Poros dilatados: o seu guia completo sobre o assunto

Por que eles existem? Como vão embora? Quais são os mitos ao seu redor? A gente te conta tudo.

poros dilatados

Poros dilatados sempre foram motivo de incômodo estético. Desde o estouro dos filtros nas redes sociais, porém, eles parecem ter tomado uma proporção ainda maior. Se nos acostumamos a ver nossa pele sem nem um poro sequer com um simples tap na tela, como é que fica quando nos olhamos nos espelho e damos de cara com a realidade de que sim, poros existem?

Poros dilatados, porém, são outro departamento, e vale sim prestar atenção neles. Mas poros dilatados podem ser tratados? Quais são os mitos em torno do assunto? Como se livrar deles?

Aqui a gente te responde tudo isso:

Qual é a principal causa dos poros dilatados?

A principal, como muitos já devem saber, é a oleosidade da pele em excesso. A combinação desse excesso de sebo mais células mortas acaba ficando depositada ao redor dos poros. O resultado? A aparência deles fica ainda maior. Mas há outros fatores que podem contribuir com o quadro, como poluição e água quente demais no banho ou para lavar o rosto, lembra?

Poros dilatados têm a ver com genética?

Você com certeza já deve ter ouvido por aí que poros dilatados são questão de genética. Mas, na verdade, a genética está ligada ao fator pele oleosa - e é ela que mais tende a sofrer com eles.

Quais são os maiores mitos sobre poros dilatados?

Poro dilatado é consequência de desidratação? Não, viu? Outro mito que corre por aí é que é possível diminuir os poros com cauterização. De novo: a origem do problema é a produção de sebo em excesso da glândula, não o poro em si. Tratar poros dilatados com cauterização agrava o problema, uma vez que deixará a pele com cicatrizes.

Dá para diminuí-los?

Sim, dá. O primeiro e mais importante passo? Procurar uma dermatologista. É o médico quem vai decidir o melhor tratamento e recomendar uma rotina de beleza diária, que deve ser seguida à risca, aliando ativos que ajudam no tratamento do problema. Tome muito cuidado com dicas caseiras e automedicação: elas podem agravar o problema, tá?

E quais são esses tratamentos?

O mais indicado é a luz pulsada de 340 nanômetros, que vai agir especificamente na glândula sebácea, diminuindo o seu tamanho e funcionando também como bacterioestático. Outro ponto positivo do tratamento? Ele ajuda a melhorar a penetração dos cosméticos prescritos pelo seu dermatologista, auxiliando ainda na melhora da acne e da aparência geral da pele.

E sobre os cosméticos que prometem milagrosamente sumir com os poros dilatados?

Há muitos por aí - e muitos excelentes, por sinal. Mas não se engane: esses cosméticos diminuem o aspecto dos poros dilatados, não de fato seu tamanho. Vale ter em casa para aquele dia em que você quer aquela pele super maquiada? Se você gosta, sim. Mas não depende apenas deles, nem exagere no uso: esse tipo de cosméticos, geralmente, usa ativos que cobrem os poros. O uso frequente pode acarretar um aumento de cravos e espinhas. Tem poros dilatados? Trate o problema, não dependa apenas da maquiagem. Você vai ver como é muito mais fácil - e saudável para a sua pele!

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading