Vitamina C e acne: dá match?

Como tudo na vida, é uma questão de equilíbrio!

Muito se fala sobre a vitamina C e todas as suas propriedades fantásticas: ela ilumina, ela melhora a textura, tem ação antioxidante... É uma maravilha mesmo. Sendo assim, após ter usado produtos a base de vitamina C bem esporadicamente (pense uma vez por ano!), foi apenas questão de tempo até adotar de vez o ativo na minha rotina de skincare.

Cinco dias após aplicá-la no meu rosto pela primeira vez, diariamente, o choque: algumas espinhas começaram a brotar nas minhas bochechas. Na mesma época, estava testando outras coisas (Dermaroller, por exemplo), e não consegui detectar exatamente de onde estava vindo a reação. Uma pequena busca na internet e foi solucionado o mistério: minhas espinhas surgiram em decorrência da vitamina CO Google, em seu modo alarmista de costume, parecia piscar na minha tela, em letras garrafais: VITAMINA C DÁ ACNE! VITAMINA C DÁ ACNE! Vitamina C dá acne? 

Inquieta e inconformada com a descoberta (ao mesmo tempo em que eu nunca havia ouvido falar nisso, parecia conhecimento geral, como uma realidade paralela do skincare), resolvi pesquisar sobre o assunto. E, para todo mundo que tem pele acnéica e tem medo de incorporar a vitamina C na sua rotina, fica o alívio: não é lá bem assim.

"A vitamina C não é para dar acne. Ela não é a causa. O que acontece é que produtos concentrados demais normalmente aceleram o metabolismo celular da pele, e isso acaba dando acne, pois a renovação da pele está funcionando de forma muito rápida", explica Carlos Praes, responsável por pesquisa e desenvolvimento da Sallve, citando ainda vermelhidão ou descamação como outros efeitos de ativos em altas doses nos cosméticos. "Com a célula muito ativa, é natural que isso aconteça", diz Praes.

Outra coisa a se levar em conta quando se fala da reação de acne ao usar produtos com vitamina C, explica Carlos, é sempre prestar atenção na base do cosmético: "Você pode ter escolhido um creme com emolientes que suavizam a pele, ou pós, como nylon 12. Esses pós, que dão aquele efeito de textura no creme, que a gente tanto gosta, podem ter o efeito de comedogenicidade." Ou seja: não é a vitamina C que vai te dar acne, e sim seu uso em altas dosagens ou a base do produto.

Como fugir do risco? Pesquise a fórmula de forma mais abrangente (levando em conta seu tipo de pele) e equilibre o uso do produto: comece devagarinho, alternando o uso ao longo da semana, até que sua pele se acostume com o efeito. Se você já teve a reação, pare de usar o cosmético por três dias e depois retome gradativamente, para que a pele tenha tempo de se adaptar.

"Não é todo produto à base de vitamina C que pode dar acne ou outro tipo de irritação. Algumas empresas trabalham com tecnologias que evitam isso", encerra Carlos Praes. Equilíbrio é chave. E não caia na histeria: quando se trata da nossa pele, são tantas nuances que fazem a diferença...

Foto: Anthony Tran

vamos conversar?