Pele oleosa deve usar produtos para pele acneica?

Uma dermatologista explica quais são as melhores escolhas para cada tipo de pele

Apesar de terem similaridades, a pele oleosa e a pele acneica têm diferenças nas características e, por consequência, também no tratamento e cuidado adequado. Mas não é nada incomum que pessoas de pele oleosa usem produtos comuns para a rotina da pele acneica. Mas e aí, pode mesmo?

pele oleosa pode usar produtos para pele acneica? na imagem, uma mulher branca com sardas aparece de perfil aplicando um produto com um conta-gotas

A pele oleosa

Para entender tudo melhor, sempre bom relembrar o que caracteriza uma pele oleosa. “Ela se caracteriza por uma produção excessiva de sebo, brilho excessivo, poros dilatados e uma sensação oleosa ao toque, mas não necessariamente apresenta acne”, explica a Dra. Ana Maria Pellegrini, especialista em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

+ Pele oleosa: como identificar, cuidar e quais produtos usar

A oleosidade em excesso que caracteriza a pele oleosa pode ter várias causas, sendo a principal componentes genéticos, mas também alteração na taxa hormonal, fatores externos, medicamentos e até o uso excessivo de cosméticos. Uma pele oleosa também pode ser ainda resultado da combinação de alguns desses fatores. Por isso é importante que você consulte um dermatologista para entender melhor o que se passa com a sua pele.

Pele oleosa deve usar produtos para pele acneica?

O ideal é que cada pele use produtos específicos para o seu tipo, afinal, assim você é mais certeiro nos resultados esperados. É claro que uma pele oleosa e uma pele acneica tem em comum a oleosidade excessiva, mas os cuidados para cada uma delas são distintos. Até porque nem sempre uma pele oleosa tem acne.

+ Hidratante para pele oleosa: confira dicas para escolher o seu

A realidade é que alguns produtos que foram idealizados para pele oleosa podem até ajudar a pele acneica e vice-versa, mas a Dra Ana Pellegrini alerta que nem sempre é assim.

“A pele oleosa e a pele acneica têm necessidades diferentes. Produtos para pele acneica geralmente contêm ingredientes específicos para tratar a acne, como ácido salicílico ou peróxido de benzoíla, que podem não ser indicados para uma pele oleosa que não tem acne. É importante escolher produtos formulados especificamente para o seu tipo de pele e suas condições”, alerta.

Pele oleosa: o que usar?

Uma pele oleosa pode se beneficiar de produtos que auxiliem no controle de oleosidade, mas que sejam gentis e não deixem a pele ressecada. Afinal, quando você retira toda a oleosidade da sua pele, você ataca diretamente sua barreira cutânea, que é como um escudo que protege sua pele de todas as agressões externa.

+ Como montar uma rotina de skincare para pele oleosa

A Dra. Marisa Gonzaga já nos ensinou por aqui: "É importante que a gente entenda que o sebo é superimportante para a pele. Ele controla a nossa resistência, a penetração de substâncias e vai controlar o microbioma cutâneo, que é o conjunto de de bactérias, fungos e vírus que colonizam a nossa pele e que se mantém saudáveis na presença do sebo de uma maneira adequada. Quando a gente retira demais esse sebo, você vai ter uma tentativa de recuperar essa substância que foi retirada, então é um mecanismo de rebote em que você vai fabricar mais óleo para compensar essa perda. Produtos muito adstringentes aumentam, pelo ressecamento, a penetração de substâncias irritantes e alergênicas, que podem desencadear uma dermatite de contato. Nos dias de inverno isso passa a ser mais importante ainda por conta do banho quente e da umidade relativa do ar mais baixa.”

Então, a dica é clara é: escolha produtos específicos para pele oleosa, que auxiliem no controle e na redução da oleosidade da pele, mas que também sejam gentis com a sua barreira cutânea.  

+ Cabelo oleoso e pele oleosa: existe alguma relação?

Cosméticos com ácido glicólico e alguns outros alfa-hidroxiácidos podem ser incríveis, já que promovem a renovação celular, removendo células mortas e desobstruindo poros. O zinco, a niacinamida e até certos peptídeos também podem contribuir diretamente na causa raiz da oleosidade.

“É possível controlar a oleosidade da pele com uma rotina de cuidados adequada. Usar produtos específicos para pele oleosa, manter uma alimentação equilibrada, hidratar corretamente, e evitar estresse excessivo são medidas que ajudam a controlar a produção de sebo e manter a pele com um aspecto saudável e equilibrado”, finaliza a Dra. Ana Maria Pellegrini.

Voltar para o blog