Quais são os cuidados com a pele pós-verão?

Ei, não é porque o verão acabou que o protetor solar vai pra aposentadoria no fundo da gaveta, viu? Ele é nosso amigo durante o ano todo!

Falamos tanto por aqui sobre os cuidados com a pele durante o verão, principalmente sobre o protetor solar. Não tem desculpa: temos apps para lembrar de quando é hora de reaplicar o filtro e aprendemos como entender o número do FPS na embalagem do produto.  

Protetor o ano todo

Faça chuva ou faça sol, seja verão ou inverno, o filtro solar é nosso amigo e é aconselhável aplica-lo durante o ano todo. E esse é um cuidado que podemos ter mais atenção, já que damos uma escorregada achando que a aplicação mais cuidado finaliza junto com o fim da temporada de sol forte. 

Manchas

"Outro problema frequente do pós-verão são as manchas. Para se proteger do sol, a pele passa por um processo inflamatório que desregula a produção de melanina, substância responsável pela cor. Assim, algumas regiões do corpo ficam mais escuras do que outras”, explica Adilson Costa, médico da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

"Isso pode ser motivado por inúmeros fatores, como gravidez, velhice ou doença crônica. Mas o principal deles é a falta ou uso inadequado do protetor solar, que deve ser retocado a cada duas horas e ter fator de proteção solar FPS 30, no mínimo", indica o dermatologista.

Pele desidratada

Lembra quando falamos aqui sobre a diferença de tipo de pele e de estado de pele? A pele seca, por exemplo, é um tipo de pele. Enquanto a pele desidratada é um estado de pele, ou seja, uma condição temporária. E essa condição pode aparecer no pós-verão.

"O ressecamento da pele ocorre por causa do calor que, com o passar dos dias, desidrata e provoca uma discreta descamação. A primeira recomendação é tomar banhos mais rápidos, com pouco sabonete e água morna, sem esquecer do hidratante ao final", explica o médico da SBD.

Como já aprendemos por aqui, a água quente não é uma grande amiga da nossa tão amada cútis. A ducha bem quente é uma agressão à barreira cutânea e tem como reflexo a desidratação da pele. Ela pode não só desidratar como também causar o temido efeito rebote, dilatando os poros e aumentando a produção de óleo. Um outro cuidado que podemos levar como lição de cada para o ano todo é o nosso jogo dos sete erros que podemos cometer quando lavamos o rosto. Seguir uma higiene facial com produtos que não sejam agressivos, é o primeiro caminho para uma boa rotina de skincare. 

De dentro para fora

Para quem sente a pele desidratada e com descamação, vale reparar se a quantidade de água ingerida ao dia é a recomendada. A falta de hidratação adequada tem como consequências a perda de elasticidade e uma pele ressecada, comprometendo a reposição da barreira lipídica, que defende o nosso organismo de agressões externas. 
Se você não consegue beber dois litros de água ao dia, confira as nossas dicas para alcançar esse objetivo

A hidratação que vemos na pele iluminada e com viço pode ser também influenciada pela alimentação. "Evite alimentos condimentados, embutidos e industrializados. Bebidas alcoólicas também pioram o quadro. Consuma muito agrião, couve, maçã, limão, mamão, melancia, melão e caju", indica a nutricionista Fernanda Machado através da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Se cuide. 

vamos conversar?

buscar

sua sacola

  • Loading