Pele seca ou desidratada? Entenda a diferença entre elas

Tem pele seca? Ou pele desidratada? Te explicamos a diferença entre um tipo de pele e uma condição de pele.

É muito fácil fazer uma confusão e achar que a pele seca e a pele desidratada são sinônimos. Mas, ops, espera ai... será que são?

Vamos lá: pra começo de história vamos relembrar a diferença entre tipo de pele e estado de pele? Vimos há pouco tempo aqui no blog, lembra? Os tipos de pele são quatro: oleosa, mista, normal ou seca. Já o estado de pele, não te acompanha por toda a vida, ele pode ser temporário.
Portanto, a pele seca é um tipo de pele, enquanto que a pele desidratada é um estado de pele.

Sallve

Quem tem pele seca sabe bem que precisa de alguns cuidados especiais por conta da sua produção insuficiente de sebo ou de óleo. A falta destes agentes naturais influenciam na capacidade de retenção da hidratação, favorecendo, dessa forma, uma barreira cutânea mais frágil (se você pulou a explicação sobre a barreira cutânea, leia tudo aqui nesse link).

O lado bom da história? É que basta manter a rotina de skincare para ter uma pele saudável e hidratada. Vamos lembrar qual é a rotina básica? Limpeza (oi, Limpador Facial) + Hidratação (alô Antioxidante Hidratante) + Proteção.

A pele é seca ou está desidratada?

Tanto a pele seca como a pele desidratada apresentam uma série de características idênticas. Sabe aquela sensação da pele repuxando? Essa é uma delas, além de: sensação de ressecamento, coceira, descamação e pele sem luminosidade e viço.

A principal diferença entre a pele seca e a pele desidratada é que a primeira tem carência de óleo ou sebo, enquanto que o estado de pele reflete a falta de água.

A Dra Liliana Bechelli Torloni, dermatologista consultora da Sallve, explica que existem "muitos fatores que influenciam, tanto internos quanto externos. Sendo eles, o clima e a poluição, alguns medicamentos, o estresse ou fatores hereditários. Todos esses fatores influenciam a produção de sebo, o suor, os fatores de hidratação natural, bem como as perdas de água pele epiderme, por menor capacidade de retenção".

Pele oleosa e desidrata?

Surpresa! O estado de pele não é exclusividade da pele seca. Todos os tipos podem apresentar este estado e até mesmo a pele oleosa pode estar desidratada. Como reconhecer? Quem vai te dar a melhor resposta da condição da tua pele é o teu médico dermatologista.

Como já nos explicou acima a Dra Liliana, alguns fatores podem influenciar a pele desidratada. Um deles é a quantidade de água que ingerimos ao dia. Esse pode ser um bom momento para você rever os hábitos: se você tem dificuldade de substituir as bebidas açúcaradas com água, temos aqui boas dicas para te ajudar. E como já te contamos aqui, a SBD - Sociedade Brasileira de Dermatologia - indica que "uma boa hidratação deve ser feita por dentro e por fora. Por isso, além do uso de dermocosméticos específicos [para cada tipo de pele], recomenda-se a ingestão diária de, no mínimo, dois litros de água".

Um outro fator que pode influenciar o estado da pele é o uso de produtos inadequados, como a higiene facial feita com sabonete corporal, um dos sete erros que podemos cometer quando lavamos o rosto; ou o tônico ou demaquilante com álcool.

As mudanças bruscas de temperatura podem influenciar, assim como o ar condicionado. E uma forma de evitar de agravar o estado é cuidar para não lavar o rosto com água muito quente e ter a amiga água termal por perto.

E lembre-se: consultar um dermatologista é sempre a opção mais correta e saudável para cuidar da melhor forma possível da sua pele.

vamos conversar?

buscar

sua sacola

  • Loading