Por que você deve trocar o algodão de todo dia por uma toalhinha

Você já deve ter visto ou ouvido falar sobre a importância de se trocar os discos de algodão descartáveis por uma toalhinha. Mas sabe por quê? A gente te explica tudo.

A essa altura do campeonato todo mundo já está bem informado sobre a importância de se trocar os algodões de todo dia da nossa rotina de skincare por uma toalhinha - a Sallve mesmo tem a sua, afinal de contas!

Eu, confesso, estou atrasada neste bonde: faz algum tempo que troquei os algodões que usava para passar tônico pelas minhas próprias mãos e dedos, mas a toalhinha em si eu só incorporei na minha rotina tem duas semanas. Não por desinformação, mas por preguiça.

Quer dizer... Talvez um pouco dos dois. Por que ontem, depois da minha rotina de skincare noturna e minha toalhinha firme e forte sendo usada para passar tônico, decidi pesquisar sobre a importância de descartar (ou diminuir ao máximo) os algodões da sua bancada. O resultado? A desinformação era muito maior que a preguiça. Isso porque imediatamente a gente só pensa no lixo que produz, né?

Mas tem bem mais aí nessa história que deveria servir como argumentos irrefutáveis de que o algodão de uso único, ou seja, descartável, deveria mesmo ser reduzido ao máximo.

O lixo

Sim, sim. A gente já começa com o óbvio. Um mísero algodão por aplicação do nosso tônico pode não dar a real dimensão, mas você já parou para calcular quantos disquinhos de algodão você usa diariamente na sua rotina de cuidados com a pele? Pensa aí com calma: para o demaquilante, para o tônico... Se você for minimamente bom nas contas, vai conseguir multiplicar isso por 365 e pronto: vai ter um número bem mais significativo de quanto algodão descarta usado uma única vez por ano. Mas isso é só você, né? 

Agora pensa em todo esse algodão sendo descartado sem qualquer seleção. Só no Brasil, a produção anual do lixo por cidadão ultrapassa os 387 kg (!!!). Atualmente, há mais de 3 mil lixões espalhados pelo país, contaminando a água, o solo e poluindo o ar, além de afetar o bem estar de 95 milhões de pessoas que ou moram perto destas áreas ou consomem a água contaminada por estes lixões. Não te faz pensar no lixo que você produz?

A produção de algodão

A produção de algodão é bem problemática - quem já viu The True Cost na Netflix sabe bem como isso funciona na indústria da moda -, e isso não exclui nossos disquinhos descartáveis. Pesticidas, uso exorbitante de água, agentes químicos... Tudo péssimo para o meio ambiente e, por consequência, para nós também. 

Por tudo isso, há cada vez mais a conscientização pelo uso de algodão orgânico e para que todos revejam o uso de algodão descartável ou reaproveite ao máximo suas peças do material.

As vantagens de se usar uma toalhinha

Começando pelo mais básico, já que estamos falando de meio ambiente, uma toalhinha dedicada especialmente para o nosso cuidado com a pele pode durar até dez anos em ótimas condições.

Partindo para o skincare, se você ainda está na turma do algodão diário, quando passar para a toalhinha vai se chocar com a quantidade de produto que não é absorvida imediatamente por ela. Sabe quando você molha seu algodão com tônico e ele absorve tudo antes de chegar na sua pele? Isso não acontece com uma boa toalhinha de 100% algodão. O resultado? Seus cosméticos vão durar muito mais tempo.

Outro benefício? Ao usar a toalhinha você vai estar promovendo uma esfoliação suave mas efetiva, ajudando sua pele na renovação celular.

Não corte sua toalhinha!

Já te convencemos a abandonar o algodão? Ótimo! Agora, próximo passo: não corte sua toalha em vários pedacinhos! Nossa ruiva Julia Petit ensina que devemos usar a toalha em seu tamanho original, cada dia uma parte dela, e depois colocá-la para lavar. "Cortar a toalha vai deteriorá-la muito mais rápido. Isso você só faz muitos anos depois, quando sua toalha já está bem velhinha e esgarçando. Recorte os pedaços bons para seguir usando no rosto e os mais gastos para, por exemplo, lavar seus pincéis".

Como escolher sua toalhinha

Vale a pena investir em uma boa toalhinha, que não arranhe a pele do seu rosto. Se sua pele for sensível ou quando sua rosácea atacar com mais força, Julia indica toalhas com textura aveludada.

Quando o algodão descartável ainda faz sentido?

Nossa Ruiva, porém, não é tão radical. Ela mesma, que sofre de rosácea, sabe que há momentos em que a pele pode se sentir agredida com o uso de toalhinhas, e só o algodão vai funcionar. Neste caso, não há muito como fugir: se sua pele está muito sensível e não houver alternativa, o algodão ainda pode estar na gaveta. Mas só de você diminuir muito seu uso no dia a dia, já está dando um grande passo.

Para quem busca mais dicas para diminuir o volume de lixo em sua rotina de skincare, vale relembrar nossas dicas!

vamos conversar?