Uau! Frete grátis para todo Brasil 😱

Óleo de coco é mesmo bom para a pele ou é puro hype?

De uns tempos para cá, o óleo de coco virou um ingrediente sensação! Mas será que é realmente positivo incluí-lo na sua rotina de skincare?

De uns tempos para cá, o óleo de coco virou um ingrediente sensação: é bom para o cabelo, para reduzir o colesterol, fortalecer o sistema imunológico. E, é claro, que também seria um grande aliado da pele. Mas será que é realmente positivo incluí-lo na sua rotina de skincare? O que já podemos adiantar é que, sim, ele apresenta algumas vantagens. Porém, há ressalvas.

Como você já deve imaginar, o ingrediente vem do coco, mais precisamente de uma árvore chamada Cocos Nucifera L. O óleo virgem é extraído do leite de coco, é incolor e tem em sua composição ácidos graxos de cadeia média, como o ácido láurico (45-56%), o mirístico (16-21%), o palmítico (7,5-10%), o caprílico (4-10%) e o cáprico (4-8%), todos facilmente metabolizados pelo organismo.

Crédito: Jonas Ducker/Unsplash

É antibacteriano e antifúngico?

Entre os ácidos graxos presentes no óleo de coco, está o ácido láurico, que tem propriedades antimicrobianas, ajudando a proteger de uma possível contaminação por bactérias ou fungos. A aplicação do composto diretamente na pele pode impedir o crescimento desses microrganismos.

Um estudo da Universidade de Michigan testou as propriedades antibacterianas de 30 tipos de ácidos graxos contra 20 bactérias diferentes. O ácido láurico foi apontado como o mais eficaz em bloquear o crescimento de bactérias.

Além disso, o ácido cáprico - também encontrado no óleo de coco, só que em menor grau – demonstrou em pesquisas que tem propriedades antimicrobianas potentes, sendo capaz de inibir o crescimento de certos tipos de fungos.

Tem propriedades anti-inflamatórias?

Sim! Alguns estudos já demonstraram que o óleo de coco apresenta propriedades que combatem inflamações na pele, causadas por dermatites, e também alivia as dores causadas por essas lesões.

Hidrata a pele?

Sim, o óleo de coco é muito conhecido por suas funções hidratantes, principalmente, para a pele seca. Uma pesquisa feita nas Filipinas comparou os efeitos do composto ao óleo mineral, que é extraído do petróleo e muito usado em produtos para peles ressecadas. A surpresa? O óleo de coco é tão eficaz e seguro quando usado como hidratante.

Além disso, exatamente por essa propriedade, o composto se mostrou eficaz no tratamento de eczema, irritação cutânea que pode causar diferentes tipos de lesões, preservando a barreira natural da pele, promovendo a cicatrização e a integridade do tecido.

Crédito: Pexels

É bom para acne?

Talvez você já tenha lido por aí que o óleo de coco pode ser um aliado contra a acne. Um estudo realizado pela Universidade da Califórnia apontou que o ácido láurico (presente no óleo) pode matar a Propionibacterium acnes, um tipo de bactéria que leva ao desenvolvimento de acne inflamatória. O composto se mostrou mais eficaz até que o peróxido de benzoíla, que é um velho conhecido de quem tem pele acneica.

Tudo isso parece ótimo, né? Mas há uma ressalva importante. Apesar de ser riquíssimo em ácido láurico em sua composição, o óleo de coco é quatro na escala (de zero a cinco) de ingredientes comedogênicos. Dessa forma, ele faz parte daqueles que podem entupir seus lindos poros. Para quem tem pele oleosa e acneica, a combinação pode ser ruim.

Aplicar o óleo de coco direto na pele pode acabar gerando mais acne, caso você tenha propensão a isso. Porém, como tudo na vida, há exceções. Existem pessoas que reagem bem à aplicação do composto no rosto bem como não apresentam mais espinhas ou cravos por isso. O ideal é conversar com o seu dermatologista sobre o assunto.

Algumas referências e estudos usados para este texto

Crédito: Giphy

Why using coconut oil is one fad you should follow

Study: Coconut Oil As A Cure For Dry Skin

The Science Behind coconut oil

In vitro anti-inflammatory and skin protective properties of Virgin coconut oil

Health Effects of Coconut Oil-A Narrative Review of Current Evidence

Anti-Inflammatory and Skin Barrier Repair Effects of Topical Application of Some Plant Oils

Coconut Oil - Harvard, School of Public Health

The surprising benefits of coconut oil in skin therapy

A randomized double-blind controlled trial comparing extra virgin coconut oil with mineral oil as a moisturizer

Novel antibacterial and emollient effects of coconut and virgin olive oils in adult atopic dermatitis

Anti-inflammatory, analgesic, and antipyretic activities of virgin coconut oil

Tem dúvidas, quer saber mais ou sugerir algum tema? Fale com a Sallve. A gente adora trocar experiências! 

vamos conversar?