Turnê Sallve: Minas Gerais

Prepara o pão de queijo que aqui vem conversa boa! A Turnê Sallve chegou em Minas Gerais

Alô, Minas Gerais!

Quem estava com saudades da nossas viagens virtuais levanta a mão! A Sallve parou por uns dias por conta de um dos nossos lançamentos mais aguardados, o do Tônico Renovador. E voltamos à nossa Turnê Sallve! Dessa vez fomos no Sudeste do país.

Os anfitriões dessa conversa deliciosa em Minais Gerais são o Léo @paratodapele e o Gui Poulain. (Pausa para dica essencial: no Instagram do Gui tem a receita do pão de queijo de família). A conversa contou ainda com a participação dos convidados: Antônio Neto, Bethânia Castro, Isabella Butters, Luana Leão e Stela Felix.

Em Minas Gerais: adolescência e a acne

Como muitos de nós, foi durante a adolescência que o Gui descobriu os cuidados com a pele, fez a primeira consulta dermatológica e iniciou o tratamento com Roacutan para as espinhas. E foi a mesma estrada que o Léo percorreu nos primeiros cuidados com a pele. "Tenho a pele bem oleosa com tendência a acne e eu cuido a pele desde pequenininho, desde sempre, por influência da minha mãe. Mas comecei a cuidar mesmo aos 11 anos, quando tive um super surto de acne e a minha pele encheu de espinha por causa da puberdade e comecei a ter uma rotina certinha de pele: comecei a lavar o rosto, a tratar das espinhas e usar o protetor solar".

Os cuidados em Minas Gerais

Montar uma rotina de cuidados com a pele não é só selecionar um creme que promete milagres e aplica-lo todos os dias, bem sabemos. A luminosidade, a hidratação e o viço são características que significam que a pele está saudável. E o Gui frisa bem o quanto a vida saudável se reflete na pele: hidratar o nosso corpo, tanto por fora, quanto por dentro, também é essencial.

"Tenho muito a questão com a cozinha, então pra mim, sempre foi muito importante tomar muita água, ter prato colorido com diversas cores. Eu falo que preciso começar por ai a cuidar da minha pele. Mas não sou a pessoa que tem um sono super regulado ou que sabe lidar com o estresse, que são coisas que eu deveria estar mais atento. Tenho a rotina de manhã de lavar o rosto com o Limpador Facial, que é o meu produto preferido, hidrato a pele e passo o protetor solar. De noite, costumo lavar o rosto, passar um retinol like e gosto de usar o Hidratante Firmador, que tem o efeito tensor. Sinto a pele e falo: 'que delícia, vou deitar e acordar pleno no dia seguinte'".

O que me ajuda muito é o hábito: acordar e fazer esse cuidado com a pele e repetir na hora de dormir. Pra mim, ter esse hábito é muito importante.

Gui Poulain

Ácido, meu bem

E o nosso papo em Minas Gerais (virtual) chegou nos ácidos. "Hoje em dia eu cuido muito da minha pele e consigo controlar bem a acne sem fazer muito procedimentos fortes como o Roacutan, e sempre usei muito ácido. Eu tô amando o Tônico Renovador da Sallve porque eu amo ácido e é perfeito para a minha pele. A minha rotina de pele é bem completa. A minha pele é bem doidinha, ás vezes tá bem e ás vezes tá mal: mas hoje tá bem controlada porque o tônico tá me ajudando muito", conta o Léo emendando que finaliza sempre a rotina com o pó: "eu sou da pele matte, gosto da minha pele sequinha".

Quantos passos tem a sua rotina?

Nem sempre a rotina de skincare engata desde cedo. Quem já começou e abandonou várias vezes sabe bem do que a gente está falando, não é mesmo?

"Minha pele é mista, oleosa na zona T e seca nas extremidades. Nunca tive acne mas ela mancha muito fácil e tive problema com a minha autoestima. Fui à dermatologista e ela me receitou uma rotina gigante, fiquei assustado e não durou nem dois meses. Atualmente a minha rotina é toda com os outros produtos da Sallve", contou o Antônio Neto.

A Bethânia Castro contou que ela também já passou pelos altos e baixos até engrenar na rotina. "A minha relação é de idas e vindas, eu sou taurina e ao mesmo tempo em que sou vaidosa, sou preguiçosa. Nunca gostei de uma rotina com muitos processos, com muitos passos. Parei de tomar anticoncepcional e tive uma quantidade enorme de acne na pele. Não cheguei a tomar Roacutan porque o dermatologista disse que não é tão grave assim. Mas é um processo muito complexo porque não é nem por causa de oleosidade, nem de alimentação e nem exatamente por causa de produto. Eu tento equilibrar tudo: a alimentação, tento tomar muita água e faço um tratamento noturno para acne com ácido. Eu tinha horror a passar hidratante porque achava que ia me dar acne, então foi um processo. Comecei a me organizar mais e foi na época em que a Sallve lançou o Antioxidante Hidratante: resolvi testar pra hidratar a pele. O fato de eu ter um produto que eu gosto me fez ficar um pouco mais animada com o cuidado geral com a pele. Hoje eu sou uma pessoa que lava, tonifica, hidrata, protege, e ai lava, esfolia, faz os processos direitinho. A acne não está curada mas estou num processo e sentindo muita diferença. Gosto da pele brilhando, não gosto da pele matte não", completa a Bethânia.

Pele oleosa e hidratada

"Eu tinha muito esse tabu de: 'o que? Hidratar a pele oleosa? Vai deixar muito pior'", inicia a Isabella Butters. Foi com receio que ela começou a montar uma rotina. "Sempre busquei produtos pra deixar a pele seca, repuxando. E comecei a desconstruir essa ideia desse ano pra cá. Hoje eu busco muito mais produtos que não dêem essa sensação mas, que pelo contrário, que hidratem. Eu comecei a usar um limpador e hidratante que não deixavam a minha pele repuxando e ai a minha cabeça fez bum! Porque a minha pele não ficava mais tão oleosa, ela passou a receber muito melhor a hidratação e com isso a oleosidade diminuiu. Minha pele sempre foi muito acneica desde a adolescência e se eu tiver acne, vou ter a mancha por dois meses.

É um eterno se conhecer. E aos pouquinhos estou conhecendo o skincare e ficando apaixonada, percebendo que posso lidar bem a com a minha pele. É muito uma questão de auto estima e amor próprio, porque quando você entende que a sua pele não precisa ser perfeita mas que você pode cuidar e deixar ela melhor, é relaxante.

Isabella Butters

Cuidados com a pele negra

Quando se fala de pele negra é comum cair no mito de que a pele negra não precisa de muitos cuidados. Até a Gabi Oliveira (que a gente conhece como a Gabi de Pretas) já levantou o assunto aqui no blog. E não foi diferente nessa conversa em Minas Gerais. A Luana Leão, revelou que sempre viu a mãe se cuidar muito, mas só há pouco levou essa herança de família para a sua pele.

"A minha mãe tem pele branca mas eu sou uma menina negra e eu tinha aquela consciência de que as peles mais escuras não precisam de tanto cuidado. Porque eu via a pele branca da minha mãe que ficava vermelha, ficava pedindo um creme e a minha não. Porque não era visível que a minha pele precisava de um cuidado. Veio a pandemia, comecei a ler mais e decidi me cuidar. E quando a minha rotina de trabalho e estudo voltar (fora do home office), eu não quero perder esse cuidado que tenho agora. Foi só esse ano que entendi que a minha pele também precisava de cuidado".

Manchas, alergia e melasma

A Stela Felix conta que a sua relação com a pele não é fácil. "Eu sempre cuidei muito da pele porque eu tenho dermatite atópica e outras alergias desde que me conheço por gente, sou a problemática da pele. Sempre fui em dermatologistas, fiz testes de alergias. Tenho 26 anos, não tenho filho (me perguntam sempre se foi depois da gravidez) e a minha cara é melasma puro. É genético, mesmo que eu não saia no sol, uso muito ácido glicólico, vitamina C".

E não é falta de cuidado. "Volto da balada às 3 da manhã e não consigo ficar com a pele suja, sou a louca do skincare. Lavo duas vezes por dia, reaplico protetor solar. A relação com a minha pele é amor e ódio, porque eu não tenho uma acne mas é só ficar na frente do computador que a mancha já aparece, é terrível".

Minas Gerais ama os óleos

O Léo entrega que tem um fraco pelos óleos.
"Eu amo óleo facial, depois que descobri os óleos vegetais para a pele, eu fiquei apaixonado. É um momento que eu gosto muito, é um momento de encontro com a minha pele, fazendo uma massagem". Sabe aquela história que a gente tanto fala por aqui no blog de se dar de presente esse momento? É isso: acende uma vela, faz uma massagem. Você merece <3.

A Bethânia também faz parte desse grupo! "Uso óleo de rosa mosqueta com tea tree (melaleuca), e as vezes faço máscara de argila". Mas ops! A Isabella sentiu calafrios! "Me dá arrepio só de ouvir em argila, na minha pele dá efeito rebote". E você? Vive bem com óleos e argila?

Gostou desse papo em Minais Gerais? Agora é com você: nos conta sobre a tua jornada da pele? A Sallve quer muito saber mais de você.

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading