Limpeza de pele profunda: por que, quando e como fazer

Já sabemos de cor e salteado a ordem básica da rotina de skincare (limpar, tonificar, hidratar e proteger), não é mesmo? E uma dúvida que pode aparecer é sobre a limpeza de pele profunda, aquela que fazemos com profissionais em clínicas de estética. Mas, será que é mesmo importante? Serve para só um determinado tipo de pele ou para todos?

Conversamos com a Dra. Liliana Bechelli Torloni, dermatologista consultora na Sallve, e esclarecemos todas as dúvidas que você pode ter!

Erik Lucatero / Unsplash

É importante fazer limpeza de pele profunda?

"Desde o controle da oleosidade até a preparação da pele para receber tratamentos em casa ou no consultório médico, a limpeza de pele é essencial para quem quer cuidar do rosto.
Uma boa limpeza de pele, quando feita com um profissional qualificado, além de tratar os cravos e amenizar as espinhas que já existem no rosto, ajuda a prevenir o surgimento de novas inflamações".

Por que fazer limpeza de pele?

"O motivo é simples: a limpeza dos poros previne o excesso de impurezas que fechariam os poros e formariam os cravos e trariam a inflamação das espinhas.
Por conta da esfoliação e da hidratação, ao final do procedimento é possível ver uma pele com textura mais suave e aparência mais uniforme. A remoção da pele morta e dos cravos promovem a renovação celular e acaba clareando algumas manchinhas do rosto.
Manter a regularidade entre os procedimentos ajuda a manter a aparência de uma pele mais jovem e com menos linhas de expressão", sabia?

Pascal B. / Unsplash

Quando fazer uma limpeza de pele?

"A frequência pode variar de acordo com diversos fatores: tipo de pele, sensibilidade da pele e os objetivos principais da realização do procedimentos". Quem te indicará de quanto em quanto tempo você deve fazer o procedimento é o profissional responsável. A Dra Lili evidencia que as peles mais oleosas precisam de intervalos menores. Ou seja, "a limpeza deve ser feita, em geral, a cada 40 dias ou no máximo com um intervalo de dois meses".

Limpeza: com esteticista ou em casa?

Existem várias técnicas e vários passos para a realização da limpeza de pele profunda, cada profissional desenvolve e aprimora a sua. De uma maneira geral, explica a Dra Lili, envolve uma limpeza e remoção de impurezas, muitas vezes uma esfoliação inicial, aplicação de vapor para abertura de poros, extração de comedões (de forma manual ou com técnicas para sucção), aplicação de máscaras ou técnicas calmantes faciais e a finalização com um filtro solar.

A limpeza de pele também pode ser feita em casa, seguindo os passos de limpeza, esfoliação, vapor, extração de cravos e aplicação de substâncias calmantes". Mas atenção: a extração de cravos em casa é a etapa menos indicada para fazer manualmente. E portanto a recomendação é a menor manipulação possível, adverte a dermatologista. Não esqueça de higienizar muito bem as mãos, usar luvas ou proteger as pontas dos dedos com algodão para não machucar a pele. "A extração manual de comedões pode trazer o risco de inflamação caso haja exageros na manipulação", adverte a médica.

Portanto, o mais seguro é seguir o procedimento com um profissional qualificado.

Tão importante quanto a realização da limpeza de pele, é o pós limpeza de pele. Apesar do ideal seja sair com a pele sem marcas ou vermelhidões, algumas peles podem ficar com algum tipo de vermelhidão ou sensibilidade. Fique atenta às recomendações e não esqueça do uso do filtro solar.

vamos conversar?

buscar

sua sacola

  • Loading