O que são radicais livres e como antioxidantes ajudam a combatê-los

O que são radicais livres, quais são seus efeitos na pele e como os antioxidantes ajudam a combater esses efeitos? Uma dermatologista te explica tudo aqui, com dicas para evitar o envelhecimento precoce causado por eles.

radicais livres

Você já deve ter ouvido falar sobre vitamina C no skincare. Aliás, você possivelmente já usa o ativo na sua rotina. Sempre que se fala de vitamina C, seu alto poder antioxidante é citado, como um excelente ingrediente para combater a ação dos radicais livres na pele. Mas você sabe o que são radicais livres e como eles prejudicam a pele? E como antioxidantes ajudam a combater esses efeitos? É isso que vamos explicar aqui.

O que são radicais livres

Radicais livres são moléculas instáveis liberadas pelo metabolismo do nosso corpo, e que apresentam um elétron que tende a se associar rapidamente a moléculas de carga positiva, podendo reagir e oxidar, causando danos a células saudáveis, por exemplo, quando existentes em excesso. Ao serem produzidos naturalmente ao longo da vida, os radicais livres são neutralizados por enzimas protetoras.

Só que essas enzimas neutralizantes em questão diminuem a partir dos 18 anos. Além disso, fontes externas podem aumentar bastante a produção dos radicais livres e gerar consequências nada agradáveis, como o envelhecimento precoce da nossa pele, pigmentação e, em alguns casos específicos, melanoma. E aí que entram os antioxidantes.

+ Antioxidantes são os melhores amigos da pele cansada

Como agem os radicais livres

Dra. Monalisa Nunes, dermatologista consultora da Sallve, explica: "Os radicais livres são moléculas bem instáveis que danificam as células e ao DNA, causando danos à nossa pele. Os antioxidantes estabilizam a ação dos radicais livres ao se unir a eles e neutralizá-los, impedindo que eles ajam nas nossas células e no nosso DNA. É assim que eles impedem a ação dos radicais livres na nossa pele". Entre os danos causados pelos radicais livres estão o envelhecimento precoce, hiperpigmentação e, em alguns casos, melanoma.

Mas como os radicais livres contribuem para o envelhecimento da nossa pele? Eles provocam, por exemplo, um aumento na degradação das fibras de colágeno, o que causa o aparecimento de sinais, linhas de expressão e flacidez. Para se ter uma ideia, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, os radicais livres são um dos maiores responsáveis pelo envelhecimento da pele.

+ Qual é a importância de usar antioxidantes a partir dos 18 anos?

Lembra que a gente falou de fatores externos que aumentam a produção dos radicais livres na nossa pele? Aqui você conhece cinco deles.

Radiação solar: um dos principais incentivadores da produção dos radicais livres

Proteger a pele dos danos da radiação solar é tipo o beabá do skincare: todo mundo sabe que tem que fazer. A exposição da nossa pele à luz solar sem proteção (mesmo no inverno) pode causar manchas, queimaduras, piora de doenças de pele já existentes (além do surgimento de outras, como o melasma) e até câncer de pele. Ou seja: não tem discussão, é melhor proteger.

"A radiação solar é muito mais alta do que nossa pele pode suportar. Quando ela passa pela nossa pele ela sai destruindo as proteínas, o colágeno, e produzindo esses substratos do oxigênio, formando a oxidação. Essa oxidação vai gerar o mesmo efeito dos radicais livres - é um nome diferente para a mesma coisa -, como o envelhecimento da pele, danos celulares e danos ao DNA, ressecamento, desidratação, uma dificuldade da pele se renovar... Tudo isso por causa da radiação solar", explica Dra. Monalisa Nunes.

Os antioxidantes ajudam a potencializar a proteção da pele porque a radiação solar é uma das principais causas de formação de radicais livres pela nossa pele. A radiação solar faz com que nossa pele tenha uma liberação de radicais livres. Então você unir o protetor solar, que vai proteger dessa radiação, com um antioxidante que vai neutralizar os radicais livres, que de qualquer forma vão ser produzidos, ajuda bastante", segue a dermatologista.

Poluição

A poluição nada mais é do que uma mudança ou atividade que degrada o meio ambiente, afetando suas características físicas, químicas e/ou biológicas. Além do meio ambiente, a poluição também traz danos para nossa pele.

“Essas substâncias que ficam no ar em grandes cidades – monóxido de carbono, sílica, fuligem etc. - acabam acumulando na pele. Elas vão obstruir os poros e dificultar que as células de defesa atuem da melhor forma, sofrendo um processo de regulação um pouco descontrolado. Há um aumento na ‘fabricação’ de radicais livres, devido à presença desses poluentes. A pele pode ficar com um quadro inflamatório maior”, explica a dermatologista Dra. Fernanda Junqueira.

+ Como agem os antioxidantes da fórmula do Antioxidante Hidratante?

Por isso, além de antioxidar a pele, é tão importante ser rigoroso com a etapa de limpeza da sua rotina de skincare: "Muitas vezes nós não temos noção da sujidade da pele só de olhar para ela. Isso porque os poluentes, por exemplo, impregnam na pele, e muitas vezes não podemos visualizá-los. Eles podem prejudicar bastante", explica a dermatologista Dra. Denise Steiner. "Inclusive, hoje em dia se sabe que a junção da radiação ultravioleta batendo na pele combinada aos poluentes já acumulados nela podem intensificar sua oxidação e potencializar problemas dos mais variados na pele, como envelhecimento precoce, manchas e inflamações".

(A gente aproveita para lembrar que nosso Limpador Facial tem função antipoluição!)

Luz azul

Nós já dedicamos um post inteiro para te falar sobre a importância de proteger sua pele da luz emitida por os eletrônicos que te cercam: seu telefone, computador, televisão, tablet... Ela pode causar manchas, prejudicar a regeneração da pele e sim, acelerar a produção de radicais livres.

A gente te explica: a luz azul penetra profundamente em todas as camadas da nossa pele, atravessando a epiderme, a derme e chegando até o subcutâneo, provocando a oxidação dos lipídios - que é o que, por sua vez, acelera a produção de radicais livres. E nem é só isso: ela também degrada as enzimas da pele, destruindo as fibras de colágeno e a redução de sua produção.

Álcool

Vale ressaltar assim logo de cara que quando falamos de efeitos do álcool na pele, é sempre importante explicar: não é para ninguém que gosta de beber abrir mão da sua cerveja, drinks, vinhos ou o que for. O importante, como tudo, é manter sempre o equilíbrio e lembrar de beber água sempre, para evitar a "cara de ressaca", inchaço, pele desidratada e sem viço, piora de um quadro de rosácea e até espinhas teimosas que podem aparecer depois de uma noite à base de muito álcool.

Isso posto, porém, você pode acrescentar aí na listinha de efeitos negativos do álcool na nossa pele a oxidação, já que ele, ao entrar no nosso organismo, provoca o aumento da produção de radicais livres.

Alimentação

Manter uma alimentação saudável faz bem para a nossa saúde como um todo - e isso inclui a saúde da sua pele também. Um dos efeitos colaterais de uma alimentação desequilibrada? O aumento na produção de radicais livres pelo seu organismo, que acontece, entre outros, quando há um consumo elevado de comidas muito gordurosas ou com resíduos de pesticidas.

+ Alimentos antioxidantes: a ação de dentro pra fora

Alimentos antioxidantes

Para proteger sua pele (e seu corpo) da ação dos radicais livres em excesso, além de prezar por antioxidantes no skincare, vale apostar em uma dieta rica em legumes, verduras, frutas e cereais: açaí, romã e uvas roxas, por exemplo, são frutas com alto teor antioxidante. Não à toa, as enzimas de romã constam lá, bem incríveis, na fórmula do nosso Esfoliante Enzimático. Já nosso Antioxidante Hidratante traz em sua fórmula o Resveratrol, um polifenol encontrado nas cascas e sementes de uvas vermelhas e roxas, e que tem propriedades bioativas (como a eliminação de radicais livres), protegendo a pele do fotoenvelhecimento, do estresse oxidativo e também de doenças de pele

+ Alimentos antioxidantes: ação de dentro pra fora

Como combater a ação dos radicais livres

Para se proteger da ação e da produção excessiva dos radicais livres pelo seu organismo, ajuda bastante saber quais são os agentes por trás desse processo e, claro, entender como se proteger de sua ação. Não tem segredo: além de um estilo de vida saudável, uma pele limpa, equilibrada e protegida é essencial para evitar esse envelhecimento precoce que vem com a oxidação promovida pelos radicais livres.

“Os antioxidantes são substâncias importantes por (se ligarem) aos radicais livres para neutralizá-los. Eles também hidratam a pele e ajudam a manter a qualidade da barreira cutânea. Atualmente, na dermatologia, recomendamos o uso de antioxidantes tanto pela manhã quanto à noite, inserindo o componente na rotina diária de skincare”, explicou o dermatologista Dr. Alberto Cordeio.

Os antioxidantes ainda ajudam a potencializar a proteção contra os raios UV, contribuindo com a redução do impacto da radiação solar e diminuindo danos oxidativos. Mas lembre-se: o protetor solar é seu aliado diário e, em hipótese alguma, deve ser dispensado.

E a vitamina C?

resultados do antioxidante hidratante

vitamina C, antioxidante com status de estrela do skincare, não só consegue promover a síntese de colágeno na pele, como também previne a degradação da proteína. A pele terá mais fibras, ou seja, mais firmeza e menos sinais e linhas finas. Bom, né?

Vitamina C na Sallve

Você já conhece o Antioxidante Hidratante da Sallve? Ele é um sérum-gel multifuncional feito para cuidar da área dos olhos, rosto e pescoço. O Antioxidante Hidratante combina a hidratação do Ácido Hialurônico a seis antioxidantes preciosos: Nano Vitamina C a 10%, Vitamina EResveratrolNiacinamidaCafeína e agora a carnosina. E, graças à nanotecnologia, seus principais ingredientes são protegidos e chegam mais potentes e sem oxidar ao lugar certinho da pele.

O Antioxidante Hidratante hidrata controlando a oleosidade, minimiza poros dilatados e auxilia na redução de cravos, previne e reduz a aparência de linhas finas e sinais do tempo, uniformiza o tom suavizando manchas, diminui o inchaço e olheiras de cansaço, devolve o viço da pele, protege a degradação do colágeno, aumentando sua síntese, e auxilia na reparação de danos causados pela luz azul

E o Antioxidante Hidratante FPS 30 UVA/UVB, você conhece? Nossa fórmula reúne tratamento, hidratação e proteção UVA/UVB. Desenvolvido para o rosto, região dos olhos e pescoço, o Antioxidante Hidratante FPS 30 UVA/UVB combina o ácido hialurônico a seis antioxidantes preciosos - a nano Vitamina C a 10%vitamina Eresveratrolniacinamidacafeína e carnosina - e, graças à nanotecnologia, seus principais ingredientes são protegidos e chegam mais potentes e sem oxidar ao lugar certinho da pele.

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

subtotal

Login efetuado com sucesso!