. Monalisa Nunes, dermatologista consultora da Sallve.

+ Por que é tão importante usar Protetor Solar?

A essa altura, você já sabe de cor os motivos pelos quais devemos proteger a nossa pele da radiação ultravioleta, da luz visível e também dos raios infravermelhos. Mas talvez você esteja curioso para entender por que esse passo fica ainda mais importante quando aplicamos produtos que têm ácidos, como alfa-hidroxiácidos e beta-hidroxiácidos. Vem com a gente que vamos te explicar.

Protetor Solar e Protetor Solar: dupla inseparável

"Quando nós utilizamos ácidos na nossa pele, o uso de protetores solares se torna ainda mais indispensável, primeiro, porque nossa pele fica mais fina. Então, a necessidade de proteção solar aumenta", explica o Dr. Maurizio Pupo, farmacêutico e especialista em fotoproteção, referindo-se ao efeito da esfoliação química destes ativos na pele, que diminuem a espessura da camada córnea. "Em segundo lugar, quando utilizamos ácidos, podem acontecer leves e discretas irritações na nossa pele. Se nós não estivermos usando um protetor solar ao mesmo tempo, corremos o risco de manchar a pele", completa ainda. Além disso, alguns ácidos são fotossensibilizantes. - o que significa que o contato do produto com o sol pode gerar uma reação que pode causar queimadura, alergia ou irritação.

Ou seja, com o uso dos ácidos, nossa pele fica realmente mais sensível e mais suscetível a alguns danos da radiação ultravioleta, podendo gerar melasma ou piorar o quadro caso você já sofra com a condição.

+ Como começar a usar ácidos na pele

(Na verdade, o protetor solar é indispensável para todos o ano inteiro - no verão ou no inverno, dentro ou fora de casa. "Quando você se acostuma a passá-lo todos os dias, já vira um passo automático", ensina Dra. Monalisa).

Ah, e atentos! Aqui que não estamos falando só do uso de ácidos em consultório, ok? O protetor solar é importante também quando falamos do uso de ácidos presentes em cosméticos, como nosso Tônico Renovador ou Máscara Super Renovadora. "Mesmo que esses ácidos sejam usados em casa, nós também precisamos da proteção solar. A sensibilidade da nossa pele muda de um dia para o outro. Além disso, se você está usando um ácido para ter um benefício e não bloquear a radiação solar, sabendo que o sol é o pior inimigo da pele, dificilmente você vai ter um benefício completo desse ácido que você está usando", aponta ainda Dr. Maurizio Pupo.

Qual fator de proteção é o ideal?

"Segundo a OMS, os produtos com fator de proteção 30 já são suficientes para proteger todos os tipos de pele. Um fator 30 bloqueia entre 94% e 95% da radiação, um fator 50 já bloqueia 96%, 96,5% da radiação", diz o farmacêutico, especialista em proteção solar.

Precisa passar protetor solar de noite?

A dúvida é comum, mas não precisa. Na rotina noturna, não precisamos passar protetor solar, mesmo se aplicarmos um produto que contém ácidos, já que à noite não temos radiação UVA e UVB, que são os tipos de radiação que mais prejudicam a pele: "Você até teria outros tipos de radiação, mas levando em consideração que os ácidos são aplicados, geralmente, na hora de dormir, não há necessidade", diz ainda Dr. Maurizio.

+ Verdades e mitos sobre Protetor solar

Apesar disso, o Dr. Abdo Salomão faz um alerta. "Se você estiver com a pele sensível e em um ambiente com muita luz, não há nada de errado em usar protetor solar à noite. Lembrando que a luz também mancha e assim você se protege da luz visível. Se você aplica ácido para dormir, aí não tem sentido, não precisa. Mas se você é um profissional que, por exemplo, trabalha durante a noite e dorme durante o dia, talvez seja necessário usar durante a noite, se você trabalha na luz visível. Lembrando que as luzes incandescentes também têm ultravioleta e outras luzes que mancham a pele", explica o dermatologista.

Em situações que não essa detalhada pelo especialista, o combinado é: ao acordar, higienize sua pele, faça sua rotina de skincare e (adivinha só?) passe protetor solar.

O Protetor Solar da Sallve

O Protetor Solar da Sallve FPS 60 protege sua pele diariamente com acabamento hidratante e invisível na pele. Sua fórmula única oferece uma multi defesa: além da alta proteção contra UVA/UVB (com PPD 25,5), ele também protege sua pele contra os danos da luz azul e visível, infravermelho e poluição.

Com vitamina E e carnosina, ele tem ação antioxidante, que previne os sinais do tempo, e ação antiglicante, que ajuda a preservar o colágeno da sua pele. Não-comedogênico e sem álcool, ele deixa um toque macio combinado com o viço incrível, sem esfarelar.

E aí: que tal inserí-lo na sua jornada da pele?

Vale lembrar! Consultar um (a) dermatologista é sempre a opção mais correta e saudável para cuidar da melhor forma possível da sua pele! 😉

Tem alguma dica, dúvida ou sugestão? Fale com a Sallve. A gente adora trocar experiências!

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

subtotal

Loading
Login efetuado com sucesso!