A Dra. Monalisa Nunes responde tudo o que você sempre quis saber sobre pele negra

Manchas, melasma, protetor solar e muito mais! A Dra. Monalisa Nunes respondeu tudo o que você sempre quis saber sobre pele negra!

A pele negra é mais oleosa no rosto e seca no corpo, é muito mais propensa à manchas e assim como qualquer outro tom ou tipo de pele, também precisa de filtro solar diariamente. Aliás, pasmem! Ainda é preciso derrubar o mito de que a pele negra não precisa de proteção solar. Portanto, vale sempre lembrar: não é porque tem mais melanina que não precisa de filtro solar, combinado?

Com vocês, a Dra. Monalisa Nunes, dermatologista que respondeu todas as dúvidas da nossa comunidade sobre pele negra.

Manchas na pele negra

Quando falamos de pele negra um assunto vem à tona em disparado: as manchas. "Por que é tão difícil remover as manchas escuras e por que elas são tão fáceis de aparecer?", é uma das dúvidas que chegaram da nossa comunidade.

A Dra Monalisa explica que "a pele negra tem mais melanina e por isso é mais escura. A melanina tem uma função, ela não está ali só para escurecer e dar esse tom de pele lindo. Ela tem uma função principal de defesa contra a radiação solar, contra injúrias na pele. Toda vez que a gente tem uma agressão à pele, tem uma produção maior de melanina para proteger a pele. Na pele negra, esses sistemas de defesa são um pouco mais exacerbados, levando a manchas escurecidas. É mais complicado remover essa mancha, esse excesso de melanina, sem interferir nas áreas ao seu redor.

O tratamento depende da causa da hiperpigmentação, se foi uma acne, queimadura, sol, calor, dermatite, psoríase, tem várias causas. Então a gente identifica qual foi a causa, trata a causa e as manchas".

Manchas x protetor solar

"Todo o skincare, toda a rotina de cuidados com a pele vai te ajudar a evitar, a minimizar e a melhorar as manchas que você já tem. Entre eles, o principal é a proteção solar. Existe esse imaginário de que a pele negra não precisa de proteção solar, que já é naturalmente imune ao sol, mas é exatamente o contrário. A radiação solar é um agressor, é um fator que causa muitas manchas na pele negra".

"Uma pele hidratada é uma pele saudável, mais capacitada para lutar contra todas as adversidades, como a poluição, as infecções, manuseio, maquiagem, atritos do dia-a-dia".

Dra Monalisa Nunes

Como cuidar da pele negra acneica?

"Com todos os passos do skincare, incluindo o tratamento medicamentoso que vai ser prescrito por um médico. Uma pele acneica é uma pele que tem uma patologia e que necessita de tratamento. É importante ter uma avaliação com um médico, mas no geral: um sabonete mais adstringente, mais secativo, um hidratante mais leve, com textura mais fininha, uma vitamina C, um antioxidante, protetor solar é essencial, demaquilar, um tratamento noturno e tratar a pele.

A acne é uma das principais causas de manchas na pele negra e a gente tem que tratar primeiro a acne. A gente vai curar a fonte evitando novas manchas e tratando as manchas consequentemente. Existem inclusive tratamentos para tratar a acne, os cravos e as manchas ao mesmo tempo.
A primeira coisa que a gente olha pra tratar as manchas de acne é qual é o tipo de pele do paciente. Por isso também é tão importante conhecer o próprio tipo de pele pra começar a usar produtos desde o skincare, desde a lavagem, hidratação, protetor solar, produtos que sejam adequados a esse tipo de pele.

Tem várias texturas que a acne pode deixar na pele, a mais comum são os poros dilatados e aqueles cravinhos pequeninhos. Isso pode ser solucionado com os cosméticos, com o skincare, não precisa de procedimento estético. Um bom ácido, um bom tônico, um bom hidratante. Um tratamento antioxidante, uma vitamina C.

Mas se for uma cicatriz de acne, com uma textura mais proeminente, só com procedimentos: com peeling, laser, microagulhamento".

Uniformizar a pele sem causar manchas brancas

"Não tem uma fórmula mágica para todos os tipos de pele, para todas as causas. Porque cada mancha tem uma causa e é importante agir nessa causa específica, com tratamento específico para a causa da mancha e não só pra mancha em si", ensina a Dra Monalisa, evidenciando que é sempre importante entender o que a fonte do problema.

Tem vários tratamentos desde medicamentos, pomadinhas, ácidos, medicamentos tópicos, lasers, peelings: procedimentos que vão ajudar a uniformizar essas manchas sem causar efeitos colaterais. E o principal, pra que você tenha um tratamento mais seguro é importante que seja sob a orientação de um médico da área de dermatologia para minimizar riscos, efeitos colaterais.

Procedimentos: pele branca X pele negra

Será que os procedimentos estéticos feitos na pele branca podem ser feitos na pele negra? "De modo geral sim, mas sempre de forma individualizada. A pele negra pode fazer peeling, laser, depilação definitiva".

"Tudo é possível para a pele branca, negra, amarela, pele indígena, para todo mundo. Só não pode ter um tratamento uniformizado. Não é só o tom de pele que importa. É se a pele é oleosa, mista, seca, sensível".

Dra Monalisa Nunes

Existem tratamentos lasers para áreas mais escuras como axila e virilha, que é uma queixa muito comum no consultório relacionada à pele negra.

E no geral, mesmo que tenha um clareamento ao redor, esse clareamento se feito adequadamente, com um tratamento específico para aquela causa, é embranquecimento temporário. Então a pele volta a pigmentar. Não vai deixar sua pele branca ou mais clara para sempre. Mas precisa de um médico para fazer o tratamento correto, na concentração correta com o modo de uso correto. Normalmente é aí que a gente erra e que a gente danifica a nossa pele: fazendo tratamentos sem a orientação adequada".

Ácidos e pele negra: evitar algum?

"Não tem uma contraindicação formal, um ácido que não é pra usar na pele negra, que é proibido. Isso não existe.
Existem diversos critérios na hora de escolher um ácido. E não é só o tipo de ácido, mas a concentração, o veículo, se é creme, gel ou uma solução mais líquida. Tudo isso interfere na hora de decidir qual é o produto ideal para você.

A única questão do ácido glicólico é que ele costuma ser um pouco mais agressivo. Tem que tomar cuidado em peles negras que são sensíveis, que estão fazendo algum tratamento ou com muita inflamação.

As contraindicações são para os tipos de pele: se é sensível, oleosa, acneica, se tem alguma doença, se a paciente é gestante ou se está amamentando. As contraindicações vem por esses fatores, não por ser pele negra em si".

Qual a idade mínima para começar os cuidados faciais?

"Quanto mais cedo a gente começar com os cuidados faciais, melhor vai ser a qualidade dessa pele. Fora o protetor solar, no mínimo um sabonete adequado para o rosto, um hidratante adequado para o seu tipo de pele, pode ser começado logo na puberdade, na adolescência. Não tem uma idade mínima para começar a cuidar da pele. Eu acredito que a puberdade é um ótimo momento para a gente intensificar esses cuidados porque é uma fase da vida que tem muita interferência na pele e todo mundo acaba evidenciando uma confusão na pele.

Mas no geral, a partir dos 25 anos a gente já começa fazendo um tratamento mais antioxidante, anti-idade, mas pode começar antes também.

Fator de proteção solar

"O mínimo é fator de proteção solar 30, com proteção UVA e UVB e se puder, um filtro físico com proteção de luz visível com cor, melhor ainda".

Esfoliação

"Normalmente, e pele negra no rosto é mais acneica, oleosa, produz mais sebo, e a pele do corpo é mais seca, mais ressecada, tendendo a foliculite, à uma pele mais desidratada. Mesmo assim, é sim indicada a esfoliação. Se a sua pele for mais oleosa, pode aumentar a frequência da esfoliação mas no máximo, duas vezes na semana, tá?

Esfoliação é algo pra gente fazer aos poucos, com calma, vendo como cada pele tolera. E se a sua pele for seca, normal, não precisa de tanta esfoliação. No geral são indicados mais os esfoliantes químicos, que são os ácidos, que podem ser usados para fazer uma esfoliação mais gentil e contínua, a longo prazo".

Tom do rosto desigual ao do pescoço

"Depende do motivo desse tom desigual: se for porque você tá fazendo o cuidado bonitinho com o rosto, aplicando protetor solar direitinho, talvez você esteja esquecendo do pescoço. Vê se você não está pecando nesse quesito". A gente já falou sobre o assunto aqui no blog da Sallve: é válido estender os cuidados com o rosto até o colo e pescoço, viu?

"Mas se for uma mancha mesmo, mais gritante, que não tem tanta interferência no sol, tem que ver qual é a causa dessa mancha", adverte a dermatologista.

Pele negra também tem melasma?
Como evitar?

A Dra Monalisa responde a como evitar, sem rodeios: "Protetor solar, protetor solar, protetor solar. E de preferência, nesse caso, com proteção para luz visível".

E sim, a pele negra tem melasma. "Na verdade a pele negra é a mais propensa a ter melasma. Tirando a pele negra retinta, bem escura, que é a que não tem tanta propensão a ter melasma ou o melasma não se acentua, não se mostra com facilidade. Mas a pele negra intermediária, típica dos brasileiros, é a mais frequente de ter melasma. Tem que tomar todos os cuidados, se por acaso aparecer, tratar, porque é uma doença crônica, tem que ter cuidado por muitos e muitos anos.

Ainda tem dúvidas? Escreve pra gente nos comentários aqui abaixo, combinado?

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading